segunda-feira, 22 de agosto de 2016

É preciso ver

Na semana que o Socorro Vou Morar Sozinha completa 2 anos de existência... decidi colocar o blog em stand by... vá eu sei que a vida já é suficientemente difícil à segunda feira e que uma noticia tão trágica pode matar o humor de qualquer um... mas promete-me que serás forte! Afinal todos temos direito a férias.


sexta-feira, 19 de agosto de 2016

Salta uma rubrica como pipocas #39

Apesar de quem está de férias ter todo o tempo do mundo para desfrutar de um bom filme, quem não está pode sempre aproveitar o fim de semana. Quem gosta de um bom filme, arranja sempre um tempinho, muitas vezes precioso, para desfrutar daquelas duas horinhas em frente do ecrã. Assim sendo, é sempre importante conhecermos mais a fundo cada um dele. 

Money monster


Duração: 98 min
Género: Crime, Drama, Thriller
Cotação: 6,7/10
Realização: Jodie Foster
Escrito por: Jamie Linden, Alan Difiore
Data de Estreia: 12 de Maio de 2016
Pontuação pessoal: 6,6/10

Lee Gates é a vedeta de um programa televisivo com grande influência sobre a economia do país, com uma análise pormenorizada das ações pronuncia e aconselha os seus telespectadores. Kyle Budwell é um telespetador desesperado que perdeu as economias de uma vida, depois de influenciado pela estrela televisiva. Sem nada a perder sequestra a equipa televisiva à procura de respostas que dá inicio a um razoável thriller.
O ponto forte deste filme são de facto os atores, Julia Roberts e George Cloney, que cumprem bem com o seu papel. Mais a primeira, o segundo está a perder qualidades e rigor ao nível da sua performance, ou só sou eu que acho? Não posso dizer que o filme seja mau, que deves fugir dele a 7 pés, mas também não é uma coisa de te fazer perder de amores... 



Warcraft



Duração: 123 min
Género: Ação, Aventura, Fantasia
Cotação: 7,3/10
Realização: Duncan Jones
Escrito por: Charles Leavitt e Ducan Jones
Data de Estreia: 09 de Junho de 2016
Pontuação pessoal: 6,7/10

Durante muitos anos todas as criaturas míticas conseguiram viver em paz e harmonia em Azeroth, até que o clã dos Orcs, guerreiros do mundo Draenor, que após verem o seu habitat destruído procuram um novo lugar para colonizar. Quando o portal entre os dois mundos se abre, todos sabem que o reino de Azeroth está ameaçado e só a união improvável entre Anduin Lothar (líder dos humanos) e Durotan (chefe dos orcs) pode ser a solução. Isto é a premissa da sinopse, do trailer e do próprio argumento do filme, contudo, pelo que vi não considero que seja o foco principal do filme que tem uma trama secundária bastante forte.

O filme é feito à base do computador e acho que funciona muito bem, conseguiram uma fotografia excelente em vários momentos e uma caracterização irrepreensível. Como é inspirado num jogo de computador não sei se é fiel ou se está fidigno mas confesso que gostei mais do que esperava. Embora algumas pontas soltas (que poderão ou não ser explicadas nas sequelas) tenham me irritado um bocadinho....

The nice guys



Duração: 116 min
Género: Ação, Comédia, Crime
Cotação: 7,6/10
Realização: Shane Black
Escrito por: Shane Black e Anthony Bagarozzi
Data de Estreia: 26 de Maio de 2016
Pontuação pessoal: 6,7/10

Eles são 2 detectives com métodos de trabalho ortodoxos mas muito diferentes.Os seus caminhos cruzam-se durante a investigação do desaparecimento de Amelia. Com a ajuda preciosa da filha de Holland March dão inicio a uma investigação onde não se conhecem limites.
Não posso dizer que é um filme para a vida e imperdivel, mas é um bom filme de entretenimento. Deu-me um pouco aquela sensação de tanto faz, não trouxe nada de nova, representação? Tanto faz. Cenas de ação? Tanto faz.  Fotografia? Tanto faz. Guarda roupa? Tanto faz. Mas também não seria justo dizer que é um mau filme.


quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Stop Pele Oleosa

Com o calor quem já tinha tendência a pele oleosa acredito que sofra bastante e quem não tem, passa a ter que enfrentar aqueles brilhos indesejados e poros mais salientes.

Em primeiro lugar devemos ter em consideração a qualidade dos produtos, a poluição e ar e o corte do cabelo. Se os agentes poluentes facilitam a inflamação da pele e gera acne, um cabelo em permanente contacto com a pele vai abafá-la e impedir a sua respiração por isso atenção a franjas e afins.

A acompanhar a qualidade dos produtos temos a temperatura da água, que quando muito quente vai retirar a oleosidade natural da pele, incentivando a produção de sebo... assim, substitui a água muito quente por água morna ou fresca e recorre a produtos específicos para o teu tipo de pele.

Uma coisa que resultou comigo foi seguir religiosamente a rotina de limpeza, tónico e hidratante duas vezes por dia, de manhã e à tarde. Uma vez por semana usa um esfoliante que não agrida demasiado a tua pele mas que retire todas as células mortas.

Outra coisa que resultou bastante foi fazer uma mascara, uma vez por semana, com argila verde seguida por argila branca.

Sempre que usares maquilhagem (oleo-free) vai retocando o brilho com pó compacto ou solto, se não usas podes passar apenas uma folha de papel higiénico para tirar os brilhozinhos que te fazem parecer uma bola de espelhos.

O gel de limpeza deve ter ácido salicílico e/ou enxofre na sua composição.

terça-feira, 16 de agosto de 2016

Dica express: Como lavar biquini

O biquini é uma peça que se estraga facilmente e que se não tivermos os cuidados adequados durante a sua lavagem podemos lhe dizer adeus depois de um verão de utilização. Se queres reencontrar-te com ele daqui a um ano, no próximo verão, segue as seguintes dicas.


  • Não deixes muito tempo com cloro e sal, logo que chegues a casa trata da sua lavagem.
  • Deves lavar sempre à mão, com água fria e um sabão neutro;
  • Nunca o deixes de molho porque vai desbotar e manchar;
  • Nunca o deves torcer para tirar o excesso de água;
  • Evita o contacto deles com bronzeadores e protectores solares;
  • Não utilizes sabão em excesso porque podem desbotar;
  • Evita o contacto com altas temperaturas;
  • Nunca em momento algum passes o biquini a ferro;
  • Mete-o a secar à sombra.

segunda-feira, 15 de agosto de 2016

Uma Chefe para tantas receitas #38

Feriadozinho numa segunda feira, hein? Sabe bem, não sabe? Ah pois sabe... Apesar da semana ser mais curtinha (para alguns porque quem vai entrar de férias está safa/o) a fome é a mesma e por isso vamos às propostas do costume. Já sabes, rápido, fácil, saudável e barato, óptimo para o dia a dia em que não queremos perder muito tempo por volta dos tachos. Acertei?

Segunda



Para começar a semana proponho uma receitinha levezinha, rápida e bastante saudável, porque como é feriado tendemos a abusar um bocadinho na mesa e por isso fechamos o dia sem peso na consciência.

Antes demais começa por temperar os peitos de frango com oregãos, tomilho, alecrim, limão e sal e coloca-os a grelhar sem adicional gordura.

Entretanto podes colocar a quinoa a cozer com água e sal (o dobro da quantidade de quinoa em água).

Agora é hora de colocares a mão na massa, que é como quem diz ralares a cenoura para refogares em azeite, a este refogado junta a quinoa para poderes saltear e misturar tudo. Serve com uma salada de tomate (usei o tomate de saladas e tomate cherry amarelo) temperada com azeite, sal e oregãos e rúcula por cima.

Terça


Para terça feira proponho rolinhos de peixe gato recheados com arroz vaporizado.

Começa por cozer o arroz em água e a sal.

Num tacho, mete a refogar um tomate maduro e azeite, tempera com sal, pimenta e oregãos. Quando estiver na consistência que gostas podes passar a varinha mágica até obteres uma polpa. Dispõe este molho num recipiente próprio para ir ao molho.

Tempera um filete de peixe gato com limão e pimenta, no seu centro coloca espinafres e enrola. Podes recorrer à ajuda de palitos. Coloca sobre o molho de tomate e leva ao forno a 200º por 35 minutos.

Serve com o molho sobre o filete de peixe gato.


Quarta


Claro o típico franguinho no forno que eu tanto gosto. Podes encontrar pelo blog várias maneiras de o fazer. Nesta optei por temperar com ervas (oregãos, tomilho e alecrim), limão, azeite e sal e levar ao forno a 200º por 45 minutos.

As batatas ficaram maravilhosas, foram um erro de percurso que saiu super bem, estaladiças por fora e batata assada por dentro. Temperei da mesma maneira que o frango, mas esqueci de colocar azeite.

Servi com uma salada de espinafres, rucula, tomate cherry amarelo, tomate, sementes de sesamo temperada com azeite e sal.

Quinta


Para quinta preparei salmão no forno com pesto de espinafres, acompanhado com arroz basmati cozido em água e sal.

Começa por fazer o pesto, salteando os espinafres temperados com sal e pimenta em azeite e passando-os pela varinha mágica com nozes. Dispões sobre as postas de salmão (usei o selvagem da Iglo) e leva ao forno por 25 minutos a 180º.

Serve com uma salada de rucula.

Sexta


Para terminar a semana, uma receitinha tão simples, mas tão simples que sabe pela vida. Quase tão bem como o fim de semana prolongado pelo feriado.

Tempera o bife de frango com sumo de limão, oregãos, sal e pimenta. Sobre eles coloca farinha de linhaça e leva ao forno a 200º por 25 minutos (podes usar ovo para ligar, mas também podes dispensar este passo).

Mete a massa a cozer em água e sal, como esta é de milho (sem gluten) deves usar dez vezes mais de água em relação com a quantidade de massa utilizada.

Entretanto faz o molho de tomate, refogando o tomate com azeite e temperando com sal, pimenta e oregãos. Podes misturar a massa aqui e alguns pedaços de tomate cherry amarelo antes de desligar o lume.

sexta-feira, 12 de agosto de 2016

Livros que tenho na mira

Os livros vão marcando presença pelo blog quando te aconselha ou não a sua leitura. Embora seja adepta de opiniões fundamentadas e que aprofundem mais a qualidade da leitura, às vezes a sinopse só por si é bastante atraente e motiva a compra desse mesmo livro. É exatamente desses livros que venho falar, alguns livros que embora não tenha lido ainda, tenho-os na mira para um futuro próximo.

A Rapariga do Comboio


Editor: Top Seller
Autora: Paula Hawkins
Ano: 2015
Preço: 17,50€

Todos os dias, Rachel apanha o comboio... No caminho para o trabalho, ela observa sempre as mesmas casas durante a sua viagem. Numa das casas ela observa sempre o mesmo casal, ao qual ela atribui nomes e vidas imaginárias. Aos olhos de Rachel, o casal tem uma vida perfeita, quase igual à que ela perdeu recentemente.

Até que um dia... 

Rachel assiste a algo errado com o casal... É uma imagem rápida, mas suficiente para a deixar perturbada. 

Não querendo guardar segredo do que viu, Rachel fala com a polícia. A partir daqui, ela torna-se parte integrante de uma sucessão vertiginosa de acontecimentos, afetando as vidas de todos os envolvidos.

O Pavilhão Púrpura

Wook.pt - O Pavilhão Púrpura

Editor: Gradiva
Autor: José Rodrigues dos Santos       
Ano: 2016
Preço: 19,80€

Pode uma ideia mudar o mundo?

Nova Iorque, 1929. A bolsa entra em colapso, milhares de empresas fecham, milhões de pessoas vão para o desemprego. A crise instala-se no planeta.
Salazar é o ministro das Finanças em Portugal e a forma como lida com a Grande Depressão granjeia-lhe crescentes apoios. Conta com Artur Teixeira para subir a chefe de governo, mas primeiro terá de neutralizar a ameaça fascista. 
O desemprego lança o Japão no desespero. Satake Fukui vê o seu país embarcar numa grande aventura militarista, a invasão da Manchúria, na mesma altura em que tem de escolher entre a bela Harumi e a doce Ren. 
Lian-hua escapa a Mao Tse-tung e vai para Peiping. É aí que a jovem chinesa e a sua família enfrentam as terríveis consequências da invasão japonesa da Manchúria. 
A crise mundial convence os bolcheviques de que o capitalismo acabou. Estaline intensifica as coletivizações na União Soviética e o preço, em mortes e fome, é pago por milhões de pessoas. Incluindo Nadezhda. 

As Flores de Lotus

Wook.pt - As Flores de Lótus
 
Editor: Gradiva
Autor: José Rodrigues dos Santos
Ano: 2015
Preço: 19,80€


O século xx nasce, e com ele germinam as sementes do autoritarismo.
Da Europa à Ásia, as ondas de choque irão abalar a humanidade e atingir em cheio quatro famílias.

Depois de assistir à queda da monarquia, o capitão Artur Teixeira vê as esperanças da República afundarem-se num caos de instabilidade. Adere à revolução militar e recebe uma missão: convencer Salazar a tornar-se ditador.
Satake Fukui cresce num Japão dilacerado entre a tradição e a modernidade. O seu confronto com o militarista Sawa reflete um braço de ferro que ameaça mergulhar o país, e o mundo, numa catástrofe sem precedentes.
A chinesa Lian-hua nasce com olhos azuis, os mesmos que veem a China arrastada para um choque titânico entre os nacionalistas, os comunistas e os japoneses. Apanhada no fogo cruzado, é raptada por um radical comunista: o jovem Mao Tse-tung.
Os bolcheviques acabam de conquistar a Sibéria e batem à porta da pequena quinta dos Skuratov. Estaline iniciou as coletivizações e a família de Nadezhda é lançada num ciclo de medo, fome e sofrimento.



Conheces algum? Recomendas?

quinta-feira, 11 de agosto de 2016

Dizem por ai que se usa: Sandálias pom-pom

Desde que a vogue levantou o véu para a tendência das sandálias com pons-pons que elas viraram febre do verão. Esta tendência boémia, inspirada na cultura peruana, muito colorida ressurge a acompanhar as influências dos anos 90 que estão tão em voga.


Estas sandálias desde que foram protagonistas nas passarela Dolce&Gabbana e Manish Arora que saltaram para o guarda roupa do sexo feminino que as usam e abusam nos looks mais casuais que são a cara das férias de verão.

A sua conjugação embora numa primeira vista pareça desafiante, com looks sóbrios, básicos e descontraídos funcionam muito bem. Mas, para as mais reverentes é possível conjugá-las com padrões, outras tendências como boyfriend jeans rasgados, vestidos de ombro a ombro... mostrando-se integrada nas tendências que mais têm funcionado nesta estação.


Também permitem um contraste interessante com visuais mais compostos, isto é, vestidos mais estruturados, blazers... fazendo com que fiquem mais casuais e adequados para o dia a dia nesta estação mais quente.

Embora a maioria das marcas peçam um absurdo no seu preço (a meu ver) há marcas como a Zara e a Asos que tornam a coisa ligeiramente mais suportável. Se mesmo assim não estás para gastar dinheiro numa sandália tão tendência que para o ano pode já não vão brilhar como brilham atualmente podes fazer a tua própria sandália.