quinta-feira, 25 de setembro de 2014

O que é que se vê aqui? Filmes!

Estava a pensar numa solução para ocuparem o tempo de espera para que a máscara de argila verde que falei ontem Aqui actuasse e concluí que nada melhor do que ver um filme. Quem é que não gosta de filmes? Eu adoro e sou consumidora assídua da arte cinematográfica. Ainda para mais com o tempo que tem estado. Com a chuva abre a época dos filmes no aconchego acompanhados com uma bebida quentinha.

The Fault in Our Stars - A culpa é das estrelas

 

 

Quem é que nunca ouviu falar neste filme? Este drama romance avaliado numa escala de 8,2 no IMDB não deixa ninguém indiferente, até os corações de pedra se derretem com estes 126 minutos. Trata-se de uma história de uma doente oncológica que encontra o refúgio para a felicidade na sua relação com Gus. Uma verdadeira lição de sacrifício, esforço e conquista permanente do amor e felicidade, o saber meter o outro em primeiro lugar para sermos nós a ganhar, afinal não é isso o amor? 


Esta história tem a capacidade de nos surpreender e fazer pensar na vida, afinal há pessoas com grandes problemas que os conseguem superar com uma força inexplicável. No entanto, mesmo para quem não leu o livro, como é o meu caso, é previsível. Sabemos pelo "trailler" como vai acabar, a história das personagens mesmo antes de ser revelada, mas o importante não é o que acontece mas como acontece. Se és sensível vais chorar de certeza, e se não és também.

 

Um óptimo filme para veres com a tua(teu) namorada(o) com miminhos e pipocas à mistura, para um serão romântico a sós. Numa escala de 1 a 5 eu daria 4,8 sem dúvida que recomendo.

 

A Million Ways to Die in the West - 1001 maneiras de bater as botas

 

 

Depois de chorarem baba e ranho com o filme anterior, um hino à sobrevivência! Vamos a uma comédia em que eles morrem por tudo e por nada. Uma comédia cotada com 6,2 no IMDB e uma duração de 116 minutos. 

 

Estava à espera de mais, com o leque de actores como: Charlize Theron, Amanda Seyfried, Liam Neeson, Neil Patrick Harris, e a participação especial de actores como: Jamie Foxx e Ryan Reynolds era expectável um filme bem melhor que explorasse este elenco de outra forma, desiludindo na maneira que o fez. Prometia mais qualidade do que realmente tem. Tem situações caricatas que te roubam um sorriso, achei piada ao casal em que a mulher é prostituta mas que se quer guardar para o casamento e a maneira como encaram isso com normalidade. Contudo a maioria das piadas, ao verdadeiro estilo do seu realizador, como aconteceu no TED, são bastante forçadas e exageradas que não saem naturalmente e como tal pecam por isso.

 

Relata a história de um pastor de ovelhas que se envolve com a mulher errada enquanto luta pela sua ex-namorada, uma interesseira que se r€lacionou com um homem melhor do que ele. Para sobreviver ao desafio que propôs ao atual namorado da mulher que ama tem que aprender a manejar pistolas e a se defender, contando com a preciosa ajuda da mulher errada que já mencionei.

Se recomendo? Recomendo nem que seja para que vejam os actores em outro registo ou contexto, mas não posso dar uma pontuação muito elevada nem prometer um excelente filme, um 3 em 5, e já estou a ser generosa.

 

We're the Millers - Trip de família

 

 

Ao contrário do que acontece com o filme anterior esta comédia tem de facto piada. São vários os momentos em que se solta uma gargalhada e as piadas fluem naturalmente e sem grande esforço. Consiste num traficante de droga que tem uma grande "encomenda" no México para saldar uma dívida e que tem que encontrar o disfarce perfeito para não ser apanhado, que para ele é uma família. Assim, decide juntar uma sem abrigo, um órfão e a vizinha stripper para serem a família perfeita e engendrarem o plano, como é óbvio nada corre como esperado.

 

Também se encontra melhor pontuada no IMDB 7,1 o que prevê melhor qualidade. Nos seus 116 minutos são muitas as cenas caricatas e que deixam todas as personagens brilharem à sua maneira e se destacarem.

 

Recomendo para aqueles dias que preferem um filme light apenas para descontrair e passar um bom bocado. Dou 4 em 5, o que comprova que gostei mesmo muito.

 

Neighbors - Vizinhos


 

Mais uma comédia na escala dos 6 (6,6) no IMDB, no entanto, ao contrário da outra, esta ainda vai tendo piada. Consiste num casal que recentemente foram pais e que encontram nos novos vizinhos uma maneira de se distraírem e divertirem, uma vez que sentem falta disso. O que aparentemente começou com uma tentativa de apaziguar o barulho em prol do descanso da bebé e do pai que ia trabalhar passou a ser uma guerra baseada em manipulações, esquemas e diversas cenas hilariantes.

 

Os actores estão no seu registo habitual o que nos permite identificar imediatamente o estilo do filme e como irá acabar, no entanto, não deixa de surpreender nas suas peripécias. 

 

São 97 minutos divertidos que te permitem passar um serão agradável. Recomendo mas apenas dou 3,7 numa escala de 5, e por isso daria prioridade a outros filmes.

 

X-Men: Days of Future Past - X-Men: Dias de Um Futuro Esquecido

 

 

Por último, saindo da onda das comédias, temos o X-Men. Eu sou suspeita para falar deste filme pois gosto muito e este não foi excepção. O Wolverine foi ao passado para tentar resolver o seu presente e evitar que este presente se torne o futuro do passado que ele visitou, dá para entender? Tem saltos constantes entre o passado e o futuro. Tal como os outros há algumas incongruências relativamente aos filmes anteriores, mas neste verifica-se um esforço para as explicar, conseguindo-o em algumas partes.

 

A pontuação dele não desilude 8,3 e os seus 131 minutos são muito bem passados e interessantes. Não é o filme ideal para aqueles dias que só queres um filme levezinho para passar o serão, pois é muito envolvente e requer muita atenção e memória e talvez o conhecimento dos filmes anteriores. Digo talvez porque apesar de tudo eles vão repescando cenas dos filmes anteriores para que percebas.

 

O elenco de excelência fiel aos restantes filmes também ajuda na compreensão e familiarização com as personagens e rever outras que tinhas visto de relance e que conhecias da BD como o Quicksilver.  

 

Recomendo e dou um 4,9 em 5, se gostas dos filmes da "Marvel" não podes perder e como sempre levanta o véu para o próximo filme, pelo que parece imperdível e estou super curiosa. 

 

Qual destes filmes já viram? Que acharam?

Que filmes recomendam? 

 

 

 

2 comentários:

  1. Hello! Já vi o Days of Future Past e adorei! Esse até vi no cinema e valeu a pena pagar para o ver, excepto o 3D. O 3D é uma maneira de vender bilhetes mais caros, apenas. Não traz uma diferença susbtancial aos filmes.

    Quero ver o Mil e uma maneiras de bater as botas. Ainda não tinha lido uma opinião sobre o filme, por isso agradeço-te que o tenhas feito.

    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Joana =)

      Concordo plenamente contigo no que respeita ao 3D. No entanto, compreendo porque foste enganada e atraída a optar por esse formato, pois o filme tem muitas partes que um verdadeiro 3D iriam ficar espectaculares, nomeadamente, os poderes das personagens, o fogo, o gelo, os trovões e coisas a voar a sair dos ecrãs...

      Depois de veres o "Mil e uma maneiras de bater as botas" gostaria de saber a tua opinião e se concordas comigo.

      Beijinhos

      Eliminar