segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

Especial Dia dos Namorados: Conquista-o pela barriga

Hoje vou partilhar contigo o segredo da Alquimia do amor, capaz de fazer qualquer relacionamento tornar-se duradouro e mais forte. Se pretendes investir nesse relacionamento e torná-lo forte que nem cimento só tens que conquistá-lo pela barriga.


Tens aqui um prato elaborado, super mega complexo e requintado, digno de fazer inveja a qualquer Master Chef (inveja-te Goucha) e que podes pôr em prática num jantar especial a dois para exibires os teus dotes de cozinheira e provar que ele não precisa de mais nada da sua vida senão de ti.

1º Passo: Fazer o rolo de carne. Não sabes como se faz? É simples (aliás como toda a receita, estava a brincar) só tens que ter carne picada (meio quilo deve chegar para os dois) metes um ovo, pão ralado q.b, um quê de cebola (a gosto) e temperas com os teus temperos preferidos. Neste caso foi com salsa e pimenta. Mistura tudo com as mãos e vai montando o teu rolo na forma que preferires. 
2º Estando o rolo feito envolve-o em fatias de queijo (eu usei light).
3º Enroladinho em queijo, enrola em massa folhada ou quebrada, como preferires. Decora-o a teu gosto, tenta fazer qualquer coisa um bocadinho mais bonito que o da imagem.
4º Bate outro ovo e pincela o teu rolo já embrulhadinho.
5º Vai ao forno por quarenta e cinco minutos a 200º. Vai indo e vai vendo se está feito.
6º Serve com uma salada mais requintada ou com outro acompanhamento mais do teu agrado.

Como vês é super simples, delicioso e recomendado para um jantar a dois para fugir à folia dos restaurantes.

Parece que te esforçaste muito e passaste horas na cozinha, quando na verdade enquanto estava no forno tiveste todo o tempo do mundo para te meteres linda e maravilhosa como só tu sabes.

Aviso
A aplicação deste conselho poderá fazer com que nunca mais te consigas livrar dele e ficar a ser conquistada e mimada para que não o deixes. Não me responsabilizo por esta consequência e não aceito devoluções de namorados agarrados pela barriga.

Sem comentários:

Enviar um comentário