segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

O Oscar para melhor filme vai...estou a brincar!

Numa altura que toda a gente fala dos nomeados para os Oscars e havendo esporadicamente uma rubrica (que tenho que arranjar um nome, para a próxima prometo que vai estar nomeada) aqui pelo blog em que dou a minha opinião sobre os diversos filmes...fazia todo o sentido incluir por aqui os filmes que estão nomeados para a estatueta dourada, não fazia? Claro que não... eu sou do contra e venho falar de outros, que por acaso são filmes muito bons!

NightCrawler


Duração: 117min
Género: Crime, Drama e Triller
Cotação: 8/10
Realização: Dan Gilroy
Escrito por: Dan Gilroy
Data de Estreia: 2014

Pára tudo... Este filme conta a história de Louis Bloom, um jovem ambicioso que andava à procura de trabalho e encontrou a oportunidade ideal no crime/tragédias nas ruas de LA. Na busca do sensacionalismo, da melhor imagem do crescimento económico e profissional apresenta-nos uma história onde os fins justificam os meios nos noticiários americanos e na luta de audiências. O desempenho e  representação de Jake Gyllenhaal é irrepreensivel e apresenta-nos o melhor retrato de um sociopata, a sedução, o magnetismo, a indiferença, a ausência de escrúpulos, uma verdadeira lição de como o sucesso poderá corromper os nossos princípios.
Aconselho, concordo com a pontuação atribuída pois poderá desiludir no final, no entanto, vale completamente a pena pelo terror que é apresentado nas imagens com realismo, sangue fresquinho e a adrenalina envolvida por todas as pessoas da cena, uns para ajudar e outros como Louis à procura de beneficio próprio.

John Wick



Duração: 101 min
Género: Acção e Triller
Cotação: 7,2/10
Realização: Chad Stahelski e David Leitch
Escrito por: Derek Kolstad
Data de Estreia: 2014

Tudo acontece quando roubam o carro (se acharem importante esta informação é um Boss Mustang de 1969) e assassinam a cadela (Daisy) de John Wick um assassino que se reformou para apoiar a namorada que estava com cancro na fase terminal, acabando por morrer. Sem nada a perder jura vingança a Losef Tarasol autor dos crimes, que por sinal é nada mais, nada menos do que filho único de Viggo o ex patrão do John. Com a cabeça a prémio John entra numa vingança de um contra todos, com o único propósito...recuperar o carro? Não. Matar!
Pessoalmente não sou grande fã de filmes de acção, mas deste até que gostei. À semelhança do que Keanu Reeves já nos habituou, está repleto de cenas de luta onde o maior (aparentemente em baixo de forma) protagoniza cenas de corpo a corpo e manuseamento de armas...Ele não é o bicho papão era o homem que chamavam para matar o Bicho papão. 
Concordo com a pontuação atribuída e devo dizer que é um bom filme de divertimento apesar do argumento um tanto discutível...a sério que o maior vai matar não sei quantas pessoas devido a matarem a cadela (apesar de reconhecer o seu valor sentimental) e roubarem o carro? Onde estão os assassinos/heróis que matavam porque assassinaram a sua família?

Fury


Duração: 134 min
Género: Acção, Drama e Guerra
Cotação: 7,7/10
Realização:David Ayer
Escrito por: David Ayer
Data de Estreia: 2014

Vocês já começam a ficar habituadas a ver filmes sobre a 2ª Guerra Mundial por aqui. Eu gosto, e gostei da perspectiva de a encarar dentro de um tanque americano. O filme retrata o final do grande conflito mundial, quando se previa que a vitória já pertencia aos Aliados, focando-se no grupo de homens de Don Collier que prometeu mantê-los vivos. Uma verdadeira lição de espírito de equipa, de camaragem, de sobrevivência onde é um por todos e todos por um.
Recomendo? Recomendo completamente pela excelente representação de Brad Pitt e restante equipa, pelos efeitos, no entanto, reconheço  o realismo forçado e o final que não foi de todo bem conseguido, chamem o Chuck Norris... Desço a pontuação para 7,5 devido a pecar por estes pontos que já apontei e pelo argumento previsível.

Dracula - Untold



Duração: 92 min
Género: Acção, Drama e Fantasia
Cotação: 6,3/10
Realização: Gary Shore
Escrito por: Matt Sazama, Burk Sharpless
Data de Estreia: 2014

A narração feita pelo filho de Vlad, Ingeras, promete uma história sobre o Dracula que ninguém conhece. Vlad foi em criança entregue ao Império Otamano para manter a paz da Transylvania, consagrou-se um impiedoso guerreiro e um príncipe que zelava para o bem do seu povo. Até o dia que o Sultão da Turquia exige novamente crianças para constituir o seu corpo guerreiro com especial foco no seu filho.
Sem medo, faz um pacto com o desconhecido encontrado nas suas montanhas em que tomaria o seu lugar de Vampiro, com a garantia que poderia voltar à natureza humana se passasse por um teste de sobrevivência, força, controlo e preserverança. Estava a correr tudo bem até o dia que a sua lealdade e o seu próprio povo o questiona. Uma lição de amor, de dar tudo pelo outro e a protecção máxima quando os nossos próprios limites são postos à prova.
Aqui temos uma prova de como não é preciso um excelente argumento para conseguir um filme de entretenimento capaz de nos divertir. Já é uma marca e a aposta nela em 100 milhões foi bastante conseguida, já ninguém questiona a qualidade como marca nos monstros (lobisomens, múmias...).

Walk of Shame


Duração: 95 min
Género: Comédia
Cotação: 6,0/10
Realização: Steven Brill
Escrito por: Steven Brill
Data de Estreia: 2014

Ela só queria sair da fossa depois de o namorado ter terminado com ela. Desafiada pelas amigas saiu para a noite que teve tudo para correr mal. Das típicas comédias que apresentam um conjunto de peripécias para forçar o riso de quem assiste. É só isso, um filmezinho light, para entreter e divertir sem grandes esforços.
Recomendo para passar uma tarde descontraida e só querem mesmo isso, ver um filme só por ver, sem grandes expectativas.

Quais conhecem?

Sem comentários:

Enviar um comentário