sexta-feira, 29 de maio de 2015

Sabes o que andas a comer? Gelatina

Quem faz dieta a primeira coisa que adiciona ao seu cardapio é a gelatina, ela é docinha e ajuda naqueles momentos que a gula ataca, não engorda e não adiciona calorias desnecessárias entre as refeições.

O que muita gente não sabe é que a gelatina é nada mais, nada menos do que um pó desidratado composto por ossos, cartilagem, colágeno e minerais de animais. O que ainda menos pessoas sabem é que concentra em si um conjunto de beneficios para a tua saúde.

Mas, antes de nos desbruçarmos sobre isso vamos analisar a composição da gelatina light de romã da marca condi.

Ingredientes: gelatina (esta é que ninguém estava à espera), maltodextrina, fibra, reguladores de acidez (ácido fumárico, ácido e citrato de sódio), aroma, antioxidante (vitamina C), edulcorantes (aspartame e acessulfame K) e corantes naturais (antocianinas e betacaroteno). Contém edulcorantes, fonte de fenialalanina. Contém leite, dióxido de enxofre e sulfitos. Pode conter glutén. 


Beneficios da gelatina

A vantagem imediata que nos vem a cabeça é que ajuda a emagrecer, uma vez que devido à presença de aminoácidos revela-se um moderador natural da fome e estimula a saciedade por mais tempo. A glicina é um bom desintoxicante, a gelatina favorece a digestão por aumentar o hidroclirídico no estomago e como tal contribui para a prevenção de estrias e celulite.

A gelatina estimula o colágeno humano, que vai manter a tonicidade e elasticidade da pele e consequentemente prevenir o surgimento da flacidez, o envelhecimento precoce e o aparecimento de rugas. Como reduz o stress e elimina os distrubios do sono a nossa pele vai sair beneficiada, a glicina juntamente com a arginina propiciam a cicatrização de feridas mais rapidamente.

A cicatrização não se limita à pele, a gelatina tem o poder de reduzir a inflamação, aumenta a nossa imunidade e previne lesões desportivas. Ao mesmo tempo que preserva as nossas cartilagens, tendões, ossos, desempenhando um papel importante na prevenção de dores articulares e artroses. A falar de ossos, a presença de cálcio, magnésio e fósforo fortalece as unhas, dentes e lá está ossos e faz com que o cabelo fique mais forte e brilhante.

É propicio para o equilibrio hormonal e para a redução do colesterol mau, pois aumenta o colesterol bom.

Maleficios da gelatina

A gelatina é incolor e sem sabor, a tipica usada em receitas de sobremesas. A adição de sabores e cores, segundo algumas teorias, são toxinas empurradas para dentro do nosso corpor que depois vão ser biotransformadas.

Outro ponto apontado frequentemente é a enorme quantidade de adoçante. A gelatina pode provocar alergias e o facto de ter pouca gordura alerta para o facto de que não é saudavel uma dieta sem gordura o importante é reconhecer que tipo de gordura devemos dar preferência.


quinta-feira, 28 de maio de 2015

Produtinho Estrela: Creme Nivea

Já não é a primeira vez que o creme Nivea aparece por aqui como um salva vidas. Mas, ao desfolhar a revista da Nivea estava lá um conjunto de dicas para a aplicação que eu não resisti a partilhar aqui e a experimentar. Já experimentei alguns, outros ainda não e depois partilho na página do blog para saberes se resulta. Ou então desafio-te a experimentar também e partilhar a tua experiência aqui.

1. Pés gretados e ressequidos

O truque é espalhar o creme generosamente pelos pés antes de dormir, massajando e de seguida calçar umas meias de algodão. A revista diz que de manhã acordas com os pés hidratados e macios, mas de facto não é assim tão milagrosamente, mas se repetires este processos todos os dias rapidamente vais poder usar sandálias e pôr esses pés de fora.

2. Prevenção de estrias na gravidez

Esta não tenho como comprovar, mas a revista diz que ao aplicares, antes, durante, e após a gestação vai dar mais elasticidade à pele, proporcionando uma sensação imediata de conforto e prevenindo as estrias.

3. Para mãos e cutículas

Sendo um creme gordo como é, tem um bom poder hidratante. Eu aplico todos os dias antes de dormir e sinto a diferença. Mas a revista da Nivea vai mais longe e diz que em minutos tens as mãos e as cutículas hidratadas.

4. Tatuagens

Também não testei, mas diz que é óptimo para cicatrizar a pele e regenerá-la depois de uma tatuagem. Eu em caso de queimaduras solares gosto de recorrer a ele, pois sinto que ajuda a regenerar a pele e por isso não acho esta promessa descabida de todo.

5. Máscara facial

Encontra o truque aqui no blog, em 30 minutos tens uma pele super hidratada.

6. Desmaquilhante

Se o teu desmaquilhante acabou e não tens como comprar, o creme Nivea apresenta-se como alternativa. Se resulta? Pode resultar por ser um creme gorduroso, mas é bem difícil de espalhar a manusear e tudo o que precisamos é não agredir a pele durante este processo. Aconselho a recorreres ao óleo (mesmo o johnson baby) ou numa garrafa misturares água com um pouco de azeite, mistura muito bem e tens um desmaquilhante bifásico.

7. Barbear

Lamento, mas também não posso experimentar. Mas ela promete hidratar a pele masculina antes e depois de barbear.

8. Assaduras

Em bebés e adultos promete cicatrizar e regenerar a pele depois de passar na zona problemática abundantemente.

9. Lábios

Promete ser um potente hidratante para lábios devido à sua formula lanolina. Aconselha a sua aplicação antes do batom ou antes de uma boa noite de sono. Já experimentei e sinceramente em mim não resulta, é insuficiente.

10. Olheiras

Promete tratar e prevenir olheiras com a sua plicação antes de dormir, massajando levemente e retirando de manhã com água. Com este gesto, apresenta resultados como menos olheiras, zona contorno de olhos hidratadas e linhas de expressão atenuadas. Já experimentei e não vi muitos resultados, mas vou experimentar novamente e depois conto lá na página do facebook.

11. Depilação

Quando te depilas com lâminas, a pele fica irritada e sensível, para que fique hidratada basta aplicar Nivea. Quando experimentar digo algo.

12. Cabelo

Apresenta-se como excelente hidratante de cabelo devido à sua formula com Eucerit. Aconselha a sua aplicação generosamente no cabelo, deixar actuar durante alguns minutos e depois passar por água. Esta não sabia, vou testar já hoje.

13. Domar cabelinhos bebés

Já tinha ouvido falar e experimentei e até que resulta. Aconselha a colocar uma pequena quantidade nas mãos e depois de esfregada passar nos cabelitos para não ficarem em pé. Afirma domar as sobrancelhas, esta é que já não aconselho.

14. Hidrata cotovelos e joelhos

15. Atenua manchas na pele

16. Couros

A Nivea diz para passares uma vez por ano o creme pelas tuas peças de roupa de couro e assim vais evitar que sequem com o passar do tempo. Dica extra esta.

Já conhecias?

Vais experimentar?


quarta-feira, 27 de maio de 2015

Salta uma rubrica como pipocas #8

Tenho dado por mim a ver dramas, atrás de dramas...não porque a minha vida está uma bosta... está um bocadinho... não, não está... talvez esteja... fica ao teu critério... Mas, porque estes têm surgido que nem cogumelos e prometem melhor qualidade do que os restantes géneros. E como tal tem sido difícil arranjar diferentes géneros e concentrá-los num só post. Mas vá, o que conta é a intenção.

The Water Diviner



Duração: 111 min
Género: Drama, Guerra
Cotação: 7,3 /10
Realização: Russell Crowe
Escrito por: Andrew Knight, Andrew Anastasios
Data de Estreia: 16 de Abril de 2015
Cotação Pessoal: 6,8/10

Ainda o mundo não tinha recuperado da 1ª Guerra Mundial, quando Joshua Connor tem que enfrentar um novo drama na sua vida, o suicídio da sua esposa. Em 1919, esta não suporta a dor causada pelo desaparecimento dos 3 filhos, todos alistados na campanha de Galípoli e põe termo à sua vida. Em processo de luto, Joshua embarca numa aventura e viaja até a Turquia para encontrar o corpo dos filhos que acreditava mortos em combate.
Na Turquia conta com a ajuda mais improvável e descobre que o filho Artur pode estar vivo e se está, porque não regressou a casa? É isto que Joshua tenta descobrir ao mesmo tempo que conhece Ayshe uma viúva que perdeu o marido na mesma missão.
Um hino à esperança e perseverança, quando acreditarmos pode ser o motor da nossa força.

Good People




Duração: 90 min
Género:Acção, Crime, Thriller
Cotação: 5,5 /10
Realização: Henrik Ruben Genz
Escrito por: Marcus Sakey e Kelly Masterson
Data de Estreia: 8 de Janeiro de 2015
Cotação Pessoal: 6,8/10

Anna e Tom são um casal que luta diariamente pela vida dos seus sonhos, uma boa casa, um filho e a felicidade plena. Contudo, as dificuldades económicas têm sido uma constante e um condicionante sempre presente. Até que descobrem que o seu inquilino morreu e encontram a simbólica quantia de 220000 libras escondidas.
Um dinheiro que prometia ser a solução de todos os seus problemas, passou a ser a causa de todos eles. Na luta pela sobrevivência contra o desconhecido, este filme revela engenho e criatividade. 
Eu gostei do argumento, da representação, mas chegou a um exagero que tornou o filme ligeiramente confuso.


Still Alice




Duração: 101 min
Género: Drama
Cotação: 7,5 /10
Realização: Richard Glatzer, Wash Westmoreland
Escrito por: Richard Glatzer, Lisa Genova
Data de Estreia: 5 de Fevereiro de 2015
Cotação Pessoal: 7/10

Alice é uma mulher de 50 anos, com uma família adorável, um casamento feliz, um trabalho prestigiado. Até que, como oradora numa palestra, começa a demonstrar colapsos de concentração e memória que foram evoluindo gradualmente até decidir procurar ajuda médica. Esta rapidamente diagnosticou Alzheimer precoce, neste caso hereditário, que a fez enfrentar não só a doença, mas a probabilidade de a ter transmitido aos seus filhos.
O final é bem inesperado, dizem que como houve o big bang e todo o universo apareceu, vai haver o seu desaparecimento com a mesma velocidade, e basicamente foi o que aconteceu com este filme, não gostei e por isso baixei a pontuação atribuída. A representação foi no geral excelente, não exagerada, nem caíram no cliché de dramatizar ao ponto de fazer chorar as pedras da calçada, mas sim com alguma levindade mas acima de tudo com força e coragem. 
É um bom filme para reflectires e dares importância a viver cada dia como se fosse o último. Nós morremos quando o nosso cérebro morre, ou quando ele já não nos reconhece?

Qual vais ver?

terça-feira, 26 de maio de 2015

20/20 Peças que não podem faltar no teu armário

Já foram mencionadas 10 destas 20 peças que não podem faltar no teu armário, ilustradas com diferentes look's propostos pelas lojas de roupa mais acessíveis. Agora vamos ver as que faltam? Choveram apostas de quais seriam... vamos ver se ganhaste?


Saias

De acordo com o teu tipo de corpo e a ocasião a saia é um item a não faltar nas estações mais quentes e nas mais frias. Uma saia preta é indispensável e versátil para uma festa ou até uma entrevista de trabalho.
As saias justas realçam uma anca larga, enquanto uma saia mais rodada adelgaça as pernas. As saias Midi são protagonistas nesta estação.



T-shirt

Guarda fatos que se preze tem que ter t-shirts. Estas são super confortáveis e fáceis de conjugar com umas calças, saia, calções, sem muito trabalho consegues um outfit muitas vezes original. A melhor parte é que consegues várias tendências numa só peça, como os estampados, rendas, crop... e realças um outfit que seria muito escuro ou sem graça.


Calças Pretas

Se tivéssemos que escolher apenas umas calças para usar para o resto da vida...eu escolhia as calças pretas e tu? Combinam com mais coisas do que as coloridas ou mesmo uns jeans claros, consegues look's informais com elas, mas metes um blazer e já estás preparada para uma ocasião mais delicada ao mesmo tempo que dão a impressão que tens umas pernas mais altas e magras.

Camisola de malha

No Inverno e no inicio da primavera uma camisola de malha grandalhona ou com uma malha mais aberta é um indispensável. Se forem largaronas conjugadas com leggings ficam super bem, eu adoro, uns leggings uma camisola de malha, umas sabrinas e tou pronta para os dias que se prevêem mais frescotes.


Camisa Branca

É um clássico, uma camisa branca é adaptável a todas as situações, permite caprichar na maquilhagem, cabelo e conjugar com todas as peças, mesmo aquelas mais desafiantes devido ao seu corte ou estampado.


Camisa Xadrez

Já expliquei aqui  o quanto transformam um look. A camisa de xadrez consegue acrescentar cor ao teu conjunto, torna-lo mais juvenil, divertido e casual

 Blusão de ganga

Já falei dele aqui. Gosto tanto de um blusão de ganga porque ele consegue tornar um vestidinho mais compostozinho que à priori ficaria no armário, para uma peça super usável para o dia a dia. Além de estiloso ainda te ajuda a reciclar peças.


Jaqueta de pele

Sobre este não vou tecer qualquer tipo de comentários porque penso fazer futuramente um post sobre ele. Além disso penso que dispensa grandes apresentações.

Cardigã / casaco de malha

Este tempo meio incerto alimenta um conjunto de dúvidas sobre o que vestir. Se de manhã está fresquinho, à hora do almoço está muito calor, podes sempre recorrer as camadas e ir tirando durante o dia ou colocando novamente, de acordo como te sentires. Mas, o meu truque preferido é um cardigã quentinho, é muito reconfortante quando está mais fresquinho, tiramos e ficamos bem sem ter que desmontar o conjunto. Também é bastante útil para constituir camadas.


Acessórios

Os acessórios são os protagonistas na transformação de um conjunto. Podes estar com peças básicas dos pés à cabeça metes um acessório e ficas super moderna, citadina e fashion. Na primavera os meus preferidos são os lenços, eles dão alegria ao conjunto, adicionam cor, permitem explorarmos os padrões que estão na moda e criar pontos de luzes no look.

Qual a peça que adicionavas a esta lista?
Concordas comigo?

segunda-feira, 25 de maio de 2015

Socorro tenho um casamento

O tempo aquece e os casamentos aparecem, Maio é o mês por excelência de casamentos mas apenas dá abertura a estas festividades.

Quando recebemos um convite a primeira coisa que nos passa pela cabeça é "o que é que vou vestir" se o convite não menciona dress code aí só há lugar para a nossa imaginação e bom senso.


O primeiro passo é avaliar a formalidade da festa, em caso de duvidas aponta para o semi formal e adequa-o à hora e local.

A proposta apresentada é para de manhã, quando o casamento se realiza antes das 17 horas é importante escolher vestido curto, a sofisticação do mesmo vai evoluindo consoante mais tardia a hora, sendo o mais sofisticado, comprido e com cauda reservado para eventos nocturnos. 

A cor do vestido também escurece com o avançar da hora, daí ter escolhido um vestido fluído, claro e colorido. Mas não te esqueças o branco e total e nude fica reservado para a noiva.

Nos casamentos de manhã os cabelos querem-se leves, a maquilhagem iluminada e sem exageros. Os acessórios minimalistas ficam sempre bem, neste caso a pulseira escolhida, mais trabalhada, é importante para formalizar todo o conjunto, tal como a mala. Esta não precisa necessariamente de combinar com os sapatos.



Um casamento à hora do almoço ou à tarde já pede um tecido mais pesado e trabalho. Eu vejo nos casamentos a oportunidade ideal para apostar nos look's mais de princesa daí ter escolhido um vestido bem rodadinho, estampado com flores e penteado bem simples. Este último deve durar o dia todo por isso certifica-te que está bem preso.

Para contrastar escolhi acessórios mais punk, que marcam bem a sua presença. No caso do casamento ser numa Igreja é importante adicionar uma écharp, blazer... qualquer coisa que tape o decote e os ombros. Por esta razão e pelo estampado do vestido, optei não adicionar muitos mais acessórios sob o risco de ser informação a mais.

A gravata do namorado, marido, companheiro não tem necessariamente que combinar com o teu vestido.

Atenção evita a todo custo estreares sapatos no dia do casamento, é bastante arriscado e podes ficar desconfortável durante toda a festa.

Aqui a maquilhagem já pode ser mais marcada, uma boca chamativa, rosa choque, e um olhar iluminado é bem juvenil e adequado a este look de princesa.


Por fim, num casamento depois das 17horas, as cores escuras desaconselhadas até então podem aparecer. O preto só é permitido para festas à noite, caso contrário guarda-o para um funeral.

Os brilhos e cores metálicas também podem aparecer mas cuidado, reserva-as para apontamentos. Não apostes num vestido comprido integralmente prateado ou dourado sob o risco de pareceres um astronauta ou globo de ouro.

Neste apostei já no look sugerido pela loja por considerar suficiente, mas este vestido suportava bem um colar bem chamativo. Quando assim o é, os restantes acessórios devem ficar o mais simples e discretos possíveis.

Luvas são reservadas para a tarde e o chapéus, embora permitidos, eu pessoalmente, aconselharia que os deixasses para as mães dos noivos.

Na minha opinião cabelos com tranças funcionam muito bem devido à sua durabilidade, aposta nas texturas. Já a maquilhagem quer-se sofisticada, bem marcada e poderosa, uma boca vermelha ou um esfumado preto são uma boa aposta.


São estas as minhas sugestões, gostaste?

Qual gostaste mais?

sexta-feira, 22 de maio de 2015

Sabes o que andas a comer? Iogurte

O iogurte é daqueles salva vidas que não podem faltar no nosso frigorífico para os períodos entre refeições. Apesar de muito insistirem que ele faz mal à saúde devido a ter bactérias vivas, são essas mesmo que o tornam um bom aliado para a nossa saúde. Um iogurte é composto por 3 bactérias: Lactobacillus bulgaricus que vai transformar o sabor doce do liquido em ácido, Streptococcus acidophilus que actua sobre a lactose (tipo de açúcar) e transforma-o em ácido láctico e por fim a Streptococcus termophilus que confere a cremosidade. Não, não fui buscar estes nomes ao Harry Potter!

Devido à fermentação bacteriana e por ser uma fonte de fermentos lácteos vai melhorar a digestão e trazer vários benefícios para todo o organismo. Mas, já lá vamos.

Antes de mais vamos analisar o iogurte de beber magro da marca Pingo Doce.

Ingredientes: Leite pasteurizado desnatado, fibras alimentares (oligofrutose, inulina), polpa de morango, cereais (trigo e aveia), amido de milho, aroma de morango, espessantes (pectina amidada, goma xantana), edulcorante (aspartame), corante da fruta (antocianinas, beta-caroteno), regulador de acidez (ácido cítrici), fermentos lácticos, conservante da fruta (sorbato de potássio). Contém uma fonte de fenilalanina.

Benefícios para a saúde

Os benefícios para a saúde são incalculáveis e em regra ultrapassam os benefícios do próprio leite. O iogurte aumenta a nossa imunidade, uma vez que recompõe bactérias benéficas à flora intestinal (probióticos) e expulsa as bactérias ruins. Devido ao alto teor de cálcio fortalece os dentes e ossos, prevenindo, assim, a osteoporose. 

Mantém a tonicidade muscular do aparelho gastrointestinal devido à existência de vitaminas complexo B, melhora o transito intestinal (diminuindo a prisão de ventre), ajuda a emagrecer, quem tem intolerância à lactose suporta bem os iogurtes sem sentir aquele desconforto intestinal. Todos estes benefícios ao nível do aparelho digestivo promovem o bom humor já que o intestino é o cérebro emocional do corpo e como propicia a oxigenação das células, ajuda no combate da depressão e ansiedade.

Protege o Sistema Nervoso porque ajuda nas contracções musculares e na comunicação das células do Sistema Nervoso, melhorando, deste modo, a função dos neurónios. Ainda, deixa a pele mais bonita devido à acção da Vitamina A e o hálito mais fresco.

Malefícios para a saúde

As consequências indesejadas promovidas pelo iogurte estão estritamente relacionadas com a quantidade de açúcar que ajuda a desequilibrar a dieta.

Lembra-te que apenas deves consumir 3 porções de lacticínios.



quinta-feira, 21 de maio de 2015

10/20 Peças que não podem faltar no teu armário

"Não tenho nada para vestir!". Se tiveres as seguintes peças e acabaste de fazer aquela afirmação estás provavelmente a mentir, que feio! Fiz uma coletânea de peças que se forem misturadas entre si consegues diferentes conjuntos, para várias ocasiões e com opções infindáveis.

Casacos / Coletes de pêlo

Eles têm o poder de transformar e compor qualquer look ao mesmo tempo que nos aquecem. Na primavera/verão já não precisas de tanto aconchego, mas no caso do colete com uma camisola 3/4 e uns botins já arrasas sem teres que pensar muito. Favorecem qualquer tipo de corpo, adelgaçando as pernas e braços (no casos de coletes) por criarem volume no tronco, se usares aberto ainda te faz parecer mais alta por criar linhas rectas.


Gabardina / Trench Coat

Super útil para o Inverno mas também indispensável para as chuvas de verão, pois não aquecem, apenas retêm o teu próprio calor (pelo menos o meu é assim). 
Pode ser usado formalmente ou informalmente, combina com  todo o tipo de estilos e calçado, embora o bege seja o mais popular oferece uma variada gama de cores.

 Jeans

Todas nós temos umas calças de ganga no armário, mas poucas encontramos as calças perfeitas que valorizam o nosso corpo. São tantas as opções que por vezes nos perdemos na hora de comprar, dependentemente do estilo que queres a tua escolha varia. Contudo, as mais versáteis são as calças skinny ou de corte direito de ganga escura, clássicas e sem rasgados e sem muitas lavagens.


Leggings

São super confortáveis, quentinhos e um aliado para equilibrar o look quando queremos usar camisolonas ou cardigãs. Normalmente são escolhas para o dia a dia, mas com uma camisola de lã grossa, uns saltos altos e estás pronta para um jantar num restaurante mais requintado digamos assim. 
Vais passear? Os leggings enriquecidos com acessórios conseguem um look muito estiloso.


Parca

Já falei aqui do porquê desta peça não poder faltar no teu armário. Apesar de não estar tanto frio, as manhãs e noites de primavera ainda suportam bem uma parca das mais fininhas.


Calções de ganga

São super úteis para construir um look quer na primavera quer no verão, embora também possa ser usado nas estações mais frias com uma meia calça. Em caso de dúvida sobre o que vestir, uns calções de ganga, uma camiseta e estás pronta para arrasar, com um estilo moderno, casual ou até casual-chic consoante as peças complementares.


Vestido Preto

Dizem os entendidos que "com um vestido preto eu nunca me comprometo" e de facto em caso de dúvida recorremos sempre a ele. Numa festa, num cocktail, num after hour, no dia a dia, num jantar, numa reunião... um vestido preto suporta vários acessórios e é facilmente transformável de acordo com a ocasião.


Calças Coloridas

Também já falei delas por aqui.


Peças estampadas

Os estampados são "unha com carne" com o estilo boémio e hippie chic, predominando estes estilos, predominam os estampados. Os mais frequentes são étnicos, florais, animal, com frases e marinheiro. Têm o poder de divertir qualquer conjunto e dar aquele tcharan...




Blazer

Não é preciso dizer nada não é? Para ires a uma entrevista de trabalho, a uma reunião, apresentar um trabalho... qualquer situação semi formal.

Adivinhas quais são as restantes 10 peças?

O que não pode faltar do teu armário?

quarta-feira, 20 de maio de 2015

Dicas para preparar a marmita

A moda da marmita é coincidente com esta onda mais fitness, reeducação alimentar e preocupação com a saúde. Cada vez mais as pessoas querem ter total controlo sobre o que andam a comer e optam por hábitos alimentares mais conscientes, a crise só veio impulsionar esta moda de levar a marmita para o trabalho. E se este controlo e poupança são as principais vantagens de levar a marmita, seres sempre tu a prepará-la e teres o dobro de trabalho pode ser desmotivador e por isso tens que lutar contra isso.

Contudo, preparar a marmita tem a sua ciência, há alimentos que são estritamente proibidos como os peixes (devido ao seu forte odor que pode contaminar o microondas e ser desconfortável para quem vier a seguir - é só uma regra de cidadania) , massa sem molho, fritos, carnes grelhadas, risotos porque tendencialmente ficam muito secos quando reaquecidos.

Assim, o truque é optares por comidas com molhos como lasanha, carne picada, almôndegas,  empadão, em caso de dúvida os alimentos que demoram mais a confeccionar como os assados por exemplo são os que melhor suportam um reaquecimento. Contudo, estes molhos muitas vezes mancham os recipientes de plástico quando aquecidos, por isso, escolhe marmitas e recipientes de plástico de cor laranja e vermelho, pois vão disfarçar este probleminha.

O truque de uma boa marmita é montá-la previamente num prato para teres noção do que vais comer e compõe esta sempre com uma porção de proteína, carboidratos, leguminosa e legumes e separa todos eles no seu compartimento. Há marmitas que já têm os compartimentos devidamente separados.
Depois não te esqueças da conservação, essa é mais importante do que qualquer outra coisa. Opta por sacos térmicos, se tens alimentos que requerem refrigeração como iogurtes, queijos e afins e o teu trabalho ou sitio para onde vais não tem frigorífico acrescenta um saco com gelo bem fechadinho e sem lugar para fugas.

Para concluir, deixo abaixo uma sugestão adequada de menu para qualquer "marmiteiro" que se preze:

Segunda

Sopa

Carne assada + batata assada + salada

Maçã

Terça

Sopa

Almôndegas + arroz de feijão branco + broculos salteados 

Gelatina

Quarta

Sopa

Douradinhos (estes podem ir crus, mas descongelados depois cozinham-se no microondas por 3 minutos) + feijão verde cozido (leva o azeite e o vinagre para temperar à parte)

Laranja

Quinta

Sopa

Empadão de atum + salada

Iogurte

Sexta

Sopa

Salada de frango

Banana


És adepta(o) da marmita?

terça-feira, 19 de maio de 2015

Salta uma rubrica como pipocas #7

Já estavas a morrer de tédio, a pensar meter fim a tal sofrimento... mas espera... pode ser que encontres por aqui alguma sugestão para ocupar os teus tempos livres. Como sempre tentei abordar diferentes géneros.

The Cobbler


Duração: 99 min
Género: Drama, Comédia e Fantasia
Cotação: 5,8 /10
Realização: Thomas McCarthy
Escrito por: Thomas McCarthy, Paul Sado
Data de Estreia: 14 Maio de 2015
Cotação Pessoal: 5,5/10

Antes de começar, alguém me explica como é que um drama pode ser comédia, quem é o ser insensível que se ri com a desgraça alheia?! Quem???? Não tens coração?

O filme começou bastante bem, com uma contextualização histórica, com uma lição moral que prometia fazer reflectir sobre os julgamentos alheios e que só devemos mencionar o outrém "quando calçamos os seus sapatos"... se virmos bem até que é filosófico!

A história concentra-se no sapateiro que herdou a profissão já do tetra avô e que tinha uma máquina usada apenas em ocasiões especiais. Até que descobriu que essa mesma máquina tem poderes especiais e quando usada permite que te transformes na pessoa dona do sapato consertado. 

O argumento até que é interessante e prometia um bom filme, mas a partir daqui tudo descambou, tornou-se previsível, repetitivo, exagerado e com piadas ocasionais mesmo ao estilo do Adam Sandler. Mas vá, não sejamos mal agradecida(o)s é uma comédia de 99 minutos e isso é dificílimo encontrar nos dias de hoje que parece que o povo anda todo deprimido e só vê dramas.

Camp X-Ray




Duração: 117 min
Género: Drama, Guerra
Cotação: 7,1 /10
Realização: Peter Sattler
Escrito por: Peter Sattler
Data de Estreia: 17 Outubro de 2014
Cotação Pessoal: 6/10

Este filme foi surpreendente, não pela excelente representação, nem pela fotografia de óptima qualidade e até o argumento deixa um tanto  a desejar... Mas, pela sua imprevisibilidade! Estás à espera de um filme de guerra, em que finalmente a Kristen desempenha um papel real. Só que não! 

A Cole abraçou a difícil missão de vigiar um bando de terroristas detidos devido ao 11 de Setembro e garantir que estes se vão mantendo vivos por mais tempo... para qui ça possam sair um dia, com a vida destruída e sem qualquer previsão de oportunidades, para poderem viver uma vida infeliz para todo o sempre. As regras eram simples, não deixar que estes entrassem na sua cabeça e descobrissem seja o que for sobre a sua vida.

Vá o que sabemos da Kristen? Que já namorou com um lobisomem, com um vampiro, com um caçador... reparando bem, ela ainda não tinha namorado com nenhum muçulmano terrorista e faltava esse na sua colecção de amores improváveis. E é isso... um filme de guerra rapidamente torna-se um romance e centrado num amor impossível entre um detido e a sua vigia que apesar de demorar a começar tem um desenrolar bem rápido. Por outras palavras, demoras a perceber o objectivo do filme e quando finalmente percebes, ficas preso ao ecrã porque queres ver como acaba, apesar de saberes como acaba. Apenas não te ocorre momentaneamente.

Million Dollar Arm



Duração: 124 min
Género: Drama,Desporto e Biografia
Cotação: 7,1 /10
Realização: Thomas McCarthy
Escrito por: Jon Hamm, Aasif Mandvi, Alan Arkin
Data de Estreia: 16 Maio de 2014
Cotação Pessoal: 7,1/10

Este filme baseia-se numa história real e é da Disney, aposto que já te convenci a vê-lo só com estes dois argumentos.

JB (não é nome de whisky? não é que perceba muito de bebidas alcoólicas mas suspeito que sim) é um agente desportivo, que vive uma vida desafogada, com uma casa grande, um carro bom, uma modelo na cama e tudo mais o que queria até que... o negócio começa a correr mal e é desafiado pela vida a procurar alternativas. E como é que ele fez isso? Viu o Futre (para quem não sabe é um ex-jogador de futebol português que agora se dedica a publicidade de estimulantes sexuais) a falar da importação de um chinês para jogar no Sporting e pensou "porque não ir buscar dois indianos para jogar beisebol? Afinal tem muita gente, jogam críquete e seriam facilmente convencidos com o sonho americano!". 

E assim o fez... viajou para a Índia, aceitou a inscrição de várias crianças e jovens indianos, fez castings (sim do género dos Ídolos), encontrou dois indianos prodígios e levou-os para os EUA para os tornar verdadeiros jogadores de beisebol. O filme retrata todo o seu percurso e termina com imagens reais. Sinceramente gostei, concordo com a pontuação e a qualidade da Disney esteve sempre presente... a mensagem de que o amor vence barreiras.


Já conheces algum destes filmes? Concordas?

segunda-feira, 18 de maio de 2015

Dizem por aí que se usa: Blazer

Qual é a peça que nunca, jamais, never... podia faltar por aqui? O blazer, é óbvio! O blazer é uma peça tipicamente masculina, oriunda de Inglaterra e do século XIX, que foi adaptada e integrada no vestuário feminino pela a mão de Coco Chanel (merci beaucoup). Mas, foi no ano 2010 que, puuummmm, explodiu para todos os armários de todas as mulheres... e nas carteiras destas já que é uma peça que exige investimento. Vá, posso contar um segredo se prometeres não contar a ninguém, eu já comprei um blazer por 1euro, mas isso foi um dia de muuuuuiiiiiiiiita sorte.

É uma peça super versátil que permite inúmeras conjugações e pode ser usado com todas as peças e em todas as estações. Mas, é durante a primavera e o outono que eles se tornam imprescindíveis. 


O blazer pode ser o teu melhor amigo nas ocasiões mais especiais e formais, mas também com uns ténis, uns jeans ou boyfriend jeans é super adequado para ser usado num look mais casual, dia a dia e informal. 

Um truque que arrasa num blazer é o forro, normalmente estampado, permite que as mangas sejam dobradas e dá, assim, aquele up, pormenor super moderno, atual, juvenil e despojado ao look.


No inverno, exige a combinação de muitos acessórios e sobreposições para nos aquecer, pois apesar de ajudar é insuficiente nos dias mais frios. 

O corte é muito importante e ajuda a valorizar qualquer tipo de corpo, embora se adapte a todos. 
Um blazer boyfriend valoriza quem tem os ombros mais largos, devido ao seu caimento reto e pelo corte mais quadrado, ao mesmo tempo que ajuda quem tem os quadris mais evidenciados.

Mas, se pelo contrário o teu quadril precisa de uma ajudinha para dar nas vistas, aposta em blazers cinturados que como vai marcar a cinturinha, vai criar curvas. Se for curto, ainda, vai alongar a figura, se o seu comprimento ultrapassar o tamanho do quadril vai dividir a figura e consequentemente fazer parecer que és mais baixa.

O próprio blazer ajuda com o peito, se ele for bastante decotado tem o poder de equilibrar seios maiores, mas se pelo contrário tens um peito  pequeno e queres dar a ilusão de maior volume, as lapelas mais largas e a combinação de tecidos e texturas vão ser os teus melhores amigos.

Agora estás a pensar, "ok, faz milagres mas aqui à pessoa que tem uma barrinha mais saliente não há salvação possível", desengana-te, há sim um blazer certo para ti... opta pelos que tem um corte mais desestruturado, que além de disfarçar a barriguita ainda disfarça ombros mais largos ou por blazeres que tenham no máximo dois botões, mas o ideal é 1.



Ele pode ser usado em casamentos, aniversários, baptizados, numa saída à noite, no trabalho... basicamente em todo o lado. Usas um blazer e pareces logo muito mais cuidada, sendo um bom aliado no verão, onde temos a tendência para irmos para look's demasiado casuais e muitas vezes desadequados onde estamos.

Já tens o teu?

sexta-feira, 15 de maio de 2015

Sabes o que andas a comer? Cereais matinais

Estamos farta(o)s de saber que quando queremos fazer dieta os cereais matinais são os teus aliados devido à grande quantidade de fibras, trigo e vitaminas. O que não sabemos é que o trigo não é tão amigo do nosso organismo como espalham por aí e que pode até ter consequências indesejáveis no nosso corpo e que estes cereais têm grandes quantidades de açúcar.

Se reparares, na maioria dos cereais a embalagem mudou e foi acrescentada, no caso da Nestlé, uma faixa verde que certifica que estes são feitos com trigo integral. Isto não foi feito à toa, porque as vantagens deste cereais apenas se verificam se forem integrais. Estes têm o farelo (casca), endosperma que é onde se concentra a fonte de energia e os carboidratos) e o gérmen (semente) que disponibiliza os minerais, vitaminas, antioxidantes e fitonutrientes. Se os cereais integrais têm vitamina E, Complexo B e minerais como selénio, zinco, cobre, ferro, magnésio, fosforo e fibras, quando processados em farinha branca perdem a parte exterior e consequentemente 80% das suas fibras.

Baseei-me nos cereais de frutos vermelhos da marca Kellogg's Special K na apresentação dos seguintes ingredientes e informações nutricionais:

Ingredientes: Arroz (43%), trigo integral (31%), açúcar, cevada (7,5%), farinha de malte de cevada, frutas vermelhas liofilizadas (5%) (framboesa, morangos, cerejas), farinha de malte cevada e sal.

Benefícios dos cereais

Concentrei-me principalmente no trigo enquanto cereal principal (apesar de neste caso ser o arroz), o trigo promete reduzir o colesterol devido a acção do Ômega 3 e reduzir o risco de doenças cardiovasculares.

Devido ao alto teor de fibra, aumenta a saciedade, ajudando deste modo a perder peso, reduz o risco de cancro (intestino e estômago), melhora o funcionamento intestinal e com os antioxidantes mantém as células do corpo hidratadas, mantendo a pele saudável, reduz as toxinas do corpo, fortalece o sistema imunológico e combate o envelhecimento precoce.

Produz baixos níveis de glicoce (menor resposta da insulina e consequentemente diminuição do peso), espanta a insónia e ansiedade, aumenta a concentração, controla os diabetes segundo a Universidade do Hawai - Sociedade Americana de Nutrição. Não nos podemos esquecer que segundo a listagem dos ingredientes, o açúcar apresenta-se em terceiro lugar, o que é uma grande quantidade nociva à saúde e se virmos bem tem mais açúcar do que fibras.

Maléficos dos cereais

William Davis é o grande protagonista na luta contra o trigo, sendo cabeça de cartaz dos manifestos contra o seu consumo contradizendo muitas vantagens numeradas anteriormente. Acusa inclusive o trigo de ser a principal causa da obesidade nas sociedades ocidentais. 

Segundo ele, basta deixar de consumir trigo para notar efeitos a nível da asma, artrite e perda de peso até 30 quilos em 6 meses.  Isto porque o trigo consumido em forma de farinha branca pode gerar compulsão alimentar porque esta não promove a saciedade e eleva o açúcar no sangue.

E se anteriormente falei de como é benéfico para o aparelho digestivo, há quem contradiga e informe que faz com que o refluxo ácido provocado vá irritar o intestino. 

Por fim, o trigo ainda é acusado de inchar as pernas e provocar enxaqueca e como tal deve deixar de ser consumido para quem sofre destes males. Depois o óbvio, os celíacos ou intolerantes ao gluten devem fugir dele a sete pés.

Sabias?

quinta-feira, 14 de maio de 2015

Livro: O amor proibido de uma freira portuguesa


Olha só o que apareceu por aqui...Sim, acredita é mesmo um livro! Já desde este post que não falava nas leituras e não dava a minha opinião sobre um livro e já desde aqui que não falo de um livro que não seja de José Rodrigues dos Santos e porquê? Porque estou farta dos livros dele e queria variar um pouquinho (Mentira! Não tenho é mais nenhum livro dele - o que me obriga a procurar alternativas, e que difícil!).

Uma destas alternativas foi "O amor proibido de uma freira portuguesa" de Myriam Cyr, um Mistério Histórico de 212 páginas, 5 cartas, 8 capítulos, 2 livros, 32 perguntas sobre amor, 139 livros consultados e um livro.

Confusa(o)? Continua a ler para perceberes do que estou para aqui a falar.

"Myriam Cyr, actriz de teatro internacionalmente famosa, expõe neste livro o resultado da sua investigação meticulosa sobre as célebres Cartas atribuídas à  freira portuguesa do século XVII, Mariana Alcoforado. Cartas de um amor proibido entre uma freira portuguesa e um oficial francês que vieram a inspirar a imaginação de poetas, pintores e académicos de todas as épocas, ao mesmo tempo que o mistério acerca da sua autoria persistia.
Em 1669, um livreiro parisiense publicou um pequeno volume chamado Cartas Portuguesas, que pôs Paris em pé-de-vento. Quando se tornaram públicas nos salões de Paris, pensou tratar-se da criação ficcional de um aristocrata francês. A ideia generalizada era a de que uma mulher não poderia escrever palavras de tão surpreendente veracidade e beleza. O volume tornou-se um best-seller da época, enquanto o oficial manteve um silêncio cavalheiresco até à sua morte.
Eis que agora, depois de uma pesquisa meticulosa, Myriam Cyr defende de forma persuasiva a tese segundo a qual foi de facto a freira, Mariana Alcoforado, quem escreveu as cartas, e de que a sua experiência é uma das mais comoventes na história do amor proibido.
Séculos mais tarde, as cartas continuam ainda a falar-nos acerca de um amor que transcendeu barreiras sociais e, em última análise, o próprio tempo. Ao afirmar ousadamente que Mariana é a autora daquelas expressões espantosas, Cyr coloca-a no panteão dos maiores poetas do amor.
Um excelente trabalho de pesquisa e de leitura apaixonante de uma actriz americana que dignifica da nossa História."

Qual Romeu e Julieta? Mariana Alcoforado e Chamilly é que é, enquanto esteve em Portugal fez as delícias...honras da casa? Não sei como explicar isto sem ser vulgar...mas percebes, não percebes? Depois deixou Portugal, foi para França, nunca respondeu a nenhuma carta, estas andaram pela mão do mundo, ficando toda a gente a saber que uma freira andou com um militar...a fazer coisas... e depois ele c****, vá ignorou a sua pessoa e ela ainda tem a ousadia de escrever a agradecer tais prazeres até então desconhecidos?! Valha-nos D. Pedro, na altura já casado com a cunhada com quem se envolveu enquanto o irmão era um homem casado e feliz, dizer que aquilo era tudo ficção e que em Portugal não há dessas pouca vergonhas.

As primeiras 86 páginas são de contextualização, escritas hipoteticamente, do género "A Mariana terá conhecido o Chamilly", "Ele terá entrado no seu quarto e terão feito bebezinhos de olhos verdes"... Eu teria gostado muito desta parte se ela não fosse tão difícil de ler, não por o português ser arcaico, não por o texto não ser fluente ou estar mal pontuado, mas porque está recheado de anotações que estão concentradas no final do livro, o que te obriga a andar de frente, para trás, de trás para a frente. Muito confuso!

Depois tem as cartas que até que estão giras, mas não me comoveram, nem achei nada de especial, na verdade não me convenceram. Mas, admito que tem um especial interesse histórico. Depois finaliza a tentar provar que de facto as cartas foram escritas por Mariana Alcoforado e não pelo Zézinho francês que foi um visionário e publicou-as em livro para sair do desemprego e ser escriba do rei. Quem nunca? Quem nunca tentou aproveitar-se do intelectual alheio para subir na vida? Hein? Grrrr Daí serem dois livros num...porque Myriam deixa o outro livro para consulta para provar que Guilleragues não tinha capacidade para escrever tal livro (não sei se era esta a intenção da autora, mas eu interpretei como tal...condenem-me!).

Achei interessante no fim ela fazer uma apresentação sumária de cada personagem e o seu final, assim não ficas com aquela sensação de "ah e tal é só isto?" e das obras que foram mencionadas, ganhado bónus por isso mesmo. Ah, e fala do Condé... sim Príncipe Condé o daqui.
Recomendo a sua leitura, é um livro pequeno, com muitos acessórios que podes simplesmente saltar e ainda fica mais pequeno e muito dificilmente te perdes na história...o que é óptimo se não tens muito tempo para ler e ficas com grandes intervalos entre leituras.

Conheces?
Queres conhecer?

quarta-feira, 13 de maio de 2015

Hora da Chefe: Bifinhos de frango panados com Corn Flakes


És fã de panados mas gostavas de uma opção mais light, leve e crocante? O Socorro Vou Morar Sozinha vem-te ajudar.

Com uma opção super rápida, fácil, saudável, barata e deliciosa que te permite usar bifes de frango ou porco, ao mesmo tempo que permite usar os Corn Flakes que se estão a estragar no armário.

1º Passo: Bate um ovo, bem batidinho. Reserva.

2º Passo: Esmaga os Corn Flakes com as mãos. Reserva.

3º Passo: Tempera a carne a gosto. Esta foi temperada com vinho (pouquinho), sal, alho, pimenta, oregãos.

4º Passo: Passar a carne por ovo e depois pelos Corn Flakes e dispõe num recipiente próprio para ir ao forno.

5º Passo: Levar ao forno a 200º por aproximadamente 15 minutos.

Depois podes servir com espinafres salteados com cogumelos frescos e arroz de cenoura como na imagem ou apenas salada que fica igualmente delicioso.

Ou então podes cortar os bifes em quadradinhos e servi-los acompanhados com molho agridoce para o pessoal que vai lá a casa ver o futebol.

Vais experimentar?

terça-feira, 12 de maio de 2015

Dicas para decorar uma casa arrendada


Primeiro de tudo não se diz alugar casa mas sim arrendar, devo esclarecer este pormenor em homenagem aos meus amigos de direito. O termo alugar está reservado a bens móveis e arrendar para imóveis,  a não ser que mores numa caravana fica pelo segundo termo.

O arrendamento voltou a ser opção com a crise, em Portugal poucos são os que se sentem seguros a adquirir o seu próprio imóvel porque os empréstimos são perigosos, os empregos instáveis e com a entrada cada vez mais tardia no mercado de trabalho, endividares-te com uma casa que possivelmente nunca vai ser tua é capaz de não ser a tua melhor ideia... (ok, eu sei que vais viver até aos 100 anos). Antes ainda havia a desculpa de que esta ficaria para os filhos, mas será que eles vão ficar a viver por estes lados? Se muito provavelmente nem em Portugal, fará onde nasceram.

Questões sociológicas à parte, seja qual for o motivo que te levou a arrendar uma casa/apartamento, estás familiarizada com as dificuldades na hora de a/o decorares. E se a tua senhoria é uma bruxa então terás com certeza a vida dificultada. 

As casas para arrendar são bem impessoais e é normal que o sejam para agradar a gregos e troianos, mas tu que vais para lá morar tens que te adaptar e desenrascar com as portas castanhas, paredes e teto brancos e dares o teu toque pessoal com alguns truques.

1. Têxteis

Já me admiti como uma apaixonada da decoração fast, daquela em que não tens que te fidelizar para uma vida e numa casa arrendada esta é a melhor opção. Não podes pintar as paredes? Dá cor com cortinados, almofadas e mantinhas. Odeias esse chão tão 1950? Usa tapetes XXL. Os sofás são mais velhos que a tua bisavó? Recorre a capas para sofá. A parte gira é que com estes pormenores consegues conjugar cores, padrões e dar a tua identidade a qualquer divisão e para todas as divisões. 

Os têxteis são ótimos porque ao mesmo tempo que dão conforto e criam um ambiente na casa, ainda permitem esconder aquilo que não gostas. Numa cama com um edredão giro, almofadas divertidas, ninguém vai reparar que não tens testeira. Os cortinados taparão a janela antiga, o tapete o chão que odeias...e por aí adiante.

2. Usa a parede branca como tela

Não podes pintar? Ok, também não faz mal. Como a parede é branca (por norma) não vai brigar com o resto da decoração. Era pior se a parede fosse verde alface e quisesses uma decoração preto e vermelho... lá tinhas que dizer aos convidados que tens um part time na televisão e que aquela parede serve de tela verde propositadamente para depois acrescentarem a imagem de fundo.

No entanto, uma tela que se preze tem que ter adereços adequados e podes decorá-la com quadros (cuidado com os furos, podes furar a canalização ou assim, usa daquelas fita cola de dois lados próprias para o efeito), stickers (aqueles  adesivos de vinil que se colam à parede, próprios para não danificar a pintura) com mensagens ou desenhos... o que quiseres.

3. Completa espaços em branco

Uma casa demora anos a ficar completa e a ausência de móveis pode ser realçada com a existência de espaços em branco demasiado amplos. Se não tens dinheiro para comprar a estante que achas que ali ficaria linda, improvisa, encosta uma escada decorada, um espelho gigante (estes têm o bónus de ampliar a divisão), biombos...o que ditar a tua imaginação.


 

4. Faz os teus próprios móveis

Numa casa arrendada não vale a pena investires em móveis caros, a não ser que seja uma mudança definitiva. Caso contrário recorre a móveis flexíveis e que tens a certeza que irás usar futuramente se voltares a mudar de casa. Exemplo disso são os puff que são amigos para a vida, nem que seja para depois receberes amigos em casa.

5. Recicla o frigorífico

Por vezes o frigorífico ganha ferrugem, tem autocolantes que os antigos inquilinos deixaram... recorre a ímanes para o decorar com desenhos, papel preto fosco para escreveres com giz e demais alternativas.

6. Aposta na iluminação

Esta tem o poder de transformar qualquer ambiente mais intimista com meia-luz amarela, ou mais amplo com luz branca. Para não mexeres na arquitectura da casa aposta nos candeeiros de pé ou de mesa ao invés dos de tecto.
Este jogo de luz é capaz de criar ambientes diferentes na mesma divisão e com o tempo vais dispensar o uso do candeeiro de tecto e consequentemente poupar na electricidade.

7. Plant(ifica)

As plantas dão vivacidade e frescura a qualquer divisão. Chamo a atenção para o facto de estas não deverem estar no quarto onde dormes pois roubam-te Oxigénio e produzem Dióxido de Carbono durante a noite (brincadeirinha... isto é um mito).

8. WC renovado

Aqui os têxteis desempenham um papel muito importante na decoração, aposta nas toalhas, cortinas de banho e acessórios.

Esta deve ser a divisão que menos requer investimento e por vezes até é descuidada. Assim, sendo dá uma vista de olhos nestas dicas para um WC digno de um filme.

E não te esqueças que o lar é onde está o nosso coração.

Quais as dicas que dás?