terça-feira, 12 de maio de 2015

Dicas para decorar uma casa arrendada


Primeiro de tudo não se diz alugar casa mas sim arrendar, devo esclarecer este pormenor em homenagem aos meus amigos de direito. O termo alugar está reservado a bens móveis e arrendar para imóveis,  a não ser que mores numa caravana fica pelo segundo termo.

O arrendamento voltou a ser opção com a crise, em Portugal poucos são os que se sentem seguros a adquirir o seu próprio imóvel porque os empréstimos são perigosos, os empregos instáveis e com a entrada cada vez mais tardia no mercado de trabalho, endividares-te com uma casa que possivelmente nunca vai ser tua é capaz de não ser a tua melhor ideia... (ok, eu sei que vais viver até aos 100 anos). Antes ainda havia a desculpa de que esta ficaria para os filhos, mas será que eles vão ficar a viver por estes lados? Se muito provavelmente nem em Portugal, fará onde nasceram.

Questões sociológicas à parte, seja qual for o motivo que te levou a arrendar uma casa/apartamento, estás familiarizada com as dificuldades na hora de a/o decorares. E se a tua senhoria é uma bruxa então terás com certeza a vida dificultada. 

As casas para arrendar são bem impessoais e é normal que o sejam para agradar a gregos e troianos, mas tu que vais para lá morar tens que te adaptar e desenrascar com as portas castanhas, paredes e teto brancos e dares o teu toque pessoal com alguns truques.

1. Têxteis

Já me admiti como uma apaixonada da decoração fast, daquela em que não tens que te fidelizar para uma vida e numa casa arrendada esta é a melhor opção. Não podes pintar as paredes? Dá cor com cortinados, almofadas e mantinhas. Odeias esse chão tão 1950? Usa tapetes XXL. Os sofás são mais velhos que a tua bisavó? Recorre a capas para sofá. A parte gira é que com estes pormenores consegues conjugar cores, padrões e dar a tua identidade a qualquer divisão e para todas as divisões. 

Os têxteis são ótimos porque ao mesmo tempo que dão conforto e criam um ambiente na casa, ainda permitem esconder aquilo que não gostas. Numa cama com um edredão giro, almofadas divertidas, ninguém vai reparar que não tens testeira. Os cortinados taparão a janela antiga, o tapete o chão que odeias...e por aí adiante.

2. Usa a parede branca como tela

Não podes pintar? Ok, também não faz mal. Como a parede é branca (por norma) não vai brigar com o resto da decoração. Era pior se a parede fosse verde alface e quisesses uma decoração preto e vermelho... lá tinhas que dizer aos convidados que tens um part time na televisão e que aquela parede serve de tela verde propositadamente para depois acrescentarem a imagem de fundo.

No entanto, uma tela que se preze tem que ter adereços adequados e podes decorá-la com quadros (cuidado com os furos, podes furar a canalização ou assim, usa daquelas fita cola de dois lados próprias para o efeito), stickers (aqueles  adesivos de vinil que se colam à parede, próprios para não danificar a pintura) com mensagens ou desenhos... o que quiseres.

3. Completa espaços em branco

Uma casa demora anos a ficar completa e a ausência de móveis pode ser realçada com a existência de espaços em branco demasiado amplos. Se não tens dinheiro para comprar a estante que achas que ali ficaria linda, improvisa, encosta uma escada decorada, um espelho gigante (estes têm o bónus de ampliar a divisão), biombos...o que ditar a tua imaginação.


 

4. Faz os teus próprios móveis

Numa casa arrendada não vale a pena investires em móveis caros, a não ser que seja uma mudança definitiva. Caso contrário recorre a móveis flexíveis e que tens a certeza que irás usar futuramente se voltares a mudar de casa. Exemplo disso são os puff que são amigos para a vida, nem que seja para depois receberes amigos em casa.

5. Recicla o frigorífico

Por vezes o frigorífico ganha ferrugem, tem autocolantes que os antigos inquilinos deixaram... recorre a ímanes para o decorar com desenhos, papel preto fosco para escreveres com giz e demais alternativas.

6. Aposta na iluminação

Esta tem o poder de transformar qualquer ambiente mais intimista com meia-luz amarela, ou mais amplo com luz branca. Para não mexeres na arquitectura da casa aposta nos candeeiros de pé ou de mesa ao invés dos de tecto.
Este jogo de luz é capaz de criar ambientes diferentes na mesma divisão e com o tempo vais dispensar o uso do candeeiro de tecto e consequentemente poupar na electricidade.

7. Plant(ifica)

As plantas dão vivacidade e frescura a qualquer divisão. Chamo a atenção para o facto de estas não deverem estar no quarto onde dormes pois roubam-te Oxigénio e produzem Dióxido de Carbono durante a noite (brincadeirinha... isto é um mito).

8. WC renovado

Aqui os têxteis desempenham um papel muito importante na decoração, aposta nas toalhas, cortinas de banho e acessórios.

Esta deve ser a divisão que menos requer investimento e por vezes até é descuidada. Assim, sendo dá uma vista de olhos nestas dicas para um WC digno de um filme.

E não te esqueças que o lar é onde está o nosso coração.

Quais as dicas que dás?

Sem comentários:

Enviar um comentário