terça-feira, 5 de maio de 2015

Salta uma rubrica como pipocas #6

Ao contrário do que tem vindo acontecer, optei por falar apenas de 3 filmes em vez dos 5 do costume, para que o post não ficasse tão grande. Contudo, como já é regra nesta rubrica tentei abordar diferentes géneros para que encontres o filme que te apeteça ver.

American Sniper


Duração: 132 min
Género: Acção, Biografia e Thriller
Cotação: 7,4 /10
Realização: Clint Eastwood
Escrito por: Jason Hall, Chris Kyle
Data de Estreia: 22 de Janeiro de 2015
Cotação Pessoal: 8,5 /10

Este filme é baseado na história verídica do melhor atirador dos EUA. Chris nasceu e cresceu no Texas, onde aprendeu a manipular armas com o seu pai, um experiente caçador. Desde pequeno manifestou ser uma criança corajosa, com atitude, protectora do irmão. 

Até que insatisfeito com o que tinha alcançado decide incorporar na equipa SEAL e sujeitar-se aos seus dolorosos treinos. Devido ao 11 de setembro foi lançado na linha da frente enquanto atirador da SEAL, Comando Naval de Operações Especiais da Marinha dos EUA, onde revelou-se "uma lenda" nas várias comissões que abraçou de 1999 a 2009. 

A forma como Clint Eastwood aborda a vida de Chris é notável, afasta-se do cliché de herói e debruça-se na perspectiva humana, nas sequelas deixadas pela guerra, no impacto na personalidade e na esfera da vida privada. Esta em momento algum é deixada de lado e é protagonista em todos os momentos e foi esse protagonismo que me cativou.

Excelente realização, as cenas de violência que surgem no filme não o são de todo gratuitas e são ilustrativas dos momentos de horror vividos em clima de guerra onde todas as decisões são tomadas sob pressão e qualquer erro pode ser fatal. Não esquecendo os bastidores onde não se percebe muito bem quem é o inimigo e este se mistura com a comunidade exercendo uma forte pressão psicológica sob quem luta pela sobrevivência. Final ingrato, acabando por morrer pelas mãos de um veterano que tentava ajudar.

Home Sweet Hell




Duração: 98 min

Género: Comédia, Drama
Cotação: 5,5 /10
Realização: Anthony Burns
Escrito por: Carlo Allen, Ted Elrick
Data de Estreia: 3 Fevereiro de 2015
Cotação Pessoal: 4,2 /10

Mona é uma esposa controladora, obsessiva  que ambiciona uma vida perfeita e como tal exerce uma forte pressão sob o seu marido (dono de uma loja de móveis e têxteis). Esta vida perfeita é ameaçada por uma relação extraconjugal do seu marido com a nova funcionária. E aqui acaba a historia e começa "o mata tudo o que mexe". Um filme estranho, perturbador, com uma fotografia duvidosa, pobre argumento, realização muito aquém das expectativas e própria representação é questionável. Não percebo como é que Katherine Heigl aceitou entrar neste filme, não recomendo!

Senti-me enganada porque isto de comédia não tem nada.

Taken 3



Duração: 109 min

Género: Acção, Thriller
Cotação: 6,1  /10
Realização: Oliver Megaton
Escrito por: Luc Besson, Robert Mark Kamen
Data de Estreia: 15 de Janeiro de 2015
Cotação Pessoal: 6 /10

Quem conhece a saga "Taken" já conhece a história, Bryan é um ex agente que anda por aí à porrada contra muitos em nome do bem e na protecção da sua ex mulher e filha. Se o primeiro filme foi muito bem conseguido, os restantes nem por isso. Este ultimo melhorou ligeiramente o seu argumento mas este continua pobre. Basicamente Bryan foi incriminado por alguém do assassinato da sua ex mulher, começando a partir daqui a luta para provar a sua inocência, conseguir fugir da policia e ainda vingar a morte da sua ex mulher, ao mesmo tempo que tem que proteger a sua filha Kim. É muita coisa para um homem só! E por isso mesmo conta com o apoio de uma equipa constituída pelos melhores.

Nota-se o esforço para ressuscitar o sucesso do primeiro filme, mas para salvar a sua honra deveria ter ficar apenas pelo primeiro. Sei que os fãs pedem mais e mais e mais... e para lhes fazer a vontade o argumento acaba por ficar meio rebuscado. 

Qual destes já conheces?
Preferes o post assim com 3 ou preferias com 5?



Sem comentários:

Enviar um comentário