sexta-feira, 10 de julho de 2015

Salta uma rubrica como pipocas #10

Entraámos oficialmente nos dois dígitos, sabes o que é que isso quer dizer? Que andam aqui pelo blog muitas opiniões sobre muitos filmes e muitos géneros só para escolheres o que te apetece ver.

Nesta edição temos uma panóplia de géneros que me fazem sentir orgulhosa, já que há muito tempo que não conseguia variar tanto.

Love, Rosie


Duração: 102 min
Género: Comédia e Romance
Cotação: 7,2 /10
Realização: Christian Ditter
Escrito por: Juliette Towhidi, Cecelia Ahern
Data de Estreia: 13 Novembro de 2014
Cotação Pessoal: 7,3/10

Rosie e Alex são inseparáveis desde o infantário, cúmplices e com uma bela amizade cujo único problema é serem os melhores amigos. Com um futuro planeado e repleto de sonhos, Rosie engravida precocemente de um caso casual que a obriga a abandonar todos os seus planos.

Esta decisão não altera completamente apenas a sua vida mas a de todos os que a rodeiam de um modo direto e indireto. Alex vê-se sozinho em Boston, sem Rosie e obrigado a (re)aprender a viver sem ela. A viverem geograficamente distantes e com vidas totalmente diferentes enfrentam a maior prova de amizade que os abriga a questionar a mesma.

Este filme mostra-nos como uma palavra errada dada no momento errado pode comprometer todo o desenlace da nossa história e faz-nos reflectir sobre as nossas acções e decisões. O argumento não é inovador, os momentos de comédia não são frequentes, o final é previsível, mas é um bom filme para assistir. É impossível não nos apaixonarmos pela história  e pelas personagens que conquistam a nossa simpatia aos poucos.


Hot Tub Time Machine 2


Duração: 93 min
Género: Comédia e Ficção cientifica
Cotação: 5,1 /10
Realização: Steve Pink
Escrito por: John Heald
Data de Estreia: 20 Fevereiro de 2015
Cotação Pessoal: 5,3/10

Se já viste o primeiro já sabes do que se trata este filme, se não viste... Resumidamente existe um jacuzzi que quando conjugado com nitrogénio faz os seus ocupantes viajar pelo tempo. Se no primeiro viajaram até ao passado, neste vão para o futuro, mais precisamente para 2025. Apesar de já teres uma ideia de que se trata, para ver este filme convém veres primeiro o outro, porque estão totalmente relacionados.

Neste, mostra as vantagens de viajar até ao passado para ter o presente que ambicionam. Lou, multimilionário devido ao investimento feito na Lougle, é baleado numa festa que deu em sua casa. O seu filho e o amigo Nick decidem viajar pelo tempo com o intuito de o salvar, no entanto, em vez de viajar até ao passado, viajam, acidentalmente, para o futuro com o intuito de descobrir quem tentou assassinar Lou. Aqui começam as aventuras.

É um filme cómico, que te saca facilmente um sorriso, mas não morres às gargalhadas. É engraçado dentro do seu registo, com as personagens dentro dos padrões que já nos habituaram. Apesar do argumento pobre, o final é inesperado e capaz de nos surpreender. São 93 minutos bem passados e de comédia que agora tem sido difícil de encontrar.

Run All Night



Duração: 114 min
Género: Acção, Crime e Drama
Cotação: 6,7 /10
Realização: Jaume Collet-Serra
Escrito por: Brad Ingelsby
Data de Estreia: 16 Abril de 2015
Cotação Pessoal: 7,4/10

Jimmy é um homem fiel a Colon, que vive à mais de 30 anos à margem da lei e assombrado pelos mais de 17 assassinatos cometidos em nome desta amizade. Vive em exclusivo em função desta família até que numa bela noite o seu filho Michael, que ele abandonou enquanto criança, é ameaçado por esta.

Na difícil escolha entre a família à qual sempre foi fiel ou os laços de sangue, Jimmy vê-se obrigado a regressar ao mundo do crime na defesa da honra de Mike. Claro que há sempre uma justificação moral para que saia por aí a andar à porrada e aos tiros, o homem até que não queria mas é sempre obrigado a tal, que chatice!

É um filme muito violento, mas uma violência necessária para o enlace, muito bem dirigido, com imagens espectaculares e um final até que imprevisível. A fotografia é excelente e o argumento satisfatório dentro do que Liam já nos habituou e nunca nos desiludiu, recomendo.

Que filme recomendas?
Já conheces?

Sem comentários:

Enviar um comentário