sexta-feira, 30 de outubro de 2015

Salta uma rubrica como pipocas #18

O post de hoje é quase uma edição especial de filmes que nunca ninguém ouviu falar na vida. Foram filmes que vi pelo puro acaso, sem qualquer recomendação, sem saber ao certo do que se tratava, ver só porque sim... arriscar. Se correu bem? Vem descobrir!

A Royal Night Out

Duração: 97 min
Género:Drama e Romance

Cotação: 6,4 /10
Realização: Julian Jarrold
Escrito por: Trevor de Silva, Kevin Hood
Data de Estreia: 24 de Setembro de 2015
Cotação Pessoal: 5,5/10

Este filme retrata a história da princesa Elizabeth, herdeira do trono de Inglaterra e filha do rei gago, (lembraste do filme "O Discurso do Rei"?) que juntamente com a sua irmã Margaret sonhava passar uma noite fora do palácio. Habituadas a serem super protegidas, desconheciam os perigos e as maravilhas de viver em liberdade, até ao dia que tal saída lhes foi permitida no final da 2ª Guerra Mundial e celebração da vitória dos aliados. A história começa aqui, retrata apenas uma noite, e uma sequência de acontecimentos um tanto exagerados.

O guarda roupa está fantástico, bastante interessante e atraente. A fotografia está exemplar, o argumento razoável que tenta retratar de uma forma exagerada sobre os perigos da superprotecção e a influência desta no desenvolvimento (ou não) da independência e autonomia. Não é o filme de uma vida, não te vai prender ao ecrã como se não existe mundo à volta, mas também não te vai fazer adormecer e querer cortar os pulsos de tal o sofrimento. Se gostas de filmes históricos, de época, não perdes nada de tentar a tua sorte.

A Brilliant young 



Duração: 111 min
Género:Drama e Comédia

Cotação: 7,2 /10
Realização: Morgan Mathew
Escrito por: James Graham
Data de Estreia:13 de Março de 2015
Cotação Pessoal: 6,2/10

Este filme retrata a história de Nathan Ellis um rapaz autista com aptidões especiais para a matemática. Desafiado a participar nas Olimpíadas de matemática viaja até à China para fazer "um estágio", onde conhece Zhan, uma chinesa que o ajuda a integrar. Numa luta constante pela normalidade, pelo sucesso, permite analisarmos a forte pressão a que estes jovens (muitas vezes com Necessidades Educativas Especial) são sujeitas e as suas consequências.

Mais um filme que não é espectacular mas que entretém. Estava com bastantes expectativas devido à pontuação do IMDB mas desapontou, não pela qualidade em si mas por se tornar muito próximo de um "documentário" enviesado da realidade do que um filme a que se propõe de inicio. Comédia? Cadê a comédia? Passou à velocidade de um fórumula 1 que nem dei por ela. 

Cop Car



Duração: 88 min
Género: Triller

Cotação: 6,3 /10
Realização: Jon Watts
Escrito por: Jon Watts, Christopher Ford
Data de Estreia:07 de Agosto de 2015
Cotação Pessoal: 6,5/10

Duas crianças muito estranhas encontram um carro da policia e decidem arrancar para a estrada. Sheriff Kretzer que não é propriamente um anjo, metido em esquemas de corrupção e sabe-se lá mais do quê, parte em busca em negociação e de recuperação do seu carro. Se chega a tempo? É isto que vais descobrir quando vires este filme. 
Filme muito bem pensado, não magnifico no seu guarda roupa, fotografia, argumento mas é um filme que entretém, com algumas pontas soltas é verdade, mas que passam completamente ao lado do telespectador tornando-se irrelevantes.

Conheces algum destes filmes?
Concordas comigo?

quinta-feira, 29 de outubro de 2015

Dizem por aí que se usa: Colete

Ele tem passado despercebido, mas desde 2013 ele anda aí e promete não nos deixar tão cedo e entre nós que ninguém nos ouve "ainda bem"! O colete pode ser mais ou menos versátil e é uma peça que sobrevive às várias estações e aos vários estilos que vão aparecendo, adaptando-se a eles.


No verão o colete é o melhor amigo dos looks mais básicos e simples, pois dão aquele toque mais especial que só uma terceira peça é capaz. Como o casaco não é uma opção, o colete é o teu melhor amigo.

No verão aposta nas cores mais clara e mais abertas para looks mais leves, que ficam bem com calções e saias. Para não morreres de calor aposta nos coletes de tecido que são os mais versáteis e consegues encontrar estampados que são a cara do verão. Estes vão quebrar a informallidade do look, mas quando estampado consegues o look juvenil e casual.

Mas se os coletes de tecido ganham terreno, os coletes de ganga já são reis. O Verão é sinónimo de informalidade, casualidade, de looks frescos e confortáveis e os coletes de ganga conferem tudo isso ao look e quando conjugados com sapatos rasos e ténis consegues um visual jovem e moderno.


Os coletes em pêlo indicados para aqueles dias que que precisas de te aquecer, faz com que os looks fiquem mais elegantes e sofisticados sem muito trabalho já que ficam bem com tudo. 

A acompanhar esta tendência, temos os coletes de couro que é uma das tendências deste Outono e Inverno, eles têm o poder de transformar qualquer look romântico com um vestidinho estampado, num look mais rocker, moderno e giro. Arrasam quando usados com jeans, mas apesar de estar apontar dicas para looks mais descontraídos para o dia a dia, eles também ficam super bem com um maxi colar e salto alto.

Como vês são adequados para todas as situações, desde do trabalho onde deves escolher os coletes mais discretos e com bom corte, até num evento nocturno numa versão com mais brilho, bordados e com salto alto.


Contudo, na hora de usares coletes tens que ter em atenção a alguns pormenores. O mais importante de todos é a peça que usas por baixo, esta deve ser bem básica a ideia é não dares muita informação, deixar que o colete faça isso por ti.

No Inverno eles são a a peça ideal para adicionares camadas, por isso coloca um colete de pêlo sobre uma jaqueta de couro ou de ganga sem medo e vais arrasar. Mas, nem tudo é um mar de rosas, não é só escolher um colete e andar aí a desfilar como se não houvesse amanhã, tens que escolher o colete certo e o mais indicado para o teu biótipo para não errares na hora de o usares. Num colete o que deves ter mais atenção é a largura dos ombros e decotes estes detalhes é que vão ditar se ele te fica bem os se te desfavorece completamente.
Assim, se tens um quadril bem saliente mas pouco peito deves optar por coletes mais estreitos e com um decote mais aberto, mas se por outro lado é o peito o teu ponto forte e as ancas chamam pouco a atenção, então escolhe coletes com a alça mais larga.
As baixinhas devem escolher decotes poucos profundos, estes destinam-se às mais altas que devem escolher os que apertam na zona do estômago. Mas, não me esqueci das que vestem plus size, estas também têm o colete indicado para elas, devem ser escuros, pouco cintados e discretos.

Com o frio, mesmo de colete o tempo pede um casaquinho e até aqui tens que ter cuidado. Se o colete tiver gola o casaco não deve ter também ele gola.

Por fim, um colete pode masculinizar um look, o que não é mau de todo já que é uma das tendências. Mas se não te agrada esta possibilidade escolhe os mais justos eles mantém e reforçam a sensualidade do corpo feminino sem o tornar vulgar.

Já tens o teu?

quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Sabes o que andas a comer? Marmelo

Está aberta a época oficial dos marmelos, no ar já cheira a marmelada, o açúcar ao lume, os marmelos partidinhos aos bocadinhos, as promoções no supere hiper mercados... cheira a outono, cheira a marmelo...

Esta fruta pertence à família das rosáceas de origem asiática, foi sempre símbolo do amor e da fertalidade, porque na Grécia antiga as maças douradas (como eram conhecidos) estavam  associadas à Afrodite a Deusa do amor.

Apesar de ter vindo a perder reputação ao longo dos anos, limitado à marmelada, um marmelo possui a mesma quantidade de fibras do que uma maça. uma pêra e uma laranja todos juntos.

Vá mas chega de cultura geral e vamos ás informações nutricionais que retirei da internet.

Benefícios para a saúde:

O aparelho digestivo bate palminhas quando comes marmelo, ele combate a diarreia (quando consumido cru), ele regula em caso de pressão de ventre, ele ajuda a perder peso, mas também abre o apetite... dá resposta a todas as necessidades!

O marmelo cru é recomendado para casos de exaustão física e mental. 

Como é rica em pectina combate a anemia, reduz o colesterol ruim e ajuda com pneumonia. Combate dores de garganta, dores da gengiva, aftas, inflamações no estômago, anticéptico, antiespasmódicos, é calmante, ajuda com cólicas, fissuras e fortalece o aparelho digestivo como vimos.

Como é rico em antioxidantes previne o cancro e reduz o stress.

Mas se a fruta é boa, a folha é ainda melhor, já que em chá combate o catarro, e febre, diminui a glicose no sangue, controlando, assim, os diabetes.

Malefícios para a saúde:


Não encontrei qualquer malefício, à excepção dos altos teores de açúcar que usam para fazer a marmelada.

terça-feira, 27 de outubro de 2015

Especial Outubro Rosa

Em Portugal estima-se a existência de 5 milhões de mulheres, surgindo todos os anos 4500 novos casos e cerca de 11 casos por dia de cancro da mama, morrendo por dia cerca de 4 mulheres. Daí a prevenção e um diagnostico precoce  ser determinante e sobretudo importante a partir dos 40 anos, por isso se tens esta idade ou se conheces alguma mulher que a tenha, procura e aconselha a que procurem anualmente um médico para fazer um rastreio. Porque não escolher o mês de Outubro para o fazer? São muitas as campanhas que andam pela internet e nos blogs e assim não te esqueces. 

Outubro foi, então, o mês escolhido para sensibilizar as pessoas para a importância da apalpação enquanto rastreio precoce do cancro da mama. Um diagnostico precoce é meio caminho andado para a cura, e como tal é importantíssimo controlar e conhecer o nosso corpo.

Para te inspirares apresento propostas de decoração em rosa, para que a tua casa seja o melhor calendário para te lembrar de te cuidares.

Quarto





Sala







Cozinha


Espero que te inspires e que a tua casa seja um meio para te lembrar do quanto és importante e o quanto tens que te tratar.


segunda-feira, 26 de outubro de 2015

Uma chefe para tantas receitas #8

Pois é, na semana passada esta rubrica decidiu tirar uma folga... mas está descansada/o que já lhe pus de castigo, num cantinho da sala para pensar sobre o que andou a fazer! Mas como sou uma pessoa que acredita em segundas oportunidades decidi recebê-la de novo e de braços abertos e espero que faças o mesmo.

Segunda

 

Com esta aragemzinha mais fresca, inicio da semana e mudança de horário estavas mortinha/o para chegar a casa, tomar um banhito mais quentinho, vestir o pijaminha, as pantufas e o robe, acertei? Pois é, mas no meio disto tudo tens um jantar e a marmita para o dia seguinte para preparar... Assim, o truque é apostar numa receita, rápida, fácil e que não exija que fiques por volta dos tachos, para que possas tomar o teu merecido banho.
Para isso apostei num arroz de lulas, só piquei o tomate e refoguei-o em azeite para que comece a desfazer-se e a formar uma polpa, enquanto isto, fui cortando as lulas que já estavam arranjadas e limpas em rodelas e adicionei-as ao molho do tomate e envolvi tudo muito bem. Antes de adicionar o arroz temperei com sal, gengibre, oregãos e pimenta e depois coloquei a quantidade desejada de arroz carolino envolvendo tudo muito bem. Acrescentei uma quantidade bem generosa de água e deixei cozinhar, mas mexendo em vez em quando para que não agarrasse no fundo.

Terça


Na terça optei por algo mais leve, uns mini quiches acompanhados com beringela grelhadas. Uma refeição leve, vegetariana, mas muito nutritiva. Comecei por cortar as cenouras, feijão verde e colocá-los a cozer em água temperada em sal. 
Depois bati 3 ovos e neles juntei sal, pimenta, leite de arroz (só um pouquinho para dar o ar da sua graça) pimentos vermelhos e courgete aos cubos.Quando cozidos os restantes legumes também os juntei ao preparado anterior. Coloquei esta mistura em 6 formas de fazer cup cakes de silicone (e como tal não precisei de untar) e levei ao forno por 35 minutos.
Estando no forno, cortei as beringelas em rodelas temperei com sal e coloquei a grelhar em ambos os lados.

Quarta


Vá depois de uma refeição mais levezinha, na quarta, meio da semana, já merecemos algo mais consistente não concordas? Para tal foi só cozer massa em sal e como esta é sem gluten tive que abusar na quantidade de água.
Noutro tacho piquei tomate, fervi em azeite até ficar numa polpa, adicionei a carne de vaca partida aos bocadinhos envolvi muito bem, juntei cenoura aos cubos, ervilhas e temperei tudo com sal, gengibre, oregãos e pimenta. Um pouco de água para fazer molho e deixei cozinhar por uns 20 minutinhos mais ou menos.

Quinta

E como a semana já está quase a acabar e ainda não tinha comido peixe propriamente dito, escolhi fazer um filetes de peixe gato no forno, envolvendo-os em azeite, sumo de limão, pimenta, coentros e gengibre e um nadinha de água. Como adoro batatas a murro e como detesto durante a semana e a cozinhar só para mim perder muito tempo optei apenas em cozê-las com casca em água e sal, depois dei um murro e polvilhei com um bom azeite.
Para acompanhar uma saladinha de tomate.

Sexta


Para teminar a semana escolhi grelhar, sem acrescentar gordura adicional, uma costeleta temperada com sal e pimenta. Para acompanhar arroz de tomate que fiz com tomate picado desfeito em azeite, adicionei arroz agulha e cobri com água para deixar cozer, coloquei apenas sal e ficou um arroz maravilhoso. Adoro estas comidas rápidas, fáceis e mais naturais.

Que vais jantar hoje?

sexta-feira, 23 de outubro de 2015

Dizem por ai que se usa: Anoraques

Neste ano não tens desculpa para passares frio, os anoraques estão de volta e com eles abriu-se a época oficial dos chouriços... As pessoas não gostam de andar enchouriçadas, as pessoas sentem-se gordas com eles, as pessoas não gostam de muito volume... mas aposto que as pessoas não vão resistir. Eu pelo menos não resisto, mesmo quando não estavam na moda, nos dias mais críticos saca o kispozinho comprido, um cinto e toca andar de mota.



Os anoraques já invadiram os expositores de todas as lojas, é rara a montra que passes que não leves com um kispo na cara... há relatos de pessoas que precisaram de ajuda psicológica por não resistirem à pressão, há quem fale em epidemia e proponha um desinfestação... poucas são as que se apaixonam por um kispos, mas ainda são menos as que não têm pelo menos um, um único no seu armário.... e se não tem? Vai ter, acredita em mim.  

Contudo, as opções apresentadas são tão pobrezinhas, as composições são tão repetidas e encontrar inspirações é um problema! O Socorro Vou Morar Sozinha vem-te salvar e fugir da típica camiseta, calças de ganga e botins.

Em primeiro lugar há os mais compridos, pouco acima do joelho, que são super quentinhos, versáteis, capazes de engordar e encurtar o comum mortal num abrir e piscar de olhos. Para o usar, opta por botins em vez de botas de cano alto, roupa justa como skinny jeans ou skinny outras calças quaisquer, camisas justas, ou vestidinhos mais colados ao corpo e leggings... a ideia é marcar as formas e informar o mundo que aquele volume não é todo teu. Se usares aberto dará a impressão que és mais magra porque apesar de todo aquele volume, há toda uma silhueta no seu meio, mas se queres usar fechadinho já que a ideia é mesmo aquecer, usa um cinto, mas atenção, este truque apesar de marcar a cinturinha e diminuir a ilusão que pertences aos 7 anões (se fores baixinha como eu) vai marcar a anca... Por isso se esta é pouco saliente, tens aqui o teu melhor amigo para a vida. 
Por outro lado tens os curtos, destes já encontras mais cintados, já são mais recomendados para as mais baixinha, são recomendados para quem tem um biótipo de pêra para equilibrar a figura e já podes usar com botas de cano alto. São super democráticos porque muitos nem têm tanto volume assim. Mas atenção foge a 7 pés daqueles super, mega acochoados brilhantes dão um ar demasiado street e a roçar o guna.



Desengana-te que só podes usar em look's mais básicos, podes meter um vestidinho e uns saltos altos e consegues um look mais ou menos arranjadinho e semi-formal, uns ténis um cachecol e estás super bem para um fim de semana mais descontraído. Apesar desta versatilidade, nunca irás conseguir um look formal com um anoraque compridão... mas com um mais curto, cintado, por cima de um blazer és capaz de te aproximar qualquer coisinha desse objectivo.
Apesar de não ter conseguido nenhuma foto para te inspirar, lança-te sem medo nos vestidos.

Já tens o teu?

quinta-feira, 22 de outubro de 2015

Produtinhos terminados saga IX

Eu demoro mesmo muito tempo a terminar as coisas é verdade mas quando termino faço sempre um review muito completinho não é? Ai não? então podes ir embora e voltar só amanhã.

Condicionador Garnier Ultra Suave: Tesouros de mel






O que a marca diz: Garnier Ultra Suave cria uma nova receita reconstituinte especialmente dedicada a cabelos frágeis e quebradiços. Associa tesouros provenientes da colmeia:
A Geleia Real elixir revitalizante conhecido por fortalecer e reparar o cabelo desde a raiz.
A Própolis conhecida por ser um verdadeiro cimento natural fabricado pelas abelhas.
O mel néctar milenar, conhecido pelas suas virtudes nutritivas.

A textura cremosa e leve deste amaciador desembaraça o seu cabelo e enxagua-se num piscar de olhos, sem pesar. O seu perfume envolve o cabelo num aroma a mel delicioso.
Resultado: Desembaraçado e nutrido, mais protegido e reparado até às pontas, o seu cabelo fica mais forte. Mais resistente e mais brilhante, e verdadeiramente fácil de pentear. Suave ao toque, o seu cabelo irradia beleza.

O que eu digo: Este condicionador é maravilhoso pelo seu cheirinho, quem acompanha o blog já sabe o quanto sou apaixonada por este cheiro. O facto de hidratar e diminuir o frizz do cabelo é bónus, contudo, pesa um bocadinho do cabelo.
A embalagem é super resistente, prática, não desperdiça produto, mas com o tempo e utilização vai perdendo a força ao fechar, exigindo que te esforces e garantas que fica bem fechadinho.
A textura não é muito consistente, mas também não é exageradamente liquida mantém-se no meio termo, tornando fácil a sua aplicação. 
Recomendo e voltarei a comprar futuramente.

Liquido das lentes


O que a marca diz: Solução única para todo o tipo de lentes de contacto brandas (incluindo a nova geração de lentes de silicone - hidrogel.) Limpeza e eliminação de proteínas, asseptização, hidratação, aclaramento e conservação.

O que eu digo: Eu pensei seriamente se haveria de meter este produto aqui visto que é difícil de ser encontrado, só encontrei aqui em Viseu na Rua direita na óptima Falcão por 6,50€. Os meus olhos são muito sensíveis, já usei líquidos que me davam a sensação que estava a meter álcool puro nos olhos, por isso quando encontrei este a um preço mais acessível decidi experimentar a medo. E adivinha? Não me arrependo minimamente, o preço é acessível, não é agressivo, hidrata bastante as lentes, vê-se perfeitamente que limpa e desinfecta as tuas lentes de contacto. Recomendo e volto e volto e volto sempre a comprar.

Pantene Purificante




O que a marca diz: Fórmula avançada Pantene Pro-V. O nosso champô purificante dá ao seu cabelo exactamente aquilo que ele necessita: revigora-o  da raiz até às pontas ao remover a oleosidade, a sujidade diária e os resíduos de produtos de styling acumulados, deixando-o impecavelmente limpo, bonito e visivelmente saudável.

O que eu digo: Este é daqueles produtos que não podem faltar na banheira de quem tem um cabelo muito pesado como o meu, que exige uma limpeza profunda e que levante o cabelo da raiz e para dar algum volume e corpo. Contudo, seca bastante e exige que uses mais produtos e em maior quantidade para hidratar o cabelo o que compromete todas as coisinhas boas que falei.
Por isso usava-o sempre que fazia máscara.
Este produto cumpre tudo o que promete e é de fácil acesso, tornando-o a aposta ideal para as lavagens mensais ou naqueles dias que metes tudo e mais alguma coisa no cabelo desde espuma até laca.
A embalagem é resistente, protege muito bem o produto, o rótulo de qualidade e mantém a força do fecho ao longo do tempo. É um champô bastante consistente, transparente e com o cheiro característico da pantene.
Recomendo e voltarei a comprar.

Rexona


Este produto é um anti-transpirante sem álcool e que promete protecção durante 48 horas. Tem um cheiro bastante forte, mas que não fica muito acentuado depois da sua aplicação nem briga com o teu perfume, contudo, começa a enjoar com o passar do tempo.
Não protege de transpirares, mas protege do mau odor. Exigindo que seja reaplicado durante o dia. 
Não gostei e não recomendo.

Garnier Ultra Suave: Azeitona Mitica

O que a marca diz: na sua nova receita da nutrição intensa para cabelos e sensibilizados. Garnier Ultra Suave seleccionou um óleo mítico com mil virtudes: O óleo de azeitona virgem.
Colhido de uma árvore milenar, é um poderoso elixir. Rico em ácidos gordos e vitamina E é utilizado desde a antiguidade pelas suas propriedades altamente nutritivas.
Resultado: Nutre intensamente com leveza e ajuda a reparar da raiz até às pontas, o seu cabelo fica reforçado. Para resultados óptimo utilizar toda a gama da Azeitona Mítica.


O que eu digo: Este champô é bastante bom, o cheiro ameaça, intimida mas não.. é bastante suave e agradável. Todavia começa a enjoar com o tempo e por essa razão não voltarei a comprar. Limpa profundamente, basta uma aplicação para ficares com o cabelo leve, limpo, brilhante e visivelmente hidratado. Contudo, não fica macio.
A embalagem é bastante resistente e fiel ao que a marca normalmente apresenta.
Experimentei e não me arrependo  de o ter feito, mas não tenciono voltar a comprar.

Tónico 2 in 1 Cleanser & toner da Nivea


Este produto veio lá da Inglaterra numa remessa de produtinhos que o namorado ofereceu. Lá as coisas são mesmo mais baratas. Este é um tónico em creme, bastante liquido, a sua acção é muito semelhante a um leite desmaquilhante nem percebo porque o chamam tónico.
o cheiro é muito suave, não fica na pele depois da aplicação nem enjoa, muito próximo ao cheiro típico da Nivea.
A embalagem é muito opaca e como tal não permite ver o que se passa lá dentro, não permitindo teres muito a noção do seu gasto. Dura muito.

Conheces estes produtos?
Qual é o teu preferido?

quarta-feira, 21 de outubro de 2015

Sabes o que andas a comer? Pimentos

Eu no Outono gosto bastante de legumes, de várias cores, vários sabores... só têm que estar cozinhados, quentinhos e confortantes... As sopas começam a ser mais do que um alimento, mas um aquecedor de alma!

Os pimentos são um deles, vermelhos, amarelos, laranja e verdes... queres cores mais outonais? Eles têm a capacidade de enfeitar qualquer prato, dar cor, sabor e cheiro, mas também é muito bom para a tua saúde. Não acreditas? Então vê as informações que recolhi da internet e continua a ler.

Benefícios para a saúde:

O pimento é um fruto rico em antioxidantes e de compostos anti-inflamatórios e como tal desenvolve uma acção preventiva do cancro. Estes efeitos anti-inflamatório são de tal modo eficazes que actuam como analgésico, aliviando a dor e reduzindo a inflamação.

O pimento tem mais vitamina C do que uma laranja por exemplo, 45g de pimento tem 145% do VDR de vitamina C e como tal previne gripes e constipações.

Ele controla o apetite e aumenta a libertação de adrenalina, sendo um aliado para quem está em dieta. Toda a tua digestão sai beneficiada, já que combate afecções do estômago, dispepsia (má digestão), atonia digestiva, a instabilidade de sucos gástricos e a prisão de ventre, já que é rico em fibras. Graças ao seu desempenho controla o peso, já que inibe o crescimento dos adipócitos que são células de gordura.

Como é rico em vitamina B6 e ácido fólico vai reduzir o risco de doenças cardiovasculares, já que reduzem os níveis elevados e homocísteína (substância produzida durante o ciclo metilação, isto é, um processo bioquímico das células) estes níveis estão associados a ataques cardíacos e derrames.

Por último, protege os nossos olhos das cataratas por conjugar a vitamina C com a beta-caroteno e ajuda com a artrite reumatóide e protege da poliartrite inflamatória.

Malefícios para a saúde;

Este fruto não tem grandes malefícios a si associados, apenas pode dificultar na hora de fazer a digestão de pessoas já por si com tendência a azia. Para combater este facto podes sempre descasca-lo ou privilegiar o pimento amarelo que é o mais suave.

terça-feira, 20 de outubro de 2015

O que ando a ver de novo por aqui #2

Já falei noutro post sobre o que ando a ver de novo, se nesse as séries ainda me suscitavam algumas dúvidas, as duas de hoje vieram para ficar... estou ren-di-da!

Em primeiro lugar, a que vi mais episódios, e entenda-se por mais episódios "menos que 5", porque não foi preciso mais que o primeiro para me convencer. Falo de BATES MOTEL nunca me atraiu, numa me chamou à atenção, mas vi uma recomendação num blog e decidi dar uma oportunidade. Não me arrependo.


Esta série aparentemente foi inspirada no filme psyco (não sei, nunca vi) e centraliza-se no Norman e Norma, filho e mãe que têm uma relação quase incestuosa. Depois do pai morrer, Norma decide comprar um motel e recomeçar a vida do 0 noutra cidade com o seu filho mais novo, mas coisas estranhas acontecem. 
Considerada um drama, triller e mistério estás cotada no IMDB por 8,1 e dura cerca de 45 minutos cada episódio. Gosto da influência psicológica que a série faz, quase lavagem cerebral e a maneira como cada episódio termina que te faz querer mais e mais e mais. Recomendo.

Outra série que me conquistou no primeiro episódio foi MINORITY REPORT que é um drama e de ficção cientifica tão recente, mas tão recente que nem pontuação no IMDB tem. Como acontece com a série anterior, também esta foi inspirada no filme que lhe dá nome de Tom Cruise.


O governo apostou num programa pré crime, com manipulações cerebrais em 3crianças, que previam o crime antes que acontecesse. Graças a este conseguiam prender antecipadamente os criminosos e assim poupar algumas vidas inocentes. 
O programa foi anulado e as crianças isoladas da população, até que crescem e um dos gémeos (que sem o outro tem a memória incompleta) com base nos seus flash ambiciona salvar as pessoas. Como não consegue associa-se a uma agente, com a  mesma ambição, e juntos dão inicio a uma aventura e série que promete.
Gostei da maneira como retratam o futuro, já que acontece em 2065, a modernidade, o desenvolvimento e tal como eu previa ainda a pouca aposta no capital humano, gosto da contextualização que fazem e como só vi o episódio piloto não posso adiantar muito mais.

Talvez num post futuro consiga desenvolver mais sobre estas séries as outras do primeiro post se continuar a ver.

Conheces estas séries?
Gostas?

segunda-feira, 19 de outubro de 2015

Dá as boas vindas ao Outono

O Outono é a estação e a desculpa ideal para nos concentramos no nosso guarda roupa, irmos às compras, pesquisarmos lojas, tendências e looks... o Socorro Vou Morar Sozinha tem ajudado com esta tarefa, mas ele quer ir mais longe e ajudar-te na hora de arrumares o teu guarda roupa. 

Se até agora nos temos safado bem com a roupa de verão e um casaquinho... cada vez mais tem-se tornado difícil de manhã não morrer de frio... e já que tens que ir buscar a roupa mais quentinha, porque não aproveitas para fazer uma arrumação e uma limpeza a fundo ao teu roupeiro?

Para isso toca a tirar toda a roupa para fora, todinha... a dos cabides, a das prateleiras, das gavetas... mas não o faças à toa!
Divide a Roupa por 4 montes diferente:

O monte para Manter: Neste vais colocar tudo o que tens a certeza absoluta, sintética e analítica de que queres manter,  que usas frequentemente, que são básicos e que tens a certeza que vais voltar a usar porque te assenta que nem uma luva e tens 1000 look's pensados para ela. Estas têm que estar em bom estado, servir-te, ficar bem, ter mil e uma combinações e se identificar com o teu estilo... porque caso contrário é certinho que não vais voltar a usar. 

O segundo monte é para Rever: Neste colocas aquelas peças de roupa que te suscitam algumas duvidas e que tencionas submeter a um rigoroso teste, é ele:

Podes meter neste monte as peças que precisam de arranjos, para posteriormente analisares se compensa arranjar... senão... lixo!

Doar: Neste monte mete todas as peças em boas condições que não gostas, não te identificas, não te servem e sabes que não voltarás a usar e que nunca voltarão a estar na moda (ou assim esperas). E todas as que do monte rever não passaram no teste. 
Procura uma loja social perto de ti, familiares, amigos... livra-te das peças e nunca voltes atrás para analisares o saco, por nos afeiçoarmos à roupa há altas probabilidades de te arrependeres.

Lixo: Neste monte colocas tudo o que não tem salvação possível.

Desapega-te, sê corajosa neste momento difícil e muita calma nesta hora, quando sentires necessidade de tomar um Xanax, faz uma pausa... 

Depois de tudo separadinho está na hora de limpares muito bem o roupeiro, meteres o anti-traças e depois colocar a roupa da estação passada em caixas.

Agora toca arrumar, mas não faças ás três pancadas, organiza por cores, estilo, tipo de peças... o que quiseres e como achares melhor... só não arremesses tudo lá para dentro.

sexta-feira, 16 de outubro de 2015

Dizem por aí que se usa: Gola Alta

A moda é cíclica e como vimos neste post aqui, os anos 70 estão de volta e com eles as golas altas. Esta peça super tendência é uma forma super confortável e prática de adicionar pormenores e estilo ao teu look, que funciona tanto melhor em camadas.

Contudo, admito que nem sempre é fácil conjugá-la e usá-la num look atual, moderno e citadino e fugir do óbvio, mostrado e visto nos anos 70 e por isso venho apresentar algumas ideias e inspirações.


As golas altas ficam bem em todos os estilos, desde do mais formal ao mais informal, para usar no dia a dia ou para o trabalho, com e sem sobreposições, quer com sapatos altos, quer com sapatos rasos... mas, apesar de parecer bastante democrática não o é. Na verdade não fica bem a todas as pessoas, nem favorece todos os biótipos. Assim, se tens um peito grande, duplo queixo ou o pescoço curto deves evitá-la para não pareceres o Marco Horácio. As mais cheinhas também devem ter cuidado na hora de a usar, escolhendo o modelo mais largos ou apostando nas sobreposições.

Favorecem, portanto, quem tem um peito pequeno e quer criar a ilusão de um tamanho acima, quem tem o pescoço longo ou as mais baixinhas magras, já que vai tornar a figura mais esguia.


Nas camisolas de gola alta as malhas são as rainhas, permitindo criar sobreposições e assim enriquecer o look, conjugar com tecidos mais estruturados e também mais leves ao mesmo tempo que te mantém quentinha nos dias mais frios. O que é uma excelente alternativa para usares peças de verão no inverno.

Mesmo optando por peças mais básicas uma gola alta dá aquele toque final, não exigindo muitos acessórios e tornando a tua maquilhagem o acessório ideal.

Evita brincos grandes, estes além de poderem prender na gola e rasgar a tua orelha, vão lutar por protagonismo e dar demasiada informação. Os colares também são dispensáveis, mas se queres mesmo usar opta pelos mais compridos, as gargantilhas vão criar uma linha horizontal e encortar o tronco. Brincos grandes e colares chamativos numa camisola de gola alta é pedires que te chamem de palhaça, lamento!


O cabelo também se torna um excelente acessório, ficando melhor o cabelo preso num rabo de cavalo ou coque. A ideia é tirar o máximo de informação perto da gola e por isso mesmo que os cachecóis e lenços também se tornam acessórios perigosos por adicionar muita informação e volume... em caso de dúvida evita e joga pelo seguro.

Os casacos também têm a sua ciência quando estamos a usar camisolas de gola alta. Se a gola é muito larga e com muito volume evita casacos com lapela ou golas. Estes ficam melhor em camisolas de gola alta mais justas.

Já tens a tua?


quinta-feira, 15 de outubro de 2015

Livro: A Chave de Salomão

"O corpo de Frank Bellamy, o director de Tecnologia da CIA, é descoberto no CERN, em Genebra, na altura em que os cientistas procuram o bosão de Higgs, também conhecido por Partícula de Deus. Entre os dedos da vítima é encontrada uma mensagem incriminatória.


Ψ
The Key: Tomás Noronha

A mensagem torna Tomás Noronha o principal suspeito do homicídio. Depressa o historiador português se vê na mira da CIA, que lança assassinos no seu encalço, e percebe que, se quiser sobreviver, terá de deslindar o crime e provar a sua inocência.
Ou morrer a tentar.
Começa assim uma busca que o conduzirá às mais surpreendentes descobertas científicas alguma vez feitas.

Será que a alma existe?

O que acontece quando morremos?

O que é a realidade?

Com esta empolgante aventura que arrasta o leitor para o perturbador mundo da consciência e da natureza mais profunda do real, José Rodrigues dos Santos volta a afirmar-se como o grande mestre do mistério. Apesar de ser uma obra de ficção, A Chave de Salomão usa informação científica genuína para desvendar as espantosas ligações entre a mente, a matéria e o enigma da existência."


Olha, olha quem está de volta! Já tinhas saudades confessa lá? "Não", então também não tens grandes motivos de queixa porque até tenho variado nas propostas e ele já não aparecia a algum tempo. Mas, sabes como se diz, "bom filme, a casa retorna" e foi inevitável.
Confesso que quando fui à biblioteca o requisitar, ele não era a minha ideia inicial, mas como o outro estava emprestado e este estava tão ali à mão, tão a chamar por mim... olha não resisti e aqui está ele. 
Ao contrário dos que aqui têm aparecido, este é dos mais recentes e por isso fiquei desiludida... Está escrito muito à imagem e semelhança de Dan Brown (logo agora que ele já se estava a distanciar um bocadinho, tinha que ter esta recaída) e dos livros mais antigos... prometia fazer uma reflexão sobre a existência da alma e até que começou bem encaminhado, só que ali num momento não muito bem perceptível ao leitor, dá-lhe um vipe e começa a falar sobre a luz ser uma onda e uma partícula e a lua só existir porque a observamos e coisas assim do género muito discutidas por Einstein e Heisenberg (não, não é o de Breaking Bad)... eh pah é muita física para um livro só!
Ah, não vos contei do que se trata a história e já estou para aqui a divagar (shame of me)! A história é aquilo que já estamos habituadas(os), Bellamy (aquele director da CIA, lembras-te?) morre e tem em sua mão a chave do seu assassino "Tomás Noronha" que começa a ser perseguido clandestinamente pela CIA para vingar a morte do seu compincha. Para se livrar da morte certa, o maior tem que desvendar o mistério do assassino e provar a sua inocência com a ajuda de Maria Flor (recordaste que ele estava apaixonado por ela?)... o resto é aquilo que sabes, o herói salva o dia, salva a princesa indefesa no ultimo momento graças a ser super inteligente e apesar de ser professor de história dominar super bem os conceitos da física e o romance previsível no final. Apesar de algumas improbabilidades como o facto de um agente da CIA desvendar um mistério que nem Einstein conseguiu, penso que o final (deste assassinato em especifico) foi bastante interessante e bem conseguido.
Mas, se vais agora te lançar em José Rodrigues dos Santos não recomendo este livro, começa por outro. Com toda a certeza encontras outras opções aqui pelo blog.

Já conheces?
Concordas comigo?

quarta-feira, 14 de outubro de 2015

Sabes o que andas a comer? Uvas

Nunca vivi a época das vindimas como este ano, até então passava-me completamente ao lado. Apesar disto sempre fui fã de uvas, mas aquelas caseirinhas... essas sim são maravilhosas e têm outro sabor. Acho que este ano, sim, tenho tirado a barriguinha de misérias.

Por isso fui espreitar as informações e propriedades nutricionais e claro tinha que partilhar contigo o que descobri. Comecemos então pelos informações nutricionais que retirei da internet...


Benefícios para a saúde

Apesar de achar que as uvas provocam gases e incha, a verdade é que elas são um laxante natural devido ao ácido orgânico e de celulose, como é rica em fibras é uma excelente aliada na limpeza do intestino. Ao mesmo tempo que ajuda e facilita a digestão, protege o estômago da acidez e previne danos nos rins.

Devido ao elevado nível de óxido nítrico no sangue elas reduzem a coagulação no sangue e  por serem antioxidantes reduzem o mau colesterol, graças a esta dupla acção protegem o teu coração. 

A grande mais valia das uvas é a presença de resveratol, este vai ajudar a reduzir o número de células cancerígenas no organismo, com especial ênfase para o cancro da mama, além disto retarda o processo de danos das células do cérebro, aumentando em 200% o fluxo do sangue no cérebro e consequentemente atrasa o aparecimento do Alzheimer.

Como é uma fonte de vitamina C e de antioxidantes, previne o envelhecimento, rugas, acne e manchas escuras da pele ao mesmo tempo que purifica os orgãos.

Se sofres de enxaquecas e dores de cabeça aposta no consumo diário de uvas que te vai ajudar.


Malefícios para a saúde

Não encontrei qualquer referência a malefícios do seu consumo é que nem engordam sequer e como são ricas em carboidratos são uma excelente fonte de energia. 

Já compraste o teu cacho?

terça-feira, 13 de outubro de 2015

A ciência de ler um rótulo

Que nós somos aquilo que nós comemos já todos nós sabemos, conheço muitas nabas por aí, muitos bananas e por aí adiante... Estudos indicam que o risco de desenvolver Alzheimer diminui em 53% numa alimentação típica mediterrânica. Se as coisas já andam preocupantes por estes lados, nem quero imaginar lá para o interior da Europa. Só para dar um bocadinho mais de cultura geral, a nossa Dieta Mediterrânica foi considerada Património Cultural Imaterial da Humanidade no ano 2013, vá já tens um novo quebra gelo para o elevador.

Mas, apesar de termos uma das dietas mais saudáveis do mundo, verifica-se cada vez mais intolerâncias alimentares e problemas gastrointestinais, as chamadas doenças contemporâneas, muito por culpa da nossa alimentação. "Então? Ainda agora éramos todos saudáveis e íamos viver até aos 100 anos com uma memória de meter inveja a qualquer politico de 40 anos, agora já não presta?" falo da preferência pelos produtos embalados, artificiais, cheinhos de aditivos e pequenos venenos. E é aqui que ler os rótulos, torna-se uma ciência.

Se já há grupos específicos de pessoas que dominam esta arte de ler os rótulos como os celíacos e intolerantes ao glúten que andam sempre em busca de expressões como "pode conter vestígios de glúten", "contém glúten" ou APC e a espinha traçada que tanta alegria lhes dá; os diabéticos analisam a quantidade de açúcar que também é alvo de atenção de quem sofre de obesidade ou faz dieta juntamente com as calorias, os hipertensos e cardíacos vão logo para as gorduras e sódio e por fim os que sofrem de insuficiência renal prestam atenção ao potássio, fósforo e sódio, agora convido-te a juntares-te a eles. Vá sem medo... eu sei, eu sei, pode ser assustador de inicio, mas prometo que com o tempo vais-te habituar.

Para começar procura produtos alimentares com baixo teor de gorduras saturadas, trans, açúcar e colesterol e  ricos em amido. Depois é só teres atenção a um ou outro truque para leres eficazmente os rótulos e analisar o perfil nutricional dos alimentos, dignos de qualquer curso de ensino superior pela literacia que exige.

1º Lugar: Os ingredientes

Estes estão listados por ordem decrescente, sendo o que está em primeiro lugar o ingrediente que se apresenta em maior quantidade. O ultimo é o menos processado e com menos aditivos. Atenção às quantidades:
  • Sal: 5g/dia (2g de sódio por dia)
  • Ácidos gordos saturados: 10g/100g de gorduras saturadas
  • Gorduras monoinsaturadas e polinsaturadas 
  • Açúcar 25g/dia 
  • Proteínas e fibras 10g/100g de produto
2º Lugar: Alergias

São obrigados a terem esta informação, por vezes metem "pode conter vestígios de..." para fugirem com o rabo à seringa se a coisa der para o torto. Normalmente estão a negritos.

3º Lugar: Validade

Aqui quando diz "consumir até"... não arrisques a não ser que queiras fazer uma limpeza interna e sujeitares-te às consequências chatas que bem sabemos. Quando diz "consumir de preferência até..." se puderes lhes fazer a vontade tudo muito bem, mas se não também não vem mal ao mundo e podes comer fora do prazo desde que não tenha alterações ao nível da textura, cheiro e aspecto.  

4º Lugar: Tamanho das letras e números

No caso das letras serem muito pequeninas podes reclamar, a lei obriga a que tenha uma dimensão mínima. Depois é como tudo na vida, as letras mais pequenininhas são traiçoeiras, atenção a elas.

E é isto espero que domines esta arte e saber.


segunda-feira, 12 de outubro de 2015

Uma chefe para tantas receitas #7

É segunda feira yeah falta uma semana inteira yeah vou-me agarrar ao fogão, não vou ter fome não, não, não... todos juntos! Vá animo, que temos sempre motivos para sermos felizes! (mais que não seja porque têm o Socorro Vou Morar Sozinha online). Brincadeiras à parte, vamos ver o que andei a comer e sugiro. 
A regra é a do costume, rápido, fácil, saudável e indicado para o dia a dia.

Segunda


Num dia tão chuvoso como o de hoje, só apetece aquelas comidinhas quentinhas, a ferver e confortantes depois de um dia cansativo. Para fazer refoguei tomate maduro em azeite até ter uma textura consistente, adicionei as lulas cortadas em rodelas e envolvi tudo muito bem. Depois foi só temperar com o de costume, oregãos (adoro-os com tomate), gengibre, pimenta e sal e misturei o arroz carolino. Tapei tudo com uma generosa quantidade de água e deixei cozinhar por 15 minutinhos.

Terça



Terça feira é o dia ideal para comer peixinho gato no forno com molho de tomate, porquê? Não sei bem, mas apeteceu-me. A receita é super fácil e não ponho as mãos no fogo se ele já não apareceu por cá... pelo menos uma variante. Num tacho fervi azeite, com tomate ao cubos e oregãos, verti sob o peixe temperado com sal e levei ao forno por 20 minutos.
Para acompanhar legumes, ou arroz thai  porque me apeteceu imenso, mesmo tendo comido arroz no dia anterior.

Quarta






Tinha tantas saudades de comer massa com frango... comecei também por refogar o tomate em azeite, quando estiver naquela consistência que já falei, adicionei cenouras aos cubos e o frango, deixei cozinhar e temperei como normalmente faço e gosto. Depois adiciono bastante água, como esta massa é sem glutén abusei mesmo na quantidade de água. Depois é só deixar cozinhar.
como não leva a polpa de tomate, o alho e a cebola que a que estava habituada levava, fica muito mais leve e saudável.

Quinta





Voltamos ao arroz, desta vez o basmati, Esta receita é a coisa mais simples que nem vou aprofundar muito, é só grelhar o salmão temperado com limão e sal e cozer o arroz em água.

Sexta


Na sexta feira fiz uma espécie de empadão de carne picada, digo uma espécie porque fiz com apenas batata cozida esmagada com um garfo. Para a carne, refoguei o tomate, cenoura, pimento, misturei tudo com a carne temperada ao meu gosto, um poucochinho de água e deixei cozinhar. Fiz em camadas, o molho da carne sobre a batata cozida resultou muito bem, isto porque a batata é de qualidade. Se quiseres a versão normal, é só misturar leite e manteiga até ficar macio.

Qual vais fazer?



sexta-feira, 9 de outubro de 2015

Dizem por aí que se usa: Poncho

Quem ainda não tinha refletido sobre o assunto, está na hora de se mentalizar... O Outono chegou e a partir daqui as temperaturas vão estar sempre abaixar, até chegar aqueles dias com muita chuva, muito frio, que escurecem muito cedo, em que só estamos bem de pijama. Como não podes sair de casa de pijama (sim, eu não deixo) tens que arranjar alternativas para te manteres quentinha e com estilo. E é aqui que o poncho vem-te dar uma preciosa ajuda.


Mas, enquanto o frio vem e não vem podes já começar ir ao treinos e fazer conjugações com o teu poncho. Esta tendência importada da América do Sul, fica super bem conjugada com tecidos mais leves e roupas mais básicas como por exemplo saias, calções, leggings e vestidos... mas também te dá liberdade para usar outro tipo de tecidos mais invernais, ou por exemplo um casaco de ganga. Tem apenas atenção que quanto mais grosso o tecido, mais volume cria e como tal pode dar a impressão que és um pouco mais cheinha do que gostarias de transparecer... Se és muito magra, aproveita esta dica.

Os ponchos querem ser as estrelas e como tal dispensam muitos acessórios, eles criam o equilíbrio perfeito entre o formal e o informal... no entanto, se queres reforçar o seu ar mais hippie chique podes recorrer aos chapéus e gorros.


Os ponchos podem ser abertos os fechados. Se tens pouco peito, ombros estreitos os fechados só de enfiar pela cabeça são a escolha indicada para equilibrar o teu biótipo. Todavia, aposta numa parte inferior mais justinha. Se ele for muito comprido, então esta sugestão é mesmo de carácter obrigatório. No caso de seres baixinha, estes ponchos mais compridos não são opção para ti, prefere os que te dão pela altura do quadril e conjuga-o com salto alto, só para garantir que não desapareces.

Os abertos são a escolha indicada para quem tem muito peito, quem tem as ancas demasiado estreitas... escolhe um aberto, que as tape e que crie volume nesta zona como na ultima imagem. 

Em ambos os casos uma camisola mais simples, fina, como uma segunda pele é a escolha mais indicada, só para não acrescentar volume desnecessário.


As mais altas podem usar com tudo, saltos rasos, estampas gigantes... vale tudo, só não vale tirar olhos. A falar em estampas, o poncho é a peça ideal para alegrar um look mais básico, adicionando padrões, nestes usam-se os mais geométricos e étnicos. 

O cabelo é o acessório que pode dar aquele up ao poncho ou então transformá-lo completamente. Assim, se queres um look mais descontraído, casual, muito dia a dia escolhe tranças para salientar o ar hippie. Mas um cabelo ao natural é a escolha mais indicada.

Já tens o teu?
Que cor?

quinta-feira, 8 de outubro de 2015

Sabes o que andas a comer? Quivi

Brrrr.... que frio lá fora, está mesmo um tempinho propicio a gripes e constipações, mas neste inverno não vais ter que passar por esse inferno, porquê? Porque o Socorro Vou Morar Sozinha existe para te salvar!

Mas para isso precisa da preciosa ajuda de uma fruta que com toda a certeza vais passar a comer com mais regularidade, estou a falar do quivi, pois claro. Mas, antes de descobrires como é que eu sei todas estas coisas vamos ver as informações que retirei da internet.





Benefícios para a saúde:

São tantas as vantagens que nem sei por onde começar, vamos começar pela que mais gosto, ou seja, o seu poder em ajudar na digestão devido à presença de actinidia uma enzima que dissolve as proteínas e que ajuda assim a digerir a refeição. Mas, se o facto de ajudar com a digestão já é bom, ajudar a regularizar o intestino é bónus já que combate a obstipação e previne problemas intestinais.

Contudo, não só o intestino é regularizado a pressão arterial também o é, devido ao elevado nível de potássio que possui que vai neutralizar os efeitos do sódio. 

Tal como comprova os estudos realizados por Collins (não são os vampiros de Twillight), Horsk e Hotten o consumo regular de quivis ajudam a proteger o nosso ADN por combinar os antioxidantes. Estes juntamente com a vitamina C vão reforçar a tua imunidade e até prevenir cancro.

"E doenças cardíacas nada?" Olha  já que falas nisso, comer 2 quivis por dia reduz a coagulação até 18% e os triglicéridos em 15%, podendo em alguns casos poder até substituir medicamentos anticoagulantes. Ele ainda diminui o colesterol por proteger o nosso organismo dos radicais livres.

Ele ainda é adequado para quem sofre os diabetes pelo seu baixo índice glicémico. Protege a degeneração muscular e problemas nos olhos, principalmente nos idosos. Um estudo realizado com 110 000 indivíduos, mostrou que 3 quivis por dia diminui em 36% a degeneração muscular devido aos elevados níveis da luteína a zeaxantina que são químicos encontrados no olho humano.

O prémio para a fruta mais alcalina vai para... o Quivi! (Palmas) "Eh que fixe, mas que raio isso quer dizer?" quer dizer que é rico em minerais que vão substituir o excesso de alimentos ácidos que consumimos. Ajuda ainda, a manter a pele mais jovem, o sono mais profundo, ter mais energia, menos constipações, artrites e osteoporose.

Vamos a mais um estudozinho para terminar? Em Itália realizou-se um estudo com 18 000 crianças dos 6 aos 7 anos que descobriu que quem come quivi diariamente torna-se em 32% menos propenso a ter falta de ar, 28% a ter corrimento nasal e 25% de tosse crónica.

Malefícios para a saúde

Apesar dos quivis Fuzzy serem os mais comuns ainda temos os Goden. Tanto um como o outro depois de maduros não devem estar perto de outras frutas por serem muito sensíveis ao gás etileno emitido pelas outras frutas.

Devido a ter oxalato, que é uma substância natural presente em plantas e animais, pode provocar danos a quem já sofra de problemas nos rins e na vesícula.

Ah se tens alergia ao latex também podes ser alérgico ao quivi cru porque têm enzimas semelhantes. E esta hein?

Então vais comer já na sobremesa?