terça-feira, 31 de maio de 2016

Dizem por aí que se usa: Adidas Stam Smith


Apesar desde ano passado se ter tornado numa febre virosa, as Stand Smith já por aí andam desde a década 70, quando o tenista que lhes deu nome as desenhou. Quem não concordar que me perdoe, mas eu acho o Ténis um desporto bem betinho e como não podia deixar de ser estas sapatilhas transpiram essa vibe. Talvez seja por isso que são tão versáteis e democráticas, dando um ar desportivo a alguns looks, mas também arrasam em composições mais formais e arranjadinhas.


Apesar da sua versatilidade elas são rainhas do street style, em que cada conjuntinho mais básico, por mais simplezinho que seja, com elas, fica logo com um ar mais casual, moderno, urbano, cosmopolita. O que faz com que não me surpreenda que ande nos pés de tudo o que é it girl, estilista, modelo, blogguer e qualquer referência de moda. Eu cá sou a favor, juntar o conforto a um look estiloso acho bestial, essa ideia. Até me apetece cantar um "glória" a quem se lembrou ir buscar ao baú lá de casa, para contaminar o resto do mundo... Por favor não inventem uma vacina.


Eu gostaria de te dizer que fica melhor com saia do que com calças, mas não posso. Elas ficam super bem com calças, calções, saia, vestido, saias longas, macaquinhos, cropped... vale tudo só não vale tirar olhos. Quer dizer, talvez conjugá-las com umas calças flare não seja a sua melhor escolha e não seja o auge do seu sex apeal mas fora isso...

Também aconselho a quem tem o pé grande a dar uma dobrinha nas calças skinny, assim a deixar espreitar um pouquinho de pele, porque caso contrário pode parecer que calçaste uns barcos... mas fora isso...

Estavas a espera doutra excepção? Não tenho!

Conta-me, já tens as tuas?

segunda-feira, 30 de maio de 2016

Uma chefe para tantas receitas #31

Assim passou um fim de semana... foi bonzinho? Correu tudo bem? Foram felizes com a chuva? Organizaram a semaninha toda? A papinha? Não... sobra sempre para mim, não sei o que seria de ti se não fosse eu... Lembra-te que não duro para sempre.

Segunda



A segunda feira é o dia oficial do "vou começar a comer melhor" e para te ajudar nessa missão proponho um peixinho no forno acompanhado com salada e arroz selvagem.

Começa por temperar o peixe com sal, pimenta e sumo de limão e reserva. Eu usei filetes de peixe gato mas podes escolher qualquer um, até com salmão deve ficar delicioso... olha que agora que falo nisso vou meter no menu...

Num recipiente à parte refoga espinafres, temperando-os com sal e pimenta para não contrastar drasticamente com o tempero do sal. Quando cozidos junta-lhes nozes e passa a varinha mágica para termos o nosso pesto.

Com ajuda de um pincel espalha o pesto por cima dos filetes de peixe e leva ao forno por 40 minutos a 200º.

O arroz selvagem foi apenas cozido em água e sal, como sempre.

A salada tem apenas alface.

Terça


Como tinha saudades de umas almôndegas estufadinhas com massa...

Cozi esta massa sem glutén (quinoa e milho) apenas em água e sal. O facto de ter quinoa na sua composição torna-a bem mais saudável. 

A salada tem rúcula , espinafres e tomate cherry.

Para fazer as almôndegas começa por refogar tomate  em azeite com alguns cubinhos de cenoura. Quando o molho ficar mais consistente, podes juntar as almôndegas e temperar com oregãos, sal e pimenta, simples assim. Deixa absorver o molho e acrescenta um pouco de água. Agora é só deixar cozinhar e servir.

Quarta



Voltamos ao peixe? Eu entusiasmei-me um bocadinho quando descongelei e tinha filetes de peixe gato e terei a mais. Então decidi reutilizados nestas espetadas, mas podes usar outro peixe qualquer, já sabes.

Tempera o peixe com sal, pimenta, sumo de limão, oregãos, alecrim e tomilho e corta-o em cubos. Podes começar a fazer as tuas espetadas alternando os cubos de peixe com rodelas de tomate cherry e coloca a grelhar com um fiozinho, bem pequenino, de azeite. Este peixe vai soltando espuma é normal, vai escorrendo-a frequentemente.

Serve acompanhado com batata cozida em água e sal e com salada de alface e rúcula e sementes de abóbora.


Quinta


Já apresentei um arroz parecido, por isso não me vou desfazer em explicações.

Põe os bifes de frango temperados com sal e sumo de limão a grelhar sem qualquer adição de gordura. Reserva-os.

Coze o arroz integral em água e sal e reserva-o.

Numa frigideira com um nadinha de azeite salteia os cubos de courgete. A ela junta o frango grelhado aos cubos, o arroz, tomate cherry aos pedazinhos, rúcula e cenoura ralada. Podes sempre adicionar pedazinhos de queijo fresco sem lactose.

Sexta


Esta é daquelas receitas especiais para servir à famelga quando se juntam na mesa depois de um dia de trabalho cansativo. Vai parecer que te esforçaste imenso, que te preocupaste como ninguém quando na verdade é bem simples.

Começa por temperar as costeletas com sal e golpeá-las no centro para que absorvam bem o molho. Numa figideira coloca o sumo de uma laranja com um ou outro pedacinho (como na foto) que ajudará a engrossar o molhor. Neste molho coloca oregãos, gengibre, alecrim e louro e deixa levantar fervura, quando o fizer está na hora de colocar umas gotinhas de vinagre de cidra a gosto e depositar sobre a carne. Leva ao forno por 50 minutos a 200º. 

Serve com arroz selvagem cozido em água e sal e uma salada de espinafres, rúcula e sementes de abóbora.

Qual vais fazer para hoje? 

sexta-feira, 27 de maio de 2016

Séries que eu voltaria a ver

Já tresanda a fim de semana e os planos já são muitos e arrisco a adivinhar que nenhum passa por ficar em casa em frente do computador ou da televisão a ver uma série, adivinhei? Pois, mas pela previsão do tempo é sempre bom termos um plano B, não vai o diabo tecê-las.

Com o netflix temos sempre um leque de séries disponíveis para ver a qualquer momento, mas enquanto ando para a frente para trás, dá-me sempre aquela vontadinha incontrolável de rever algumas séries. Não sei o que passa, nunca fui menina de ver o que já vi antes, acho que o tempo é precioso demais para o desperdiçar a ver coisas repetidas quanto tenho tanta coisa nova para descobrir, mas... deve ser uma fase!

Assim, lembrei-me de falar (algumas novamente) delas por aqui, agora na óptima de um segundo olhar.

How i met you mother

Esta série de 9 temporadas, conta a história, em episódios de 20 minutos, de como o Ted conheceu a mãe dos dois filhos. A primeira vez que vi achei que o final ia ser como exactamente foi, mas confesso que num momento ou outro questionei-me sobre a viabilidade do mesmo.
Hoje a rever a série tenho a certeza absoluta que não podia ser doutra maneira, o final tinha que ser este, independentemente do que passaria e a verdade é que as pistas são tão evidentes, mas tão evidente que passam despercebidas a quem tem contacto com a série pela primeira vez.
Recomendo, acho que foi das minhas séries preferidas, rapidinha, divertida e com teorias com aplicabilidade e quase irrefutáveis sobre o comportamento humano.


Gossip Girl

Esta foi daqueles vícios que muitas vezes queria era chegar a casa para ver dois ou três episódios de rachada. Gossip Girl é um blog escrito em anonimato e que põe o mundo a par sobre a vida de um grupo de adolescentes ricos de Nova Iorque. Com 6 temporadas e episódios de 40 minutos são muitas as aventuras, com as quais não me identifico até, deste grupo que é acompanhado desde o ensino secundário até pós faculdade.
Esta série expõe o comportamento humano na seu versão mais nua e crua e como é importante mantermos fieis a nós próprios e os pés bem assentes no chão.


Spartacus

Este é daquelas séries que dispensam apresentações, Spartacus é tornado gladiador quando escravizado pelos romanos. Na esperança de um dia salvar a sua esposa alinha nos momentos de glória e arquitecta um plano de fuga e liberdade.
Não esperes homens lindos e maravilhosos, oleados em óleo Johson Baby para salientar aqueles abdominais bem trabalhados (estes sim existem) a tempo inteiro, mas podes ver o comportamento primitivo humano tratado como uma obra de arte. As cenas de luta/sangue não chocam e as de sexo são bem exibidas... agora que penso bem sobre o assunto, acho que só destas duas cenas.

Quais conhecer?
Quais queres conhecer?

quinta-feira, 26 de maio de 2016

Sabes o que andas a comer? Sementes de abóbora

Acho que basta dizer que as sementes de abóbora são ricas em manganês, magnésio, fósforo, cobre, zinco, ferro, triptofano, proteína, antioxidantes fenólicos e vitaminas E, K, C e do complexo B para te sentires convencida a inseri-las na tua alimentação. Mas para as mais exigentes e descrentes vou continuar.

Benefícios para a saúde:

As sementes de abóbora são óptimas para reduzir o colesterol ruim devido à ação dos fitosteróis que ao diminuírem os níveis de LDL vão evitar coágulos de sangue e a aterosclerose. A sua actuação sobre o sangue não fica por aqui, uma vez que controla os níveis de açúcar no sangue, tendo um impacto positivo sobre os diabetes, uma vez que melhoria o ação de insulina. Os fotoquímicos do óleo das sementes de abóbora previnem a nefropatia diabética (doença renal diabética).
Com esta ação melhora a saúde do coração, mas não fica por aqui já que a presença do magnésio ajuda a bombear e relaxar os vasos sanguíneos, controla a pressão alta e previne ataques cardíacos e enfartes. O cobre aumenta os globos vermelhos, facilitando a oxidação dos vasos.

Como tem triptofano na sua composição combate a ansiedade e quando conjugado com serotonina vai fazer com que se sinta feliz e prevenir o aparecimento da depressão.

Ainda ajuda a aliviar a inflamação da artrite, visto que são anti-inflamatórias, estando provado que é tão eficaz como a droga indometacina no tratamento da artrite mas sem efeitos colaterais (só precisas de massajar com óleo das sementes de abóbora).

O seu consumo vai melhorar a saúde da próstata e bexiga, combatendo a bexiga imperativa, a hiperplasia prostática benigna. A presença de zinco melhora o fluxo urinário e diminui a frequência urinária nocturna.



O magnésio mais zinco protege os ossos, previne a osteoporose e a densidade mineral óssea, diminuindo, consequentemente, a probabilidade de fracturas,

Por fim previne o aparecimento de vermes intestinais e outros parasitas perigosos visto que são parasitários.

Malefícios para a saúde:

Apesar de muitos dias de pesquisa não encontrei.

Já consomes? Eu costumo colocar nas saladas e adoro.

quarta-feira, 25 de maio de 2016

Tendências Primavera/Verão 2016 - Calçado

Pensavas que as tendências primavera/verão 2016 tinham terminado por estes lados? Como assim? Vais andar descalça? Eu sei que às vezes apetece, mas dá uma vistinha de olhos nas tendências que aconselham para teres o mundo aos teus pés.

À Paris

Sapatos com salto médio e quadrado, fechados, podem ser arredondados ou mais bicudinhos para alongar a figura, bem como as famosas sabrinas.


Metálicos

Brilho, brilho e mais brilho...


Laços

Os laços estão na moda e nos sapatos não é excepção.
As franjas também não ficam atrás...



Mules

Já por aí andaram no ano passado, este ano resistiram, as socas com um aspeto bem moderninho.


Alparcatas

Palavras para quê?


terça-feira, 24 de maio de 2016

Cronograma capilar

Ah finalmente sol! Cabelo ressequido e queimado, frizz, perda do brilho e da maciez e cabelo mais espigado... quem é que não adora o sol? Por isso, acho que o ideal é começar a prevenir e proteger o nosso cabelo para que os danos dos raios solares sejam menos visíveis.

O segredo para um cabelo bonito, com brilho, macio e maleável está no cronograma capital. Este é um tratamento intensivo que procura devolver todos os nutrientes que o nosso cabelo vai perdendo no dia a dia devido à exposição solar, água com cloro, água quente do chuveiro, poluição, secador e modeladores.

Para tal este tratamento mensal procura hidratar, nutrir e reconstruir os nossos fios com recurso a um cronograma e produtos com ingredientes específicos para a colmatar as suas necessidades:


  • Hidratação: repõe a água dos fios para que fiquem mais sedoso, macios e para devolver o brilho que os cabelos desidratados tendem a perder. Os produtos para hidratar o cabelo devem ter na sua composição oleo vera, produtos de origem vegetal, pantenol, vitaminas e glicerina.
  • Nutrição: devolve os lípidos/oleosidade dos fios, prevenindo e remediando o frizz. É conseguida graças à ação das manteigas (karité, cacau, abacate), óleos vegetais como por exemplo o óleo de coco 100% natural.
  • Reconstrução: repõe as proteínas necessárias para o cabelo quebradiço e porosos que precisam ficar forte e macio. Para conseguires o efeito pretendido aposta em produtos com queratina, cológeno, arginina.
Para fazeres o teu próprio cronograma capilar precisas de conhecer muito bem as necessidades do teu cabelo, fazer uma agenda mensal que as respeite (incluindo sempre 8 hidratações, 3 nutrições e 1 reconstrução do cronograma oficial). No segundo mês se vires necessidade podes personalizar de acordo com os resultados obtidos.



Lembra-te deves sempre respeitar um intervalo de 48 horas entre tratamentos.

Se tens um cabelo oleoso intervala a nutrição quinzenalmente e a reconstrução 20 em 20 dias. Combina o tratamento com shampoo transparentes ou refrescantes com menta e/ou hortelão na sua composição.

Além de um cabelo bonito, o cronograma capilar vai ajudar a crescer mais rapidamente por o cabelo estar mais saudável.

segunda-feira, 23 de maio de 2016

Uma chefe para tantas receitas #30

Então como nos sentimos nesta segunda feira que marca o inicio de uma bela semana? Txé, tanta concorrência ao Garfield, porquê? Até é mais pequenina e tudo com um feriadinho e tal... não percebo.

Confesso que com esse mau humor todo, ainda ponderei se merecias que te presenteasse com estas belíssimas e deliciosas receitas... mas vá eu tenho um coração mole e vou facilitar...

Segunda


Esta receita ficou tão boa, mas tão boa... Eu sei que não promete muito, mas experimenta e depois canta-me um glória.
Começa por refogar alecrim e uma folha de louro em azeite. Depois de 1 minutinho ou nem tanto, só para o azeite absorver o sabor das ervas aromáticas, acrescenta os pedaços de frango envolvendo muito bem. Tempera com sal, pimenta e gengibre e envolve, deixando estufar.
Quando ganhar uma corzinha agradável junta as batatas aos pedaços e refoga.
Mete água a ferver e mergulha nela um tomate, quando conseguires pela-lo sem dificuldade, envolve o frango e as batatas a estufar nos seus pedaços.
Acrescenta um pouco de água, fecha o tacho e deixa ferver.
Leva o tacho ao forno a 200º por 45 minutos, assim fechadinho.

Terça


Parece uma dourada normalíssima sem segredo nenhum? Desengana-te!
Em primeiro lugar faz uns cortes perpendiculares ao longo no peixe, borrifa-o com sumo de limão, tempera-o com sal e chá verde (sim, abres um saquinho de chá verde tiras as ervas do seu interior e com elas tempera o peixe), leva ao forno por 45 minutos a 200º.
Acompanha com batata cozida em água e sal e com uma saladinha de alface e tomate cherry, temperada com azeite e sal.

Quarta


Como o dia anterior foi bem levezinho neste dia podes abusar de uma bela lasanha, mas claro, sem culpa.
Começa por fazer várias panquecas com esta receita aqui e reserva.
Num tacho refoga tomate pelado em azeite, junta carne picada de porco ou vaca ou dos dois e envolve, envolve e envolve. Tempera com sal, pimenta, gengibre, orégãos e alecrim e deixa cozinhar muito bem, acrescenta água se precisar.
Faz as camadas da lasanha com a carne e as panquecas (não devem ser muito finas porque desfazem-se com o molho da carne, nem muito grossa).
Num tacho refoga novamente tomate pelado em azeite, tempera com orégãos e passa pela varinha mágica, coloca sobre a lasanha. Podes abusar mais um bocadinho, não seja tão somítica/o como eu.
Serve com salada de alface, espinafres, tomate cherry vermelho e amarelo, sementes de abóbora e sê feliz.

Quinta


Esta receita foi tão boa que decidi experimentar com frango desfiado e resultou. A receita é esta aqui, a diferença é que o frango é previamente cozido em água e sal e desfiado para substituir o atum.
Acompanhei com arroz thai jasmin.

Sexta


O tempo aquece e aproximação com o fim de semana pede mesmo a ressurreição das saladas semi frias para pouparmos no tempo.
Começa por lavar muito bem as batatas e cortar pedaços (mesmo com casca) para cozeres em água e sal, a elas junta cenoura descascada e cortada aos pedacinhos e ovos. Noutro recipiente coloca a cozer as postas de pescada, igualmente em água e sal.
Quando a primeira estiver pronta desliga, escorre a água e reserva.
Quando a pescada estiver cozida lava-a várias vezes em água fria para arrefecer. Podes reaproveitar o tacho para refogar tomate em azeite até formar um molho bem consistente, desfaz a pescada em pedazinhos e junta a este. Tempera com alecrim, oregãos, tomilho e gengibre.
Agora é só misturar ambos os conteúdos num recipiente, (não te esqueças descascar o ovo e cortá-lo aos pedaços) e acrescentar umas folhinhas de rúcula.

sexta-feira, 20 de maio de 2016

Salta uma rubrica como pipocas #32

E pronto e assim que se termina mais uma semaninha... Esta foi especial porque foi o festival do cinema com bilhetes a 2,5€ no dia 16, 17 e 18, quem aproveitou? Se és daqueles/as que prefere ficar em casa e poupar uns euritos, sempre tens por aqui algumas sugestões...

O Filho de Saúl

Duração: 107 min
Género: Triller, Drama e Guerra
Cotação: 7,7/10
Realização: László Nemes
Escrito por: László Nemes e Clara Royer
Data de Estreia: 25 de Fevereiro de 2016
Cotação Pessoal: 6/10

Este foi um daqueles filmes que como tinha uma crítica tão boa, foi premiado e que pela sinopse prometia tanto que não resisti a ver. Vá lá, não me digas que se te dissessem que se trata de um filme que se passa num campo de concentração de judeus, em plena 2ª guerra mundial, cujo protagonista é um soderkomando que enquanto contribuía para a exterminação dos judeus descobre o seu filho, não irias ficar curioso/a? Claro que irias. Os filmes sobre as guerras mundiais já por si são interessantes pela sua componente informativa e histórica, que quando acrescenta um cheirinho de psicologia, de emoções de um pai que ajuda a matar o próprio filho tem tudo para dar certo… mas não deu. É um filme muito parado, com poucos momentos imperdíveis, uma fraca contextualização e com um enredo secundário inexistente. Contudo, reconheço o esforço em criar uma obra de arte, com uma boa fotografia, um enquadramento de imagem interessante, uma edição pensada, um guarda-roupa dentro dos padrões do muito bom e um jogo de contrastes entre o Saul e o fundo diferente do que estamos habituados.



Deadpool
Duração: 108 min
Género: Ação, Aventura e comédia
Cotação: 8,2/10
Realização: Tim Miler
Escrito por: Rhett Reese e Paul Wernick
Data de Estreia: 11 de Fevereiro de 2016
Cotação Pessoal: 7/10

Aqui está um filme que estava mortinha para ver por 3 razões: (1) Marvel; (2) Super heróis e (3) uma história de amor. Sim, eu sei que não parece mas sou um ser com um coração mole, daqueles que se derretem com a história de amor entre um doente terminal de cancro e uma prostituta. Com isto já resumi grande parte da história, conheceram-se numa noite num bar noturno como tantos os outros que procuram uma relação de uma noite, apaixonaram-se e quando tudo é belo e lindo ele descobre que tem cancro no pulmão numa fase terminal. Até que lhe propõem sujeitar-se a um teste de experimentação mutante que lhe aumentaria a a esperança de vida e a probabilidade de sobrevivência para viver longos anos ao lado da sua amada. Claro que quando a esmola é muito o pobre desconfia e esta promessa trazia água no bico que desencadeia a história em si.
Adorei! Não tinha ideia do Deadpool ser tão idiota e imaturo que lhe dá um contraste interessante entre o Super herói que é (será?) e o ser humano que nunca deixou de ser com aquisição dos superpoderes. Tem momento bastante engraçados de te soltar uma ou outra gargalhada e olha que não é fácil, o filme é pouco convencional, ele fala com o telespetador, faz inúmeras referências a outros filmes e até curiosidades cinematográficas que enriquecem bastante.

Joy


Duração: 124 min
Género: Comédia, Drama e Biografia
Cotação: 6,6/10
Realização: David Russel
Escrito por: David Russel e Annie Mumolo
Data de Estreia: 07 de Janeiro de 2016
Cotação Pessoal: 6,2/10

Este filme retrata a história de Joy, a mulher que inventou a esfregona e conquistou o mercado com muita persistência e força de vontade. Uma verdadeira lição que devemos perseguir os nossos sonhos, nunca desistir de fazermos o que gostávamos e nunca nos deixarmos derrubar por aqueles que colocam obstáculos à nossa fé... Um filme de autoajuda e pouco mais, o argumento está pouco explorado, a contextualização não é evidente a quem desconhece ou não acompanha o filme na integra e a fotografia fica aquém das expetativas.
É um filme péssimo? Não, não é. Mas não esperes o filme da tua vida,

Qual vais ver?

quinta-feira, 19 de maio de 2016

Sapato certo para o look certo

Não há nada mais frustrante do que pensarmos num outfit todo bonitinho, espetacular em que olhas ao espelho e tudo funciona bem.. menos... os teus sapatos. Escolher os sapatos nem sempre é uma tarefa fácil principalmente se tens que caminhar muito e queres conforto, acho que é este o motivador para muitas vezes a coisa não funcionar. Aqui vou tentando ajudar mas decidi, mesmo assim, fazer uma síntese do que poderá funcionar.


Vai acompanhando o "Dizem por aí que se usa" que se torna mais esclarecedor...

quarta-feira, 18 de maio de 2016

Socorro vou sair à noite com os amigos

Ouvi dizer, como quem não quer a coisa, que já andas por aí a bater com a cabeça contra as paredes, que não te consegues conformar com o facto desta rúbrica ter tirado umas longas férias, que o teu estado depressivo é de tal modo grave que necessitas de intervenção externa... não podia ficar indiferente a tal estado de sofrimento que (e só a pensar em ti) vim matar as saudades.

A verdade é que esta rúbrica é perigosa e atiça-me a querer comprar todos os looks que por aqui têm passado e o orçamento não o permite. Por isso se tens pouca força de vontade e baixos níveis de resistência pára por aqui... é para o teu bem.

A novidade é que esta rúbrica irá se multiplicar com conselhos para cada tipo de corpo. Para hoje, serão contempladas as meninas com um corpo considerado retangular.

Um corpo retangular tem os ombros da mesma largura que as ancas, com uma cintura pouco marcada e poucas curvas.


O truque é abusar dos recortes, este vestido ao estar recortado na cintura irá marcá-la e criar curvas que serão reforçadas e salientadas pela positiva devido ao volume criado pela saia na parte inferior do corpo e do decote na zona superior. Como valoriza a zona do decote, modela o busto, evidenciando a feminilidade do corpo.
Como a saia tem algum efeito de pregas irá dar a impressão que o quadril é maior e como tal a cintura mais fina e pronunciada.
Para calçado escolhi umas sandálias chamativas, mas que não brigam com o estampado florido em fundo preto do vestido, as tiras criam linhas arredondadas que camuflam as linhas retas do corpo, adelgaçando a perna e dando um charme extra.
Como o look em si está muito escuro, escolhi um casaco camurça super tendência que adiciona um apontamento de cor ao conjunto e pela sua gola, que quando aberta, chama a atenção para o peito.
Optei por não colocar acessórios e tirar todo o partido do estampado florido, este apela a um cabelo ondulado, com ondas largas mas sexy's e como é um look para uma saída à noite permite uma maquilhagem mais dramática e esfumada para conquistar a "formalidade" retirada pelo casaco.

Mas onde é que pensas que vais? Eu sei que estás pronta para arrasar mas ainda faltam 2 dias para o fim de semana, podes ir às compras, isso está liberado (ou será que não?).





terça-feira, 17 de maio de 2016

Tendências Primavera/Verão 2016 - unhas

Aparece os primeiros raios de sol e muita boa gente lança-se no florescente nas unhas, tão florescente que conseguem encadear um vampiro durante crepúsculo... pessoalmente não sou fã e como tal estou muito agradecida pelas tendências deste ano, talvez seja desta que os meus lindos olhos vão deixar de sofrer com a mudança de estação. Sim, estou a exagerar mas prefiro as tendências deste ano e quais são elas? Vem ver.
Cores
As cores querem-se delicadas em que o nude e os pasteis (rosa/azul) são reis.
unhas rosa verde menta:
No que respeita às cores vão do 8 ao 80, visto que a par destas tendências, temos o preto fosco e o vermelho.
A não esquecer osmetalizados que podem ser em todas as unhas ou apenas numa ou outra.
Nails art
Embora se mantenham na moda elas também se querem delicadas e discretas com um pormenor numa unha ou outra. Escolhe flores, padrões branco/preto, conjugação entre o preto fosco e o brilhante e não muito longe daí, por isso esquece os exageros como pedrarias, brilhos, estampados de animal...

segunda-feira, 16 de maio de 2016

Uma chefe para tantas receitas #29


Segunda-feira é sinónimo da rubrica “Uma Chefe para tantas receitas”, preparar a semana com a devida antecedência é determinante para que esta seja mais ou menos produtiva. Este é o meu truque para não perder tempo na hora de escolher as refeições e ir às compras… poupo tempo, dinheiro e preparo devidamente a marmita não descuidando a saúde. Contudo, reconheço as dificuldades em variar e não cairmos na tentação de comermos sempre o mesmo porque é mais rápido, prático e intuitivo e por isso mesmo venho propor algumas sugestões para variares.


Segunda-feira


Ora aqui está uma receita que nunca julguei que iria ficar tão boa como realmente ficou… confesso-me fã do seu sabor e não te surpreendas se aparecer por aqui mais vezes porque adorei.
Eu sei, estás para aí a te questionar o que é que um ovo estrelado com arroz tem tão de especial?! A resposta é simples, é porque não é um ovo qualquer… Passo a explicar. Numa frigideira coloquei pedacinhos de tomate cherry, tomate cherry amarelo e espinafres salteando tudo em azeite e com umas pedrinhas de sal. A quantidade varia consoante o gosto mas quando tudo estiver junto ao centro da frigideira não deve ultrapassar o tamanho de um ovo estrelado. É exatamente isto que tens que fazer, juntar tudo no centro da frigideira e abrir o ovo sobre esta mistura de legumes, temperar com sal e pimenta e fechando seguidamente a frigideira. Isto vai fazer com que o ovo fique estrelado na sua parte inferior devido ao molho do tomate e azeite e por cima fique escalfado, juntando o melhor dos 2 mundos. Acredita em mim, os legumes ficam agarrados no ovo, sendo difícil desassociar o seu sabor do mesmo, os tomates cherry têm um sabor adocicado que contrasta perfeitamente com o amargo dos espinafres ficando com uma conjugação de sabores que funciona na perfeição.
Acompanha com arroz integral cozido em água e sal e sê feliz.



Terça-feira


Para terça escolhi uma receita simpleszinha que não desse grande trabalho e que fosse rápida de preparar, mas claro tinha que ser saudável e saborosa. Nada mais simples do que espetadas de frango com tomate cherry vermelho e amarelo temperadas com sal e um molho feito com alecrim, azeite e sumo de limão, grelhadas sem qualquer adição de gordura.
Acompanhei com arroz Basmati cozido em água e sal e voilá.



Quarta-feira
Aqui está mais uma receita sem carne nem peixe e que funciona na perfeição.
Comecei por fazer a massa, não é rápido mas é bastante prática está descansada. Só precisas de misturar 1 copo de farinha de arroz, meio copo de amido de milho, 1 ovo, 1 fio de azeite, 5 colheres de sopa de água, sal e orégãos a gosto, mesmo com as mãos sem medo de ser feliz e levar ao frigorifico durante 15 minutos.
Entretanto ferve água e coloca nela 1 tomate bem madura para pelares, num tacho refoga-o em azeite e tempera-o com sal e pimenta. Ao tomate junta queijo fresco sem lactose envolve bem, desliga e reserva.
Com a massa forra mini formas de silicone, não precisas de untar, e faz furinhos com um garfo e leva ao forno 10 minutos. Retira recheia com o preparado de tomate e volta a levar ao forno por mais 10 minutos. Podes fazer uma tampinha com a própria massa como fiz para dar um aspeto de empadinhas.
Serve com salada de espinafres, rúcula e sementes de abobora temperada com azeite e sal.



Quinta-feira


 E porque precisamos de comer peixinho, sugiro filetes de peixe gato com sumo de limão. Para preparar esta receita comecei por cortar cubos de courgette para um tacho para os saltear em azeite. Fechei o tacho e deixei cozinhar por 15 minutos. Enquanto isto tinha colocado batatas novas cozidas num tacho com água e sal, mesmo com casca, quando estavam prontas, dei um murro e juntei às courgettes, acrescentei espinafres e envolvi tudo até que estes últimos murchassem.
Sobre estes legumes coloquei os filetes de peixe gato temperados com sal e bastante limão para que cozesse com o vapor deixado por eles. Servi com couve galega cozida em água e sal e pedacinhos de tomate cherry.


Sexta-feira


Para terminar a semana uma caldeirada de frango. Começa por descascar as batatas e cortá-las em rodelas. Coloca o tomate em água a ferver para que seja mais fácil pelar. Num tacho coloca uma camada de tomate pelado e cortado às rodelas, uma camada de batatas outra de frango, repete as camadas que achares necessárias. Tempera com sal, pimenta, orégãos, alecrim e gengibre e regra tudo com água até chegar à superfície.
Depois é esperar que fique tudo cozidinho e jantar.
Podes acrescentar pimentos como uma caldeirada de peixe pede eu é que não tinha.
Qual vais fazer?




sexta-feira, 13 de maio de 2016

Alimenta a tua gravidez

Antes demais quero esclarecer que não estou grávida nem pretendo estar tão cedo, mas há dias tropecei num artigo da BBC que dizia que em Gambia, os meses em que a mulher engravidava influenciavam a esperança média de vida dos bebés devido à disponibilidade alimentar. 
Que a qualidade da alimentação da mãe influenciava o sistema imunitário do bebé eu já sabia, mas que era tão flagrante ao ponto de influenciar  a resistência a um cancro ou infecção viral, desconhecia, e fez-me interessar pelo assunto. Como tal andei por aí a pesquisar em blog em blog e não resisti em vir partilhar contigo o que aprendi sobre o assunto.

Antes demais é normal que uma grávida engorde entre 11 a 13kg, no final dos 9 meses descontamos os 3kg do bebé, 2,5kg da retenção de líquidos, aumento do peito e do útero, 2kg de liquido amniótico, 2kg do aumento do volume do sangue e 0,5kg da placeta... tudo o que sobrar é ascendente e pode e deve ser evitado.

Primeiro trimestre 

Diz por aí quem sabe que este é o pior, não só pelos risco que envolve mas pelo desconforto dos sintomas. Ele é conhecido pelos enjoos fruto das alterações hormonais e da sensibilidade dos odores e como tal a alimentação deve ajudar com isto:
  • Aumenta o número de refeições e diminui a quantidade delas
  • Diminui os alimentos com alto teor de gordura e dá preferência aos de fácil digestão
  • Bebe muita água
  • Mastiga muito bem os alimentos, devagarinho, sem pressas e deixa que a saliva faça o seu trabalho
Devido ao risco de aborto espontâneo é importante que tenhas cuidado com uma possível intoxicação alimentar e para tal deves evitar a contaminação  com possíveis patogénicos  (parasitas responsáveis pela toxoplasmose - se não sabes o que é faz uma googlada que comigo resultou). Assim, evita:
  • Alimentos crus ou mal cozinhados (como por exemplo marisco cru, carne mal passada, ovo mau cozido, queijos moles, enchidos, patés e por aí adiante)
  • Conserva muito bem os alimentos, a comida não deve estar mais que 2H fora do frigorífico
  • Lava muito bem todos os alimentos cruz que fores consumir como as frutas por exemplo.
E assegura-te que consomes as vitaminas que necessitas:



Segundo Trimestre

Neste os sintomas desconfortáveis tendem a dar descanso e talvez por isso a mãe aumenta o seu consumo calórico e é aqui que temos que ter atenção redobrada ao aumento do peso. Nesta altura aumenta a probabilidade de obstipação e flatulência devido ao relaxamento dos intestino provocado pelas hormonas. Assim, deves alimentar-se com vista a resolução deste problema:
  • Muitas fibras
  • Muita água
  • Actividade física 

Terceiro Trimestre

Ora diz isto 3 vezes seguidas sem te enganar... com o final da gravidez há um aumento da azia devido à compressão do estômago pelo útero e porque as hormonas favorecem a passagem do suco gástrico para o esófago, irritando a mucosa. 
Nesta fase é importante que atenues os seus sintomas ao:
  • Fazer pequenas refeições e mastigar muito bem
  • Não te deitares depois das refeições;
Procura sempre a opinião, aconselhamento e acompanhamento de um profissional, só assim conseguirás uma gravidez saudável e um bebé com saúde para dar e vender. Mas, se apenas és uma curiosa como eu, espero ter ajudado.



quinta-feira, 12 de maio de 2016

Novo vicio: Jessica Jones

Eu juro que tentei, tentei com todas as minhas forças resistir mas não consegui, não sei como aconteceu quando dei por mim lá estava eu agarrada ao comando a ver Jéssica Jones. Pensei para comigo "Não devias ter iniciado outra nova série mas pode ser que não gostes", gostei e só tivesse gostado estava bem na vida o problema é que viciei, apaixonei de um maneira surpreendente para quem não conhecia Jéssica Jones.

Aviso que não me responsabilizo pela existência de spoiller's, mas tenho que meter tudo cá para fora.


Sou fã da Marvel, adoro, adoro os super heróis que são bonzinhos, lutam pelo bem da humanidade e que são tão boas pessoas que até metem dó. Jéssica Jones é tudo menos a típica heroína, ela é uma alcoólica veterana, tem um lado negro e usa os seus poderes para seu beneficio ou de outrem independentemente se a causa é boa e vive assombrada pelos atos que cometeu sobre a influência de Kilgrave. Quando finalmente começa a soltar-se dos erros do passado, a viver enquanto detetive privada, apaixona-se por Luke e ressurge Kilgrave, fazendo com que torne a derrota deste último o seu projeto de vida.


Na BD a Jéssica Jones ganha os seus poderes após ter um acidente de carro com os seus pais contra um camião com produtos tóxicos, é a única que sobrevive após 3 meses de coma. Orfã rapidamente é adotada e descobre os seus poderes especiais, superforça, voo e resistência sobrehumana, tenta ser heroína com o nome Sáfira mas sem êxito, visto que é dominada pelo homem púrpura atacando os vingadores. Quando consegue sair do seu domínio casa-se com Luke Cage de quem tem um/a mulatinho/a de olhos claros... como sei isto tudo? Pois perdi tempo a pesquisar e se o fiz é porque estou realmente viciada nesta série.

Incrivelmente adoro a personagem Kilgrave e a evolução que vai sofrendo deste o intocável, invencível e misterioso controlador de mentes que consegue tudo o que quer até ao desorientado e apaixonado super-herói.


quarta-feira, 11 de maio de 2016

Tendências Primavera/Verão 2016 - Cabelos

Hoje foi dia de ir cortar o cabelo para ver se a coisa ficava mais leve porque com o calor vou querer apanhá-lo e o processo já se estava a prever complicado. Sim, a pessoa aqui não desiste em acreditar que o sol ainda irá aparecer, quem sabe um dia e vai aos pouquinhos preparando-se para tal fenónemo. Seja como for aproveitei para questionar quais seriam as tendências do cabelo para esta Primavera/Verão de 2016 e aqui estão as minhas conclusões.

A nível dos penteados os anos 80 ressurgem em força com semi apanhados, coques, escadeado...


Repica Renè!  #cabelorepicado:     XMAS Clearance, 80% DISCOUNT OFF, :): too cool for school.:
 
 
 
Pixie
 
Os cabelos curtos estão muito em voga e o corte ao Joãozinho veio para ficar, mas mais modernos, irreverentes e textualizados que lhes dão um ar moderno,
 
15 Cute Short Hair Cuts For Girls | Haircut2016 Model Haircut and hairstyle ideas:   20 Best Anne Hathaway Pixie Cuts | http://www.short-haircut.com/20-best-anne-hathaway-pixie-cuts.html:
Ingrid Nilsen's Short Hair Ideas to Try for 2016: Lipstick.com:
 
 
Bye bye Cumpridão
 
Os tamanhos querem-se mais médios a curtos, mas se insistes em ter o cabelo mais cumprido sabe que estes usam-se retos atrás e escadeados à frente ou bastante escadeados por eles todos.
 
Enquanto no Brasil esperamos a primavera e o verão, na Europa os desfiles mostraram as tendências  para o outono – inverno, que se manifestarão por aqui  lá para o mês de março de 2016. E pelo que se pode notar repartir os cabelos ao meio será a pegada para o inverno 2016! Agora, cá para nós, nada nos impede de adiantar esse look que eu acho um charme!:   Tendências de cortes de cabelo primavera verão 2016:
 
 
Médios
 
Como já disse os cabelos médios são os mais aconselhados para esta época, nestes há duas opções ou lisos pelos ombros ou ondulados. É neste compartimentos que enfiamos os long bobs, as franjas pouco densas e o chanel assimétrico.
 
tendências de cortes de cabelo primavera verão 2015, cabelos verão 2015, corte long bob, cabelo médio ondulado, cabelo estilo joãozinho, cabelo longo, bob long, cortes de cabelo, blog camila andrade, blog de moda de ribeirão preto:   tendências de cortes de cabelo primavera verão 2015, cabelos verão 2015, corte long bob, cabelo médio ondulado, cabelo estilo joãozinho, cabelo longo, bob long, cortes de cabelo, blog camila andrade, blog de moda de ribeirão preto:  tendências de cortes de cabelo primavera verão 2015, cabelos verão 2015, corte long bob, cabelo médio ondulado, cabelo estilo joãozinho, cabelo longo, bob long, cortes de cabelo, blog camila andrade, blog de moda de ribeirão preto:  A Vintage Doll: Chanel assimétrico:
 
 

No que respeita às cores, as luzes californianas e as luzes ombré resistiram à mudança da estação para clarear o cabelo. A estas juntam-se as mechas coloridas com um ar maio boho e hippie como os anos anos 60 nos inspiram.
 
#ruivo #cobre #mechas:   Rodrigo Cintra | Luzes e ombré:  Mechas pink:
 
 
Para terminar, os penteados querem-se com tranças e mais tranças com cabelo textualizado e com um ar moderno.
 
 
Trança Boxeadora:  Feedly connects you to the information and knowledge you care about. We help you get more out of you work, education, hobbies and interests. The feedly platform lets you discover sources of quality content, follow and read everything those sources publish with ease and organize everything in one place.:  7594bd408a85b76c3173934447c105e1:
 
Estás na moda?