segunda-feira, 22 de agosto de 2016

É preciso ver

Na semana que o Socorro Vou Morar Sozinha completa 2 anos de existência... decidi colocar o blog em stand by... vá eu sei que a vida já é suficientemente difícil à segunda feira e que uma noticia tão trágica pode matar o humor de qualquer um... mas promete-me que serás forte! Afinal todos temos direito a férias.


sexta-feira, 19 de agosto de 2016

Salta uma rubrica como pipocas #39

Apesar de quem está de férias ter todo o tempo do mundo para desfrutar de um bom filme, quem não está pode sempre aproveitar o fim de semana. Quem gosta de um bom filme, arranja sempre um tempinho, muitas vezes precioso, para desfrutar daquelas duas horinhas em frente do ecrã. Assim sendo, é sempre importante conhecermos mais a fundo cada um dele. 

Money monster


Duração: 98 min
Género: Crime, Drama, Thriller
Cotação: 6,7/10
Realização: Jodie Foster
Escrito por: Jamie Linden, Alan Difiore
Data de Estreia: 12 de Maio de 2016
Pontuação pessoal: 6,6/10

Lee Gates é a vedeta de um programa televisivo com grande influência sobre a economia do país, com uma análise pormenorizada das ações pronuncia e aconselha os seus telespectadores. Kyle Budwell é um telespetador desesperado que perdeu as economias de uma vida, depois de influenciado pela estrela televisiva. Sem nada a perder sequestra a equipa televisiva à procura de respostas que dá inicio a um razoável thriller.
O ponto forte deste filme são de facto os atores, Julia Roberts e George Cloney, que cumprem bem com o seu papel. Mais a primeira, o segundo está a perder qualidades e rigor ao nível da sua performance, ou só sou eu que acho? Não posso dizer que o filme seja mau, que deves fugir dele a 7 pés, mas também não é uma coisa de te fazer perder de amores... 



Warcraft



Duração: 123 min
Género: Ação, Aventura, Fantasia
Cotação: 7,3/10
Realização: Duncan Jones
Escrito por: Charles Leavitt e Ducan Jones
Data de Estreia: 09 de Junho de 2016
Pontuação pessoal: 6,7/10

Durante muitos anos todas as criaturas míticas conseguiram viver em paz e harmonia em Azeroth, até que o clã dos Orcs, guerreiros do mundo Draenor, que após verem o seu habitat destruído procuram um novo lugar para colonizar. Quando o portal entre os dois mundos se abre, todos sabem que o reino de Azeroth está ameaçado e só a união improvável entre Anduin Lothar (líder dos humanos) e Durotan (chefe dos orcs) pode ser a solução. Isto é a premissa da sinopse, do trailer e do próprio argumento do filme, contudo, pelo que vi não considero que seja o foco principal do filme que tem uma trama secundária bastante forte.

O filme é feito à base do computador e acho que funciona muito bem, conseguiram uma fotografia excelente em vários momentos e uma caracterização irrepreensível. Como é inspirado num jogo de computador não sei se é fiel ou se está fidigno mas confesso que gostei mais do que esperava. Embora algumas pontas soltas (que poderão ou não ser explicadas nas sequelas) tenham me irritado um bocadinho....

The nice guys



Duração: 116 min
Género: Ação, Comédia, Crime
Cotação: 7,6/10
Realização: Shane Black
Escrito por: Shane Black e Anthony Bagarozzi
Data de Estreia: 26 de Maio de 2016
Pontuação pessoal: 6,7/10

Eles são 2 detectives com métodos de trabalho ortodoxos mas muito diferentes.Os seus caminhos cruzam-se durante a investigação do desaparecimento de Amelia. Com a ajuda preciosa da filha de Holland March dão inicio a uma investigação onde não se conhecem limites.
Não posso dizer que é um filme para a vida e imperdivel, mas é um bom filme de entretenimento. Deu-me um pouco aquela sensação de tanto faz, não trouxe nada de nova, representação? Tanto faz. Cenas de ação? Tanto faz.  Fotografia? Tanto faz. Guarda roupa? Tanto faz. Mas também não seria justo dizer que é um mau filme.


quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Stop Pele Oleosa

Com o calor quem já tinha tendência a pele oleosa acredito que sofra bastante e quem não tem, passa a ter que enfrentar aqueles brilhos indesejados e poros mais salientes.

Em primeiro lugar devemos ter em consideração a qualidade dos produtos, a poluição e ar e o corte do cabelo. Se os agentes poluentes facilitam a inflamação da pele e gera acne, um cabelo em permanente contacto com a pele vai abafá-la e impedir a sua respiração por isso atenção a franjas e afins.

A acompanhar a qualidade dos produtos temos a temperatura da água, que quando muito quente vai retirar a oleosidade natural da pele, incentivando a produção de sebo... assim, substitui a água muito quente por água morna ou fresca e recorre a produtos específicos para o teu tipo de pele.

Uma coisa que resultou comigo foi seguir religiosamente a rotina de limpeza, tónico e hidratante duas vezes por dia, de manhã e à tarde. Uma vez por semana usa um esfoliante que não agrida demasiado a tua pele mas que retire todas as células mortas.

Outra coisa que resultou bastante foi fazer uma mascara, uma vez por semana, com argila verde seguida por argila branca.

Sempre que usares maquilhagem (oleo-free) vai retocando o brilho com pó compacto ou solto, se não usas podes passar apenas uma folha de papel higiénico para tirar os brilhozinhos que te fazem parecer uma bola de espelhos.

O gel de limpeza deve ter ácido salicílico e/ou enxofre na sua composição.

terça-feira, 16 de agosto de 2016

Dica express: Como lavar biquini

O biquini é uma peça que se estraga facilmente e que se não tivermos os cuidados adequados durante a sua lavagem podemos lhe dizer adeus depois de um verão de utilização. Se queres reencontrar-te com ele daqui a um ano, no próximo verão, segue as seguintes dicas.


  • Não deixes muito tempo com cloro e sal, logo que chegues a casa trata da sua lavagem.
  • Deves lavar sempre à mão, com água fria e um sabão neutro;
  • Nunca o deixes de molho porque vai desbotar e manchar;
  • Nunca o deves torcer para tirar o excesso de água;
  • Evita o contacto deles com bronzeadores e protectores solares;
  • Não utilizes sabão em excesso porque podem desbotar;
  • Evita o contacto com altas temperaturas;
  • Nunca em momento algum passes o biquini a ferro;
  • Mete-o a secar à sombra.

segunda-feira, 15 de agosto de 2016

Uma Chefe para tantas receitas #38

Feriadozinho numa segunda feira, hein? Sabe bem, não sabe? Ah pois sabe... Apesar da semana ser mais curtinha (para alguns porque quem vai entrar de férias está safa/o) a fome é a mesma e por isso vamos às propostas do costume. Já sabes, rápido, fácil, saudável e barato, óptimo para o dia a dia em que não queremos perder muito tempo por volta dos tachos. Acertei?

Segunda



Para começar a semana proponho uma receitinha levezinha, rápida e bastante saudável, porque como é feriado tendemos a abusar um bocadinho na mesa e por isso fechamos o dia sem peso na consciência.

Antes demais começa por temperar os peitos de frango com oregãos, tomilho, alecrim, limão e sal e coloca-os a grelhar sem adicional gordura.

Entretanto podes colocar a quinoa a cozer com água e sal (o dobro da quantidade de quinoa em água).

Agora é hora de colocares a mão na massa, que é como quem diz ralares a cenoura para refogares em azeite, a este refogado junta a quinoa para poderes saltear e misturar tudo. Serve com uma salada de tomate (usei o tomate de saladas e tomate cherry amarelo) temperada com azeite, sal e oregãos e rúcula por cima.

Terça


Para terça feira proponho rolinhos de peixe gato recheados com arroz vaporizado.

Começa por cozer o arroz em água e a sal.

Num tacho, mete a refogar um tomate maduro e azeite, tempera com sal, pimenta e oregãos. Quando estiver na consistência que gostas podes passar a varinha mágica até obteres uma polpa. Dispõe este molho num recipiente próprio para ir ao molho.

Tempera um filete de peixe gato com limão e pimenta, no seu centro coloca espinafres e enrola. Podes recorrer à ajuda de palitos. Coloca sobre o molho de tomate e leva ao forno a 200º por 35 minutos.

Serve com o molho sobre o filete de peixe gato.


Quarta


Claro o típico franguinho no forno que eu tanto gosto. Podes encontrar pelo blog várias maneiras de o fazer. Nesta optei por temperar com ervas (oregãos, tomilho e alecrim), limão, azeite e sal e levar ao forno a 200º por 45 minutos.

As batatas ficaram maravilhosas, foram um erro de percurso que saiu super bem, estaladiças por fora e batata assada por dentro. Temperei da mesma maneira que o frango, mas esqueci de colocar azeite.

Servi com uma salada de espinafres, rucula, tomate cherry amarelo, tomate, sementes de sesamo temperada com azeite e sal.

Quinta


Para quinta preparei salmão no forno com pesto de espinafres, acompanhado com arroz basmati cozido em água e sal.

Começa por fazer o pesto, salteando os espinafres temperados com sal e pimenta em azeite e passando-os pela varinha mágica com nozes. Dispões sobre as postas de salmão (usei o selvagem da Iglo) e leva ao forno por 25 minutos a 180º.

Serve com uma salada de rucula.

Sexta


Para terminar a semana, uma receitinha tão simples, mas tão simples que sabe pela vida. Quase tão bem como o fim de semana prolongado pelo feriado.

Tempera o bife de frango com sumo de limão, oregãos, sal e pimenta. Sobre eles coloca farinha de linhaça e leva ao forno a 200º por 25 minutos (podes usar ovo para ligar, mas também podes dispensar este passo).

Mete a massa a cozer em água e sal, como esta é de milho (sem gluten) deves usar dez vezes mais de água em relação com a quantidade de massa utilizada.

Entretanto faz o molho de tomate, refogando o tomate com azeite e temperando com sal, pimenta e oregãos. Podes misturar a massa aqui e alguns pedaços de tomate cherry amarelo antes de desligar o lume.

sexta-feira, 12 de agosto de 2016

Livros que tenho na mira

Os livros vão marcando presença pelo blog quando te aconselha ou não a sua leitura. Embora seja adepta de opiniões fundamentadas e que aprofundem mais a qualidade da leitura, às vezes a sinopse só por si é bastante atraente e motiva a compra desse mesmo livro. É exatamente desses livros que venho falar, alguns livros que embora não tenha lido ainda, tenho-os na mira para um futuro próximo.

A Rapariga do Comboio


Editor: Top Seller
Autora: Paula Hawkins
Ano: 2015
Preço: 17,50€

Todos os dias, Rachel apanha o comboio... No caminho para o trabalho, ela observa sempre as mesmas casas durante a sua viagem. Numa das casas ela observa sempre o mesmo casal, ao qual ela atribui nomes e vidas imaginárias. Aos olhos de Rachel, o casal tem uma vida perfeita, quase igual à que ela perdeu recentemente.

Até que um dia... 

Rachel assiste a algo errado com o casal... É uma imagem rápida, mas suficiente para a deixar perturbada. 

Não querendo guardar segredo do que viu, Rachel fala com a polícia. A partir daqui, ela torna-se parte integrante de uma sucessão vertiginosa de acontecimentos, afetando as vidas de todos os envolvidos.

O Pavilhão Púrpura

Wook.pt - O Pavilhão Púrpura

Editor: Gradiva
Autor: José Rodrigues dos Santos       
Ano: 2016
Preço: 19,80€

Pode uma ideia mudar o mundo?

Nova Iorque, 1929. A bolsa entra em colapso, milhares de empresas fecham, milhões de pessoas vão para o desemprego. A crise instala-se no planeta.
Salazar é o ministro das Finanças em Portugal e a forma como lida com a Grande Depressão granjeia-lhe crescentes apoios. Conta com Artur Teixeira para subir a chefe de governo, mas primeiro terá de neutralizar a ameaça fascista. 
O desemprego lança o Japão no desespero. Satake Fukui vê o seu país embarcar numa grande aventura militarista, a invasão da Manchúria, na mesma altura em que tem de escolher entre a bela Harumi e a doce Ren. 
Lian-hua escapa a Mao Tse-tung e vai para Peiping. É aí que a jovem chinesa e a sua família enfrentam as terríveis consequências da invasão japonesa da Manchúria. 
A crise mundial convence os bolcheviques de que o capitalismo acabou. Estaline intensifica as coletivizações na União Soviética e o preço, em mortes e fome, é pago por milhões de pessoas. Incluindo Nadezhda. 

As Flores de Lotus

Wook.pt - As Flores de Lótus
 
Editor: Gradiva
Autor: José Rodrigues dos Santos
Ano: 2015
Preço: 19,80€


O século xx nasce, e com ele germinam as sementes do autoritarismo.
Da Europa à Ásia, as ondas de choque irão abalar a humanidade e atingir em cheio quatro famílias.

Depois de assistir à queda da monarquia, o capitão Artur Teixeira vê as esperanças da República afundarem-se num caos de instabilidade. Adere à revolução militar e recebe uma missão: convencer Salazar a tornar-se ditador.
Satake Fukui cresce num Japão dilacerado entre a tradição e a modernidade. O seu confronto com o militarista Sawa reflete um braço de ferro que ameaça mergulhar o país, e o mundo, numa catástrofe sem precedentes.
A chinesa Lian-hua nasce com olhos azuis, os mesmos que veem a China arrastada para um choque titânico entre os nacionalistas, os comunistas e os japoneses. Apanhada no fogo cruzado, é raptada por um radical comunista: o jovem Mao Tse-tung.
Os bolcheviques acabam de conquistar a Sibéria e batem à porta da pequena quinta dos Skuratov. Estaline iniciou as coletivizações e a família de Nadezhda é lançada num ciclo de medo, fome e sofrimento.



Conheces algum? Recomendas?

quinta-feira, 11 de agosto de 2016

Dizem por ai que se usa: Sandálias pom-pom

Desde que a vogue levantou o véu para a tendência das sandálias com pons-pons que elas viraram febre do verão. Esta tendência boémia, inspirada na cultura peruana, muito colorida ressurge a acompanhar as influências dos anos 90 que estão tão em voga.


Estas sandálias desde que foram protagonistas nas passarela Dolce&Gabbana e Manish Arora que saltaram para o guarda roupa do sexo feminino que as usam e abusam nos looks mais casuais que são a cara das férias de verão.

A sua conjugação embora numa primeira vista pareça desafiante, com looks sóbrios, básicos e descontraídos funcionam muito bem. Mas, para as mais reverentes é possível conjugá-las com padrões, outras tendências como boyfriend jeans rasgados, vestidos de ombro a ombro... mostrando-se integrada nas tendências que mais têm funcionado nesta estação.


Também permitem um contraste interessante com visuais mais compostos, isto é, vestidos mais estruturados, blazers... fazendo com que fiquem mais casuais e adequados para o dia a dia nesta estação mais quente.

Embora a maioria das marcas peçam um absurdo no seu preço (a meu ver) há marcas como a Zara e a Asos que tornam a coisa ligeiramente mais suportável. Se mesmo assim não estás para gastar dinheiro numa sandália tão tendência que para o ano pode já não vão brilhar como brilham atualmente podes fazer a tua própria sandália.

quarta-feira, 10 de agosto de 2016

Como limpar os diferentes pisos

Diferentes pisos da casa exigem diferentes cuidados e foi a pensar nisso que para te ajudar fiz um quadro síntese da sua higienização para aumentar a sua esperança média de vida.


terça-feira, 9 de agosto de 2016

Dica express: Tirar manchas de desodorizante da roupa

Se não usar desodorizante para mim é algo impensável, ficar com a roupa manchada por ele também admito não ser a coisa mais atractiva à fase da terra. Piorando quando não sai da roupa por nada deste mundo, a culpa não é da maquina, não é do detergente, talvez não seja do desodorizante ou da roupa mas em vez de te acomodares e deixares andar, podes sempre utilizar estas dicas para as eliminares.

A primeira dica é esfregares a mancha com uma esponja com água oxinada durante 2 minutinhos. Depois lavas a peça normalmente.

Outra solução passa por espremeres sumo de um limão sobre a mancha e deixar atuar por 1 minuto, depois é só lavar normalmente.

segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Uma Chefe para tantas receitas #37

Boas, pessoas que tiveram um fim de semana em grande e que nem se lembraram de planear a vossa semana! Nada temam que por aqui encontram a solução, mais que não seja para os jantares lá de casa.

Segunda



Vamos começar a semana com um franguinho salteado acompanhado com arroz basmati. 

Começa por despachar o arroz cozendo-o no dobro da quantidade de arroz de água, temperado a gosto. Enquanto coze podes preparar o resto da refeição.

Num recipiente à parte refoga cubos de tomate em azeite, previamente mergulha o tomate em água a ferver para que consigas pelar mais facilmente, quando o refogado de tomate tiver uma consistência ao teu gosto junta as tiras de frango envolvendo muito bem, deixando ganhar uma cozinha. Enquanto isso tira os fios ao feijão-verde e corta-o em cubos horizontalmente e a cenoura e a courgete em tiras finissimas junta os legumes ao frango. Tempera tudo com sumo de limão, pimenta, gengibre, sal, oregãos e envolve. Se vires que precisa podes acrescentar água, mas pouca.
Para terminar e já com muita pouca água acrescenta sementes de abóbora e podes servir. Estas vão dar aquele crocantezinho inesperado.

Terça



Como ontem já fizeste arroz a mais para na terça teres menos trabalho... como é que eu já te conheço? Podes fazer uma carne de porco estufada para o acompanhar.


Refoga o tomate já pelado em azeite e junta a carne para ir fazendo, a ela junta cubos de feijão verde e pimentos amarelos e vermelho igualmente em cubos e mistura tudo. Podes temperar a gosto eu preferi meter oregãos, tomilho, alecrim (muito alecrim), gengibre e pimenta e ficou mesmo muito bom. Acrescenta água até tapar metade da carne de deixa cozinhar.


Quarta



A meio da semana algo ainda mais simples de fazer, carapau grelhado com batata e cenoura cozida acompanhados com salada de espinafres, alface, rucula e tomate cherry. Apenas temperei a salada com azeite e sal.

Quinta


A ideia desta receita era acompanhar o bife de frango grelhado apenas com o "ratatouille" mas ia ficar com demasiada fome por isso acrescentei um pouquinho de arroz thai cozido em água e sal.

Para grelhar o frango apenas temperei com sal e limão. 

Para fazer o ratatouille coloca a courgete partida ou meio na vertical e a courgette  e a beringela às rodelas a grelharem sem adição de gorduras.

Noutro recipiente faz um refogado de tomate pelado com azeite, temperando-o com sal, pimenta e oregãos. Quando tiver a consistência adequada passa a varinha mágica para fazer uma polpa. Podes substituir este passo por polpa de tomate industrializada mas não é tão saudável. Reserva.

Enquanto isso em azeite refoga pimentos vermelhos e amarelhos em azeite até ficarem murchos, quando vires que tal acrescenta a courgette em pedaços e a beringela, temperando tudo com sal. Envolve. Nesta fase já podes regar tudo com a polpa de tomate que fizeste, deixando apurar.


Sexta


Para a sexta feita o bom do frango no forno com arrozinho de cenoura e salada. 

A salada é a mesma que anteriormente falei, apenas substitui o tomate cherry pelo tomate coração de boi em pedaços.

Para o arroz começa a refogar cenoura ralada em azeite para soltar o seu sumo, quando vieres que tal acrescenta arroz vaporizado fritando-o nesse refogado. Acrescenta o dobro de água e sal e já está, é só deixar cozer.

O Frango pode ser temperado com sal, limão, oregãos e alecrim com um pouquinho de azeite e leva ao forno a 200º por 35 minutos.

sexta-feira, 5 de agosto de 2016

Salta uma rubrica como pipocas #38

Se és das/os que aproveitam as férias para pôr os filmes em dia este post é para ti, não é 1 nem 2 mas sim 3 filmes todos de género bem diferentes para agradar a menina e o menino.

Race


Duração: 134 min
Género: Biografia, Drama, desporto
Cotação: 7,1/10
Realização: Stephen Hopkins
Escrito por: Joe Shrapnel, Anna Waterhouse
Data de Estreia: 04 de Agosto de 2016
Pontuação pessoal: 7,4/10

Em 1936, contra todas as expetativas para a sua classe social, Jesse Owens ingressa na faculdade e nela descobre ser dotado no atletismo. Rodeado pelas pessoas certas e com exigentes treinos consegue ser apurado para os jogos olímpicos de Berlim, desafiando assim todos os princípios professados por Adolf Hitler. Numa constante luta pela aceitação social da sua raça é um filme que retrata muito bem as dificuldades de quem diariamente tem que provar ter valor não reconhecido.
Eu quando escolhi ver este filme confesso não ter grandes expetativas e até achei que não fosse gostar muito, mas enganei-me. Apesar de não ser um filme de desporto e como tal não fazer muito bem o meu género, posso dizer que é excelente, não é só um filme que enaltece o atletismo mas o esforço pessoal, o desafiar limites, mas e principalmente uma critica social e da evolução da raça humana.
O enquadramento está bem conseguido, o figurino remete-nos muito bem para a época que decorre a trama, o elenco principal bastante favorecido e o facto de ser baseado em factos verídicos dá aquele realismo que gosto. Fiquei admirada por ser um filme tão comprido porque sinceramente não dei pelo tempo a passar. Recomendo!

Mothers day


Duração: 120 min
Género: Comédia, Drama
Cotação: 5,5/10
Realização: Garry Marshall
Escrito por: Anya Kochoff
Data de Estreia: 28 de abril de 2016
Pontuação pessoal: 6/10

Este filme retrata várias histórias de várias mulheres que ao serem mães encontram-se em situações bastante distintas. Focando-se como elenco principal na história de Sandy uma mulher divorciada que não aceita ter sido trocado por outra mulher mais nova, que conhece o drama do homem que não suporta a viuvez.
De facto são vários os assuntos que este filme aborda desde homossexualidade, o racismo, a adoção de um modo leve, isento de julgamentos e que nos permite assistir aos mesmos com uma normalidade e sequencialidade lógica.
O seu elenco é sem dúvida o seu trunfo, uma representação irrepreensivel e que retira as atrizes da sua zona de conforto, não desiludindo. O argumento e o figurino está igualmente bem conseguido e os momentos de comédia são inseridos natualmente e dás por ti a rir sem ser forçosamente, entendes?


The huntsman winter's war


Duração: 114 min
Género: Drama, Ação, Aventrura
Cotação: 6,1/10
Realização: Cedric Nicolas-Troyan
Escrito por: Evan Spilliotopoulos, Craig Marzin
Data de Estreia: 21 de abril de 2016
Pontuação pessoal: 6,4/10

Depois de sofrer uma desilusão amorosa, Freya decide construir o seu próprio reinado isento de amor e construir o seu próprio exercito de caçadores. Tudo muda quando o amor tenta entrar pelas afrechas do gelo.
Gostava de dizer que este é uma prequela deste filme, mas a verdade é que torna-se simultaneamente numa prequela e sequela do mesmo. Se isso o torna confuso? Nada disso, até lhe dá uma certa piada se te preparares para tal.
O figurino está super interessante, as imagens de fantasia engraçadas e razoalmente interessantes e o final, embora previsivel, sentes que não poderia ser doutra maneira. O argumento talvez seja o seu ponto fraco e tenha feito com que perdesse qualidade relativamente ao filme anterior, mas acho que é uma boa alternativa para passar uma tarde de tédio.

quinta-feira, 4 de agosto de 2016

Dica express: Como nos livrar dos mosquitos

O tempo quente é sinónimo de mosquitos por todo o lado, ser mordida até não teres mais pontinha de sangue, tê-los a rondar pela televisão atraídos pela luz, ai a magia do verão...grrr

Se és como eu e sofres mesmo muito com os mosquitos, sim porque pode estar a sala cheia de pessoas mas eles só me vão morder a mim, então este post é para ti. Porque acredito que pelo menos na nossa casa temos direito a estar em segurança e fora dos seus radares.

Em primeiro lugar deves estar consciente que eles são atraídos por águas paradas, por isso não deixes água acumulada em bacias, na banca, banheira... 

Esta dica pode ser bem óbvio e previsível mas nunca é demais reforçar que logo que o dia começa a escurecer deves fechar as janelas, pois eles são atraídos pela luz da televisão por exemplo. 

Se já entraram e não podes fazer mais nada porque parece que eles já se esqueceram do caminho da janela por onde entraram, podes sempre ligar a ventoinha, o ar condicionar, qualquer coisa que provoque uma aragem fresquinha que lhes reviva a memória.

Se já estás desesperada/o recorre a repelentes e a cheiro de hortelã que os vai meter bem longe...

quarta-feira, 3 de agosto de 2016

1,2,3 cabelos com mais volume

Eu, pessoalmente, suspiro por um cabelo ondulado, comprido, com volume e apesar de me recomendarem fazer ondulação no cabelo para que ficasse com o efeito desejado, ainda resisto por reconhecer a praticidade e elegância de um cabelo liso. Um cabelo liso como o meu fica bem para uma saída à noite, uma reunião de trabalho e até no dia a dia, o problema é que quanto mais liso for menos volume tem e como o meu cabelo é "obeso" piora a situação, quando dou por ele já está escorrido, sem vida e colado à cabeça. 

Se estás solidária comigo e compreendes esta dor, de certeza que vais gostar das dicas que vou partilhar.

Estas dicas tanto valem para cabelos lisos como os cabelos mais finos.

O primeiro passo é escolher um corte de cabelo que dê movimento e confira volume ao mesmo, um cabelo escadeado em camadas é sempre uma boa aposta para quem quer manter os cabelos longos.

É impossível dissociar um cabelo volumoso ao uso de uma mousse para o efeito, é importante prestar uma especial atenção a mechas individuais antes de aplicar por todo o cabelo. Podes acentuar o efeito aplicando com a cabeça virada para baixo e com recurso a um difusor.
Ao usar o secador deves optar por uma temperaturas mais mornas e a uma velocidade lenta para evitar o frizz tão comum no cabelo liso.
Estas dicas não são tão eficazes para quem tem o cabelo fino, neste caso deve-se apostar pelos bobes no topo da cabeça.

Se queres acelerar o processo podes sempre, com o cabelo húmido, prendê-lo num coque na parte superior da cabeça deixando-o secar totalmente. Vais ficar com um cabelo de estrela, podes sempre usar uma mousse durante este processo para fixar melhor.

Lembra-te que um cabelo oleoso tendencialmente perde volume e fica bem escorrido, por isso podes optar por um shampoo transparente e neutro que limpa profundamente o cabelo, o condicionador pode acrescentar peso e para evitar tal podes substituir por um leave-in.

Por fim para acrescentar volume em determinadas mechas para fazer penteados podes pentear o cabelo na direção oposta ao seu crescimento.


terça-feira, 2 de agosto de 2016

Produtinhos terminados: Saga XVII

Sim, isto agora é todas as semanas e aposto que vais ter saudades quando assim não for... este post não pretende por-te a par do lixo que vou acumulando aqui em casa, mas dar uma opinião informada, fruto da experiência de quem usou para te ajudar a fazer escolhas mais conscientes.

Por isso tenho me esforçado para dar uma opinião mais fundamentada e explorar as várias características dos produtos, pontuando-as. Tens gostado assim?


Laca Amalfi de fixação forte

O que é que a marca diz: Para um fixação perfeita do seu penteado pulverizar a uma distância de 30 minutos. Sim só isto, sem grandes promessas, sem grandes pormenores e sem acrescentar grandes informações, é só para isso fixar o cabelo, contudo, de um modo perfeito. Só que não, se tirasse esse adjetivo eu poderia afirmar ser um produto honesto e direto, só que a partir do momento que a adota elevas expetativas que não consegue cumprir perde tal privilégio.

Embalagem: A embalagem é de metal, num degradé acobreado, uma boneca com um penteado anos 80 e informações impressas a preto e a vermelho. A sua tampa preta de plástico de fácil encaixe esconde um pump  de spray tão comum neste tipo de produtos.
As suas informações de utilização e precauções a tomar estão traduzidas 6 idiomas o que indicia ser um produto de elevada exportação proveniente da Espanha.
Eu pessoalmente não a acho a coisa mais bonita nem moderna do mundo, mas não nego ser resistente e prática de utilizar por isso vou dar 3,5.

Aplicação: A sua aplicação faz-se em spray mediante os conselhos de utilização impressos na embalagem. O pump não é demasiado rígido e como tal não se revela um obstáculo.
Assim, dou um 4.

Duração: Infelizmente dura mais do que gostaria quando nos referimos à embalagem, mas tal também se deve à pouca utilização que lhe dou. Quando nos referimos à duração depois de aplicado é igualmente exagerada devido à sua consistência muito semelhante à resina, que fica no cabelo por muito tempo.
Agora assegurar a sua função que é fixar o penteado está quieto e por isso apenas dou 3.

Eficácia: Como já adiantei no tópico anterior ele não é muito eficaz a cumprir o seu propósito, quando colocas até dá a impressão que a coisa é capaz de resultar mas basta passar umas 2 horinhas que piuuummmmm abaixa.
Dou 3.

Aroma: Ui aqui é que a porca troce o rabo é que isto tem um perfume tão químico, tão exagerado, tão forte muito semelhante a cabeleireiro de bairro (sem menosprezar ou ridicularizar). Quando cheiras o pump já se nota mas nada de muito forte e que te alimenta a esperança que a coisa não fica muito tempo no cabelo, mas é mentira, aquilo entranhe-se de tal modo que só lavando é que sai.
Como não gostei e foi um dos principais motivos para não conseguir terminar o produto, dou 2.

Preço: Esta é a principal vantagens do produto deve estar por volta de 1 euro e qualquer coisa e por isso mesmo comprei, não é uma coisa que dê grande uso e pensei que desse para desenrascar mas infelizmente não. Considerando a relação entre custo e qualidade dou 3.

Então é um produto com uma média de 3 valores em 5, que não voltarei a comprar.

Shampoo Petit Marseillais

O que é que a marca diz: Le Petit Marseillais selecionou na natureza dois ingredientes colhidos sob o sol do mediterrâneo e desenvolveu uma receita de cuidado única para reparar e proteger o seu cabelo.
Seiva de Oliveira: especialmente desenvolvido, o extracto de seiva de oliveira foi obtido pela prensagem de madeira jovem.
Acácia: arbusto cujas folhas foram colhidas à mão, no sul de França, e depois transformado num leite com textura cremosa

Embalagem: é de plástico, transparente com um leve tom de amarelo esverdeado, uma tampa semi oval acinzentada num plástico mais resistente. A sua pequena tampa sela bem o produto impedindo que abra ou verta, contudo, torna difícil a sua abertura com as mãos molhadas durante o banho.
O seu rótulo transparentes não descola, não perde informação ao longo das utilizações nem acumula sujidade. O mesmo acontece com o rótulo da sua parte posterior que já tem uma textura mais próxima do papel.
Dou 4 por ter que recorrer aos dentes para conseguir abrir, mas por ser fiel à marca.

Aplicação: É um shampoo com uma consistência ok, nem muito liquida nem demasiado espessa, esbranquiçada, fácil de aplicar e que faz muita espuma. Graças a textura conseguimos não desperdiçar produto sem ter que desfazer a embalagem toda.
Dou 4,5.

Duração: Como tem 300ml é um shampoo que não se prever uma durabilidade muito elevada quando utilizado dia sim e dia não em duas lavagens. Mas respeita a média de shampoos de supermercado.
Dou 4,5.

Eficácia: O cabelo fica agradavelmente limpo, mas não exageradamente ao ponto de retirar a sua hidratação e chiar. A sua textura cremosa e a espuma que faz permite que o produto se entranhe e cumpra eficazmente o seu propósito.
Contudo, não é tão eficaz como o mesmo produto desta gama, para cabelos longos, que faz com que o cabelo fique macio e leve.
Dou 4,5.

Aroma: É agradavel, subtil, mais natural e que não deixa adivinhar a utilização de muitos químicos na sua composição. Contudo, não é daqueles aromas que deixam um cheiro gostoso no WC ou que perdure no cabelo por muito tempo.
Dou 4,5.

Preço: Ele ronda os 3€ e qualquer coisa respeitando a média dos produtos de cabelo de supermercado, todavia, é muitas vezes sujeito a promoções e descontos apelativos que compensam. O preço em si não acho que se justifique, porque consegues melhor pelo mesmo montante.
Dou 4.

Uma média de 4,3 que indica ser um produto razoável, não é amor para a vida mas acho que sim, contudo não tenciono comprar porque não reparei nos efeitos para cabelo seco e danificado que prometeram.

Ultra Lift da Garnier

O que a marca diz: Na verdade não diz grande coisa, a partir do momento que perdes a caixa ficas sem informações adicionais sobre o produto. O que indicia que a informação que consta na embalagem é mero marketing e não tem intenções informativas.


Embalagem: A embalagem é pequena, tem um aplicador comprido, fino que permite dosear bem o produto a aplicar. A embalagem é vermelha, as informações estão nela impressas e não se perdem, contudo, são bastante escassas.
A sua embalagem opaca não permite visualizar o gasto do produto e como tal torna difícil prever o desperdício do produto. Contudo, assegura a proteção do mesmo da luz.
Dou 4,5 porque preferia que tivesse aquela bola de alumínio que refresca.

Aplicação: A aplicação é feita com recurso ao aplicador, não exigindo o contacto com a pele, tornando-se um produto bastante higiénico. O produto tem uma textura cremosa, fácil de aplicar e de espalhar, deixando um aspeto e uma sensação de veludo na pele e nos dedos.
Dou 5.

Duração: Eu costumava usar duas vezes por dia, de manhã e à noite. Se durante a noite era conjugado com um creme gordo Q10, durante o dia era combinado com uma base, logo não consigo afirmar se a sensação se prolonga por muito tempo.
A embalagem em si durou aproximadamente 3 meses porque é necessária uma quantidade muito reduzida para obter o efeito desejado.
Dou 4,5.

Eficácia: Este produto promete um efeito de lift que disfarça as pequenas rugas de expressão. Não cumpre o seu propósito, não senti a pele mais esticada, mais lisa, ou com menos rugas de expressão. 
Hidrata sim, mas já usei produtos mais baratos que proporciona a mesma sensação de hidratação pelo mesmo tempo.
Dou 3,5.

Aroma: É muito subtil, a produtos naturais muito característico da marca. Não incomoda e até que é agradável, no entanto, não se mantém por muito tempo na pele, o que não briga com o perfume da base ou outros produtos que pretendas colocar.
Dou 4,5.

Preço: O preço original deste produto é de 11€ que dá mais de 100€ por litro. Se pensarmos bem é carote, mas não foge muito do preço deste tipo de produtos, torna-se caro quando nos referimos a um produto de supermercado que não cumpre o que promete. Mesmo tendo o apanhado numa promoção de 50% considero que a relação custo e beneficio não foi bem conseguida, mas isto sou eu que admito ser excessivamente forreta.
Vou pontuar em relação ao preço original, dando 3.


Prefaciando um total de 4,2 em 5 o que se apresenta como um produto de qualidade e recomendado, embora não voltasse a comprar. 

segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Uma Chefe para tantas receitas #36

Então como correu esse fim de semana? Ainda não acabou? Vais de férias? Ah vidinha boa, agora não te queixas que é segunda feira, não é? 

Tu aí que não vais de férias?! Ou já foste!? Não me esqueci de ti, tenho aqui um conjunto de receitinhas das boas que podes usufruir durante a semana, olha que eu caprichei! 

Vais perder? Claro que não já que cá estás, vê lá se não encontras por aqui umas receitinhas que tornem a tua semana um bocadinho melhor?!

Segunda


Se estás deprimida ao ponto "que se lixe a dieta eu mereço comer o que me apetece porque estou a trabalhar" então esta receita é para ti, mas descansa que o pecado é subtil.

Proponho um arrozinho de legumes e frango no forno, para tal começa por partir a cenoura em cubos, feijão verde aos pedacinhos pequenos e tomate refogando tudo em azeite. Quando o tomate começar a engrossar a sua textura acrescenta o frango em cubos pequenos previamente temperado com limão e sal, mistura tudo e tempera com sal, oregãos, pimenta e gengibre (não abuses nestes últimos).

Quando o frango começar a ganhar uma cor esbranquiçada junta arroz vaporizado e envolve tudo muito bem, adicionando o dobro da quantidade de arroz de água. Deixa cozinhar até a água vaporizar totalmente, é sinal que tudo está devidamente cozido. Para terminar coloca sobre um tabuleiro pirex e na sua superfície queijo sem lactose para que possas levar ao forno até o queijo derreter totalmente.


Terça


Se na terça continuares "nem aí" podes optar por esta receita, sim novamente frango, o titulo deste post podia ser "1000 maneira de cozinhar frango" mas tinha os peitos de frango descongelados e tinha que lhes dar uso.

Para fazer esta receita comecei por cozer a massa de quinos (sem gluten) em água e sal.

Simultaneamente refoguei tomate em azeite até ter uma consistência bastante grossa, temperei com pimenta e orgãos. Quando já estivam bem cozinhados passei para outro recipiente e tornei-os numa polpa com a varinha mágica, reservei.

Na frigideira que já tinha utilizado deixei pedaços de frango e rodelas de tomate cherry a grelharem sem qualquer gordura adicional. Quando estavam suficientemente grelhados temperei tudo com sal e limão. Seguidamente juntei as azeitonas descaroçadas e a massa. Para terminar juntei a polpa que estava de reserva e reforcei os oregãos.

O passo seguinte é opcional, mas como gosto daquela textura do tomate cherry cru, adicionei algumas meias luas.

Quarta


Na quarta já começas a sentir algum peso na consciência mas ainda com um toque de rebeldia e por isso podes apostar num arrozinho de lulas.

Refoguei tomate e cubos de cenoura em azeite, esmagando muito o tomate, quando já estavam com uma textura ao meu gosto juntei as lulas misturando e temperando com sal, pimenta, gengibre, oregãos. Quando vi que tal juntei o arroz, o ideal é o carolino, mas eu juntei agulha do Urugai e a coisa funcionou bem. Depois de envolvi tudo muito bem, acrescentei o dobro da quantidade de arroz que utilizei mas em água.

É só deixar cozer e servir.


Quinta


Para quinta sugiro almondegas de carne de vaca com arroz thai jasmin e salada.

Cozer o arroz normalmente conforme as instruções da embalagem.

Fazer uma saladinha com rucula, espinafres e alface temperada com azeite e sal,

Fazer as almondegas refogando tomate e cubos de cenoura em azeite, quando a consistência estiver do teu agrado envolve as almondegas temperando com sal, pimenta, gengibre, oregãos, alecrim e tomilho. Para terminar um pouco de água até mais ou menos a meio das almondegas e deixar cozinhar.

Sexta


Como na sexta feira já deves estar com peso na consciência (sem motivos) optei por algo mais leve e igualmente bom e simples.
Bate 4 ovos (2 omeletes), junta espinafres, pedaços de tomate, uma lata de atum ao natural, tempera com sal e pimenta. Leva a uma frigideira untada com azeite.

Serve com a salada de cima e voilá.