sexta-feira, 19 de agosto de 2016

Salta uma rubrica como pipocas #39

Apesar de quem está de férias ter todo o tempo do mundo para desfrutar de um bom filme, quem não está pode sempre aproveitar o fim de semana. Quem gosta de um bom filme, arranja sempre um tempinho, muitas vezes precioso, para desfrutar daquelas duas horinhas em frente do ecrã. Assim sendo, é sempre importante conhecermos mais a fundo cada um dele. 

Money monster


Duração: 98 min
Género: Crime, Drama, Thriller
Cotação: 6,7/10
Realização: Jodie Foster
Escrito por: Jamie Linden, Alan Difiore
Data de Estreia: 12 de Maio de 2016
Pontuação pessoal: 6,6/10

Lee Gates é a vedeta de um programa televisivo com grande influência sobre a economia do país, com uma análise pormenorizada das ações pronuncia e aconselha os seus telespectadores. Kyle Budwell é um telespetador desesperado que perdeu as economias de uma vida, depois de influenciado pela estrela televisiva. Sem nada a perder sequestra a equipa televisiva à procura de respostas que dá inicio a um razoável thriller.
O ponto forte deste filme são de facto os atores, Julia Roberts e George Cloney, que cumprem bem com o seu papel. Mais a primeira, o segundo está a perder qualidades e rigor ao nível da sua performance, ou só sou eu que acho? Não posso dizer que o filme seja mau, que deves fugir dele a 7 pés, mas também não é uma coisa de te fazer perder de amores... 



Warcraft



Duração: 123 min
Género: Ação, Aventura, Fantasia
Cotação: 7,3/10
Realização: Duncan Jones
Escrito por: Charles Leavitt e Ducan Jones
Data de Estreia: 09 de Junho de 2016
Pontuação pessoal: 6,7/10

Durante muitos anos todas as criaturas míticas conseguiram viver em paz e harmonia em Azeroth, até que o clã dos Orcs, guerreiros do mundo Draenor, que após verem o seu habitat destruído procuram um novo lugar para colonizar. Quando o portal entre os dois mundos se abre, todos sabem que o reino de Azeroth está ameaçado e só a união improvável entre Anduin Lothar (líder dos humanos) e Durotan (chefe dos orcs) pode ser a solução. Isto é a premissa da sinopse, do trailer e do próprio argumento do filme, contudo, pelo que vi não considero que seja o foco principal do filme que tem uma trama secundária bastante forte.

O filme é feito à base do computador e acho que funciona muito bem, conseguiram uma fotografia excelente em vários momentos e uma caracterização irrepreensível. Como é inspirado num jogo de computador não sei se é fiel ou se está fidigno mas confesso que gostei mais do que esperava. Embora algumas pontas soltas (que poderão ou não ser explicadas nas sequelas) tenham me irritado um bocadinho....

The nice guys



Duração: 116 min
Género: Ação, Comédia, Crime
Cotação: 7,6/10
Realização: Shane Black
Escrito por: Shane Black e Anthony Bagarozzi
Data de Estreia: 26 de Maio de 2016
Pontuação pessoal: 6,7/10

Eles são 2 detectives com métodos de trabalho ortodoxos mas muito diferentes.Os seus caminhos cruzam-se durante a investigação do desaparecimento de Amelia. Com a ajuda preciosa da filha de Holland March dão inicio a uma investigação onde não se conhecem limites.
Não posso dizer que é um filme para a vida e imperdivel, mas é um bom filme de entretenimento. Deu-me um pouco aquela sensação de tanto faz, não trouxe nada de nova, representação? Tanto faz. Cenas de ação? Tanto faz.  Fotografia? Tanto faz. Guarda roupa? Tanto faz. Mas também não seria justo dizer que é um mau filme.


Sem comentários:

Enviar um comentário